auravide auravide

SÍNDROME DO PÂNICO


Facebook   E-mail   Whatsapp

A síndrome do pânico é caracterizada por crises súbitas de medo intenso e mal-estar que duram alguns minutos e é acompanhada por vários sintomas físicos como palpitação, sudorese, tremor, falta de ar, dor no peito, formigamento, confusão, tonturas.

Ela resulta em insegurança, ansiedade antecipatória e evitação de situações ou locais onde ocorreram as crises. Isso traz grandes limitações para as atividades sociais e profissionais para o paciente que não consegue explicações para seus sintomas apesar de frequentes consultas e exames médicos em geral com resultados negativos. Surgem então manifestações depressivas e queda da auto-estima do paciente.

O tratamento é feito à base de antidepressivos e ansiolíticos que agem nos sintomas mas não curam pois não atuam na raiz do problema.

Geralmente, a raiz do síndrome do pânico são as lembranças de mortes traumáticas de vidas passadas...

A síndrome do pânico é na verdade um grande medo: " o medo de morrer".

Todos temos medo de morrer porque já morremos muitas vezes em vidas passadas e a lembrança da dor que precede a morte nos faz ter medo de morrer novamente.

Quanto mais antigo é o espírito, mais ele tem medo de morrer pois carrega na sua memória (inconsciente) as lembranças de mortes passadas e quanto mais traumáticos tiverem sido as mortes em vidas passadas, mais forte é a lembrança que  se tem delas.

A nossa memória funciona como um "gancho". Qualquer coisa nesta vida que nos lembre o modo em que morremos em vidas passadas pode desencadear a síndrome do pânico.  Muitos pacientes relatam que iniciaram a síndrome do pânico dentro do metrô, ou ônibus lotado ou no meio das multidões. Enfim, algum evento atual trouxe à memória o modo traumático em que ele morreu em vidas passadas.

Pacientes com síndrome do pânico geralmente relatam mortes trágicas em vidas passadas: acidentes de carro, afogamento, terremotos, desabamento de casas e, quando eles revivem o trauma, ocorre a catarse (liberação de energia bloqueada) e uma melhora significativa da doença.

Precisamos entender que a terapia de vidas passadas sozinha não resolve todos os problemas do paciente pois a síndrome do pânico pode ter um fator agravante: a ação dos obsessores.

Todo medo é uma porta aberta aos obsessores e a síndrome do pânico é um verdadeiro portão aberto para eles...

Já vi casos em que o paciente iniciou com apenas síndrome do pânico e o caso foi se complicando por ação dos obsesssores. Após a entrada dos obsessores, o paciente pode se agravar com depressão, fobias, uso de álcool e drogas, etc. 

Precisamos compreender que a verdadeira causa dos nossos sofrimentos são as nossas imperfeições. Ninguém cura ninguém, pois a cura é uma mudança interior para melhor.

Quando nos  tornarmos espíritos perfeitos, não teremos mais dores nem doenças...

Texto revisado
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 44


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Hee Jin Myung   
Médica psiquiatra e Terapeuta de hipnose Whatsapp (11)999584650.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Vidas Passadas clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa