Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Sobre a onda gigante e outros eventos

por Flávio Bastos
Sobre a onda gigante e outros eventos

Publicado dia 3/8/2012 em Vidas Passadas

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Atualmente, são muitas as mensagens virtuais que circulam pelo Brasil e mundo, que abordam o mega evento que ocorrerá em dezembro próximo. Acontecimento catastrófico que representaria o final de uma era para a humanidade e o seu planeta, e começo de outra era onde os sobreviventes da hecatombe criariam uma sociedade mais justa e igualitária, fundamentada nos princípios de fraternidade universal.

No que diz respeito ao Brasil, conforme essas previsões baseadas em profecias antigas, uma onda gigantesca arrasaria a região litorânea, ao mesmo tempo que ocorrências físicas impediriam durante alguns dias a penetração da luz solar na atmosfera terrestre, causando o caos.

Passada a primeira fase de impactos de grandes proporções no planeta, outras fases ocorreriam até o término do fenômeno, que transformaria por completo a vida sobre a face da Terra.

Essa versão, no entanto, é contestada pelos descendentes dos maias, pelo espiritismo e pela própria NASA, que já divulgou ao mundo a sua versão sobre as ocorrências naturais que aconteceriam no final do ano de 2012.

Há dois anos, quando estive na América Central, toquei nesse assunto com várias pessoas de razoável a bom nível cultural. Todas, sem exceção, afirmaram que as profecias maias foram mal interpretadas e o que os seus ancestrais previram foi, na verdade, uma alteração da energia espiritual do planeta, ou seja, que a partir do terceiro milênio a humanidade passaria por uma fase de depuração espiritual através do processo reencarnatório. Fato que o espiritismo vem informando com sendo uma fase de transição de um mundo de Provas e Expiações para um mundo de Regeneração Espiritual.

Quanto à possibilidade da ocorrência de catástrofes naturais, isso já vem ocorrendo em menor escala e de uma forma pontual, sistemática e regionalizada pelo planeta. Nesse sentido, acredito que compete ao próprio homem definir o seu futuro em relação à natureza, pois atitudes "x" representarão um considerável aumento de eventos catastróficos pelo planeta. Enquanto atitudes "y" representarão a sobrevivência das próximas gerações em um planeta com razoáveis ou até mesmo boas condições de vida.

A história da humanidade é um testemunho de que a garantia de vida inteligente sobre o planeta Terra nunca foi fácil de ser mantida. Foram muitos os eventos bélicos que geraram ódio e cobiça pelo poder, causando um número incalculável de mortes. No entanto, tudo passa e a vida continua a exigir das gerações que se sucedem, transformações sociais que alavancam o progresso pelo planeta. E assim caminha o homem desde épocas imemoriais, entre altos e baixos... e, às vezes, aos tropeços, tentando vislumbrar além do horizonte algo que seja mais inteligente para a garantia de sua própria sobrevivência.

As bombas atômicas que caíram sobre Hiroshima e Nagasaki no Japão, durante a Segunda Guerra Mundial, foi uma prova de que o homem é capaz de aniquilar o próprio homem. Portanto, não esperemos que mega eventos catastróficos venham lavar o sangue dos justos e punir os pecadores, pois esses acontecimentos somente serão possíveis de ocorrerem a médio ou longo prazo, se o homem continuar negligente com o planeta e não adotar, com urgência, medidas necessárias para evitar o pior num futuro próximo.

Não esperemos a "salvadora" onda gigante, originária de um mega terremoto ou da queda de um meteoro no oceano Atlântico, pois é a sociedade brasileira, representada pelos homens de bem, que deve punir os criminosos e acabar com o crime organizado e a corrupção política que assolam o país.

Não esperemos que ocorra o morticínio para que a ressurreição purificadora marque o início de um próspero tempo para a civilização terrena. Foquemos, isso sim, na fase de transição que se inicia, e cujo alvorecer de luz aponta para o homem de bem como o legítimo representante de uma humanidade em processo seletivo de regeneração espiritual através da reencarnação.

Texto revisado
Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo


Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 175

Sobre o Autor: Flávio Bastos   
Flavio Bastos é criador intuitivo da Psicoterapia Interdimensional (PI) e psicanalista clínico. Outros cursos: Terapia Regressiva Evolutiva, Psicoterapia Reencarnacionista, Terapia Floral, Psicoterapia Holística, Parapsicologia, Capacitação em Dependência Química, Hipnose e Auto-hipnose e Dimensão Espiritual na Psicologia e Psicoterapia.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Você tem realmente esse tal Livre Arbítrio?
artigo Contrato com a morte
artigo Estesia
artigo A mudança deve ser interna

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.





horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa