Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide
Home > Autoconhecimento

Canção da Despedida

por Ceissamorim - Buddhayan
Facebook   E-mail   Whatsapp


Uma velha senhora olhando para o teto, dependente de todos para sobreviver, não faz mais nada sozinha. Não come se não levam o alimento à sua boca. Sempre perguntamos a ela: quem eu sou? E numa profusão de nomes, às vezes, vem o reconhecimento...

Essa velha senhora é minha avó. Está com 94 anos, é cuidada por minha mãe e visitada por netos e bisnetos. Não é mais a matriarca de pulso forte que conduzia a todos. Parece ausente, distante. Tem o corpo franzino deitado, já não ouve direito, nem enxerga tão bem.

O medo da morte, talvez, tenha feito com que ela, quase inerte, perceba que todos devemos morrer e ter a morte como algo verdadeiramente bom, pois é a tradução da sonhada liberdade.

Em breve teremos lágrimas nos olhos. No entanto, creio que ela sorrirá, pois sentirá cumprida sua missão e estará livre para novas escolhas de aprendizados e de ensinamentos.

Obrigada pelo pulso firme, pela rédea curta e pelas chineladas que nunca doeram.




Texto revisado por Cris

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo




Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 10
Atualizado em 5/9/2005

Veja também
artigo Você tem realmente esse tal Livre Arbítrio?
artigo Contrato com a morte
artigo Estesia
artigo A mudança deve ser interna
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.





horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa