Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

Marte Regente de 2015

Marte Regente de 2015 Publicado dia 1/23/2015 9:26:50 PM em Astrologia

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Ao se aproximar o início do ano de 2015 do nosso calendário ocidental, os astrólogos, com outros esotéricos, procuram oferecer orientações a fim de ajudar as pessoas a entrarem em sintonia com as energias cósmicas que irão prevalecer no ano em questão. Muitos são os métodos usados e todos eles são válidos; por essa razão, existe uma grande liberdade de escolha e cada um irá abraçar aquele que mais lhe agradar intuitivamente.

A Astrologia, assim como muitas outras ciências, permite várias interpretações que dependem de tradições diferentes. A Astrologia Hindu é diferente da Chinesa, que é diferente da Muçulmana, que é diferente da Ocidental. Mas todas são válidas e todas transmitem conhecimentos milenares de sabedoria e tradição e, por essa razão, todas podem servir de orientação. Com a visão da Astrologia Ocidental e, com base cabalística, tentarei esclarecer algumas das formas usadas para escolher o Regente do Ano.

Os astrólogos mais esotéricos buscam nos antigos caldeus este conhecimento. Eles se baseiam na chamada "Estrela dos Magos", uma estrela de sete pontas onde são colocados o Sol, a Lua e mais cinco planetas (aqueles que são visíveis a olho nu e que eram conhecidos na antiguidade). A sequência em que são colocados os planetas não é clara, pois não segue a ordem lógica (de afastamento dos planetas em relação ao Sol ou em relação à Terra, por exemplo) e não vamos esclarecê-la neste artigo.

Os caldeus utilizavam as regências na sequência, contando o Ano Zero, sempre como sendo o Ano regido pelo Sol. E como encontrar o Ano Zero? Simplesmente dividindo o ano em questão pelo número 7 e obtendo um número de "sobra". Esta sobra é o número correspondente ao planeta regente do Ano. Quando a sobra for "zero" teremos, então, um ano Solar que iniciará novamente um ciclo. O último ano zero foi 2009. Assim, fazendo esse cálculo, 2015 nos deixa um número de sobra que é 6 e, portanto, o regente do ano seria Marte.
Vejam o exemplo:

Marte era o deus romano da guerra, equivalente ao deus grego Ares. Filho de Juno e de Júpiter era considerado o deus da guerra sangrenta, ao contrário de sua irmã Minerva, que representava a guerra justa e diplomática, mais intelectual do que manual. Minerva havia nascido da cabeça de Júpiter. Os dois irmãos viviam às turras e tiveram uma rixa que acabou culminando numa batalha perto das muralhas da cidade de Tróia. Cada um dos irmãos se defendeu com seu exército e Marte, protetor dos troianos, acabou derrotado. Talvez isso nos indique que a guerra baseada somente na ação sem a razão é fadada ao insucesso. Porém, Marte, apesar de bárbaro e cruel, impetuoso e agressivo em suas batalhas, apaixonou-se por Vênus com a qual formou um par romântico.Com ela teve um filho, Cupido (sim, aquele que com sua flecha provoca o amor nos seres humanos!), e teve uma filha mortal, Harmonia, numa relação adúltera com a esposa do deus Vulcano (Deus do ferro e dos vulcões).

O planeta Marte tem o brilho de uma estrela de primeira grandeza, mas sua luz é um tanto avermelhada e em certos períodos pode ser até mais brilhante que o próprio Vênus. Marte encontra-se a uma distância de 228 milhões de quilômetros do Sol e possui um diâmetro de 6.794 km, com um volume 6 vezes menor que o da Terra. O ano em Marte é aproximadamente o dobro do que o terrestre, ou seja, de 687 dias aproximadamente, e seu período de rotação é de 24hs37'. Marte possui dois satélites: Deimos e Phobos. Marte leva 1 ano e 322 dias para fazer uma revolução completa ao redor do Sol e é o quarto planeta em distância do Sol, entre a Terra e o cinturão de asteroides. Ele aparece como uma estrela vermelha no céu e por essa razão os romanos lhe atribuíram o nome do Deus da Guerra, Marte, e isso não é por acaso: em Astrologia, ele tem analogia com o fogo, com o ferro (que quando enferruja se torna vermelho e que é responsável pelos glóbulos vermelhos do sangue). Seus princípios são a atividade, a energia, a força e o movimento. Ele representa o homem guerreiro, o conquistador, o desbravador, o pioneiro, o homem de ação e de guerra. Marte trará para nós uma energia muito poderosa, que poderá ser usada tanto para o bem quanto para o mal. De fato, foi a descoberta do fogo que permitiu que a humanidade evoluísse acima dos animais. Usando positivamente a energia do fogo nos tornamos criadores, pequenos deuses. Recriamos nosso mundo por meio da ação e podemos tomar as rédeas de nosso destino, especialmente se usarmos essa energia à maneira de Minerva, ou seja, de forma racional! O fogo é fascinante, tanto em seu sentido material quanto no sentido emocional. Ao observar a beleza das instáveis e fascinantes labaredas que ardem, podemos compreender essa maravilhosa energia criadora que nos dá a vida. Afinal, nossa estrela maior, o Sol é também uma bola de fogo! Mas se podemos aproveitar a energia e o calor do fogo numa lareira para nos aquecermos, ou num fogão para prepararmos nossa comida, também podemos perder o controle deste fogo e, então, a destruição será inevitável. Nos meses de seca, sabemos quanto é difícil apagar os incêndios que destroem as nossas florestas, muitas vezes iniciados pelas mãos incautas e criminosas de seres humanos! Em 2015, o assunto 'aquecimento global' estará sendo discutido com maior intensidade, mesmo porque o risco de incêndios devastadores aumentará muito.

E quem nunca queimou sob o fogo de uma paixão? É esse fogo que provoca a libido e o impulso sexual necessário para a geração da vida. Porém, por paixão se mata e por paixão podem ser tomadas atitudes violentas e destruidoras. A energia de Marte, ao afetar nosso corpo, estimula as glândulas suprarrenais e essas produzem adrenalina, que exacerbam nossos instintos de defesa, tornando-nos agressivos. As pessoas tornam-se iradas, raivosas, violentas e podem provocar muitos danos contra os outros e contra si próprios quando a adrenalina em excesso nos faz reagir de forma descontrolada. Podemos canalizar a adrenalina seja nos esportes, seja no sexo, seja em qualquer outra atividade física, pois ela é estimulante e benéfica.

Para finalizar, podemos deduzir, então, que 2015 será um ano de lutas e de guerras, será um ano quente que irá evidenciar ainda mais o problema do aquecimento global. O risco de incêndios devastadores nas florestas e o das secas (e conseqüente falta de água) aumentará no mundo todo, assim como os acidentes de carro, a mortandade por desastres e a violência em nossas cidades. Por outro lado, a mídia irá evidenciar também os esportes, focalizando principalmente as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro. Em nível coletivo, podemos canalizar positivamente essa energia marciana, tomando iniciativas que nos ajudem a superar esse período crítico de nossa humanidade. Podemos nos engajar em lutas pela melhoria da qualidade de vida e podemos --por que não?-- deixar de ser passivos para nos tornarmos mais partícipes dos movimentos sociais. Se cada um fizer a sua parte, o Todo se beneficiará, não é mesmo? A atividade física ajuda a canalizar de forma salutar a energia marciana, revigora o corpo, alivia o estresse: então, vamos malhar, vamos caminhar, vamos dançar, mexer o corpo! Se soubermos usar toda essa energia de forma positiva, não ficaremos descontrolados e não reagiremos com violência e agressividade às contrariedades e frustrações. Podemos direcionar nossas ações e iniciar aqueles projetos que ficaram engavetados ou aqueles que foram idealizados e não concretizados em 2014. Ao canalizar o excesso de energia marciana de forma positiva, aprenderemos a utilizar nossa força interior, revigorando corpo e mente. Ainda podemos canalizar Marte despertando uma libido saudável, uma energia sexual fogosa e quente, atividade indispensável à nossa saúde. Marte rege a cabeça e a testa, o sistema muscular e viril, os órgãos sexuais externos masculinos e o impulso sexual --a libido-- em ambos os sexos. Governa a biles, o sangue arterial, o sistema de pêlos, a força física, o nariz; sua ação nefasta inicia os processos inflamatórios, causa ferimentos, queimaduras, acidentes, operações cirúrgicas e febre. Sua ação positiva ajuda na regeneração do organismo, dá vitalidade e força física, e regenera os glóbulos vermelhos.

Portanto, concluímos que essa pode ser uma energia saudável se for bem canalizada e bem compreendida também em nível psicológico, pois nos incita a romper com velhos padrões, liberta-nos de grilhões e amarras, empurra-nos à conquista de novos objetivos de vida, novas terras, novas metas, leva-nos a desbravar novos horizontes, torna-nos ativos e partícipes. Tomemos cuidado, porém, para não exagerar no impulso, pois toda ação gera uma reação de igual intensidade e o fogo que geramos, descontrolado, poderá nos destruir. Vamos balancear a energia marciana com a sabedoria de Minerva para alcançar nossas conquistas em 2015!

Concluindo, as qualidades marcianas são: coragem, espírito de iniciativa, arrojo, comando, dinamismo, empreendedorismo, ação, virilidade, resolução, audácia, espírito de heroísmo, poder de liderança. Os defeitos de Marte são: cólera, raiva, violência, brutalidade, agressividade, imprudência, impaciência, impulsividade, temeridade, ira, presunção, ciúme, crueldade, bestialidade, egoísmo instintivo, espírito vingativo e briguento, cinismo, cepticismo.

Na Cabala, a Sefirah relacionada à Marte é Geburah, a Força e o Arcanjo que a rege é Kamael, que reina sobre os Serafins (ou Poderes), anjos de ação. Essa é a Sefirah da ação, da iniciativa e da liderança. Ela nos mostra que precisamos ter a coragem de agir para realizarmos nossos sonhos e alcançarmos nossas metas. Em nossa vida, além da ação, essa energia pode --e deve-- ser usada com disciplina e discernimento, duas qualidades inerentes a ela. De nada nos serve a coragem se não for contida e dirigida, e de nada nos serve a energia se ela for descontrolada. Para efetivar essa canalização, vamos desenvolver nossa capacidade de liderança, tomar iniciativas, arregaçar as mangas e 2015 será um ano frutífero e muito, muito bom para todos!

No reino mineral, Geburah rege o ferro e o aço e os glóbulos vermelhos de nosso sangue arterial.
Suas pedras preciosas são o rubi e a hematita e a sua cor é o vermelho. O cravo vermelho é sua flor principal, mas outras flores vermelhas podem ser usadas nos rituais esotéricos. É-lhe atribuído o número 5 e o seu dia da semana é a terça-feira.
Para atrair sua energia, podemos usar vermelho no Reveillon! E quem quiser arder sob o fogo da paixão em 2015, não deixe de usar roupa íntima vermelha e o amor não faltará!

Pesquise as Promoções de atendimento no SOMOSTODOSUM ou no meu site pessoal www.astrosirius.com.br e prepare-se para 2015. Para obter mais informações sobre minhas consultas de astrologia, tarot, mesa radiônica ou EFT*, entre em contato por email info@astrosirius.com.br ou pelo telefone no 11-3876-6127 (horário comercial). Me siga também no Facebook em Graziella Somaschini Marraccini. Você pode me enviar seus comentários ou dúvidas: vou adorar receber!

Que a Luz do Criador desça sobre nosso planeta para que reine a Harmonia, a Tolerância, a Paz e o Amor! Rezem pela Paz mundial. Uma boa semana a todos! SOMOSTODOSUM!

por Graziella Marraccini


Obrigado por votar

O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Consulte grátis

Mapa Astral   Tarot   Numerologia  


Sobre o autor
Graziella Marraccini é astróloga, taróloga, cabalista e estudiosa de ciências ocultas e dirige a Sirius Astrology. Atende em seu consultório em SP com hora marcada no horário comercial.
5 perguntas Frequentes, visite Canal do youtube e Facebook
Email: contato@astrosirius.com.br
Visite o Site do Autor

Veja também
Como fazer alguém gostar de mim?
Faça as pazes com Você


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa