Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Você sabe decifrar sua consciência?

Publicado dia 1/23/2004 1:58:10 PM em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

AS CORES TÊM UM PAPEL IMPORTANTÍSSIMO NISSO...

Se você ainda não sabe precisa aprender! Isso é, e será sempre um fator de grande importância no alcance da sua felicidade! Coisas muito comuns, como as cores ou os sons, têm um papel fundamental neste aprendizado que, conforme vai sendo assimilado, estimula em nossas vidas experiências maravilhosas! É muito importante compreender, por exemplo, que as cores interpretam nossas vidas. E muito mais do que imaginamos! É isso mesmo! Existe um código em nossa consciência que todos nós, seres humanos, temos que aprender a decifrar, mas que, ainda, muitos de nós desconhecem.
É simplesmente delicioso reconhecer esse código e compreender seu significado. Entretanto, é importante ressaltar que, aqui, não estou falando nos conceitos de cromoterapia, ou, nem mesmo atribuindo um significado às cores. Estou, sim, falando de uma metodologia apaixonante, muito diferente e interessante que “entende” as cores como freqüências de energia recebidas pelo sentido da visão. Aliás, não somente as cores, também os sons, os diferentes cheiros e sabores e as variáveis sensações do tato que são freqüências energéticas captadas pelos nossos outros órgãos sensoriais. Todas as freqüências recebidas por nós se relacionam entre si e fornecem, através dos sentidos, suprimentos específicos para cada um dos níveis da nossa consciência, mesmo que a gente não perceba ou não saiba disso. É uma condição natural e inevitável, inerente à nossa estrutura vital.

Cada pessoa, a cada estímulo, a cada nova vivência, em cada segundo de sua vida armazena uma história, guardando a síntese de suas experiências em um dos níveis da sua consciência. Estes “níveis” podem ser imaginados como gavetas, ou como um armário com algumas prateleiras. Mas, como compreender esse armário? Como reconhecer esta estrutura à qual chamamos de consciência? Pode ser e é bastante simples compreender. Imagine qual seria a sua reação se alguém lhe dissesse: ”Você não vive”! Ou, então: “Você não existe”! Esperamos que sua reação tenha apresentado a maior certeza possível de sua vida e existência, que você não tenha apresentado a menor dúvida quanto a quem você é, como e onde está e, ainda, que ao sentir-se questionado com tamanha estranheza, você tenha, acima de tudo, reafirmado sua CONSCIÊNCIA DE VIDA! Afinal, é claro, óbvio e real! Você, eu e todos nós vivemos e existimos! Temos e desenvolvemos aquilo que chamamos Consciência! Somos uma deliciosa e plena Consciência de Vida!

Na tentativa de reconhecê-la ou compreendê-la, questionamos: “Como é essa consciência? O que ela é? E o que nossos sentidos, as cores ou sons têm a ver com tudo isso”?

Bem, um conceito profundo como a consciência, pode ser compreendido com extrema simplicidade. Mas, será que isso é mesmo possível? Não deveria ser muito difícil compreender? Como algo tão grandioso pode ser de fácil entendimento?

Compreender a consciência dessa forma é simples, porque os conceitos que embasam essa comparação são verdadeiros! Quando falamos da verdade, todos aqueles de nós que conseguiram acessar - mesmo que pouco ainda - a essência da realidade da vida, sabem que tantas coisas são complicadas, por tantas pessoas, unicamente por pura ignorância. Não a ignorância no sentido pejorativo, mas sim, a ignorância que desconhece, que ignora a essência mais pura da vida! Esta essência da qual, ainda e infelizmente, somente temos e percebemos pequenos “flashes”, mas estes são tão poderosos em sua Divina sutileza que preenchem a alma de quem os vivencia com a plenitude de uma paz infinita! A verdade é, realmente, muito simples de ser compreendida e, acima de tudo, produz a Paz Interior. Para ser possível encontrá-la, basta que seja sentida através da nossa sensibilidade essencial... A sensibilidade que flui do nosso Eu Interior... Do nosso Ser mais profundo...

Por isso vamos pedir a você para simplesmente sentir... Daqui para frente, em todos os nossos artigos, sempre procure buscar um “Eco de Verdade” em SEU interior! Aliás, em tudo deve ser assim, sabia? Devemos ler qualquer texto, livros, revistas, assistir à TV ou ao filme no cinema, ouvir aquilo que nos é falado em tantas e diferentes formas e linguagens, simplesmente mantendo a atenção lá, dentro de nós mesmos, simplesmente buscando sentir a VERDADE ali contida ou pressentida!

Se lhe for possível pressentir, perceber a Verdade, abrace aquilo como parte de sua vida. Se sua sensibilidade lhe apontar erros, enganos, mentiras, afaste-se sem preocupar-se mais, prevenindo-se, somente, para que sua análise não tenha sido apoiada em idéias preconceituosas. E se num primeiro momento não lhe for possível definir-se quanto à verdade ou à mentira e você perceber dúvidas ou incertezas em seu coração, observe o que pressentiu e procure não estruturar preconceitos. Com a máxima abertura mental, passe a analisar, a pensar, a raciocinar sobre aquilo, a partir daquele momento e, em pouco tempo, de fato, você poderá reconhecer a verdade ou os motivos que, ali contidos, irradiaram a sensação desconfortável experimentada.

Então, vamos comparar nossa Consciência a um armário onde gavetas ou prateleiras guardam tudo o que vivenciamos em nosso dia-a-dia. As coisas boas e as coisas ruins. As coisas boas são bálsamos para nossa felicidade se permanecerem em nosso armário... Mas, as ruins, mesmo que já fatos esquecidos, só aparentemente deixam nosso armário e permanecem fazendo ali uma enorme bagunça, causando muitos conflitos e, no futuro, desenvolvendo desequilíbrios que atingem, até mesmo, o nosso corpo físico e a nossa saúde. Exatamente, essas coisas ruins que armazenamos nesse armário, são, em princípio, a causa básica de nossos bloqueios, de nossas doenças ou dos problemas que possam ocorrer em todas as áreas de nossas vidas. Ali, as coisas ruins permanecem nas sombras e vão interferindo negativamente em nosso dia-a-dia, em nossas ações e em nossas reações.

O mais complicado é que mesmo que seja possível esquecer os fatos vividos no passado, próximo ou distante, os desequilíbrios se instalam e permanecem, continuamente desenvolvendo Padrões de Consciência. Os Padrões ocasionam novos Bloqueios Pessoais que passam a causar, atrair ou gerar novos conflitos. Muitas vezes, quando colocamos a atenção, percebemos que as situações que enfrentamos parecem se repetir com uma certa freqüência, ciclicamente, quase em cadeia. Muitas vezes pode ser que a gente nem perceba, mas, essas repetições são ocasionadas pelas freqüências vibracionais dos padrões armazenados que estão habitando e crescendo em nosso armário.Quando a bagunça atinge nossa realidade, no cotidiano, de repente começa a parecer que no trabalho, por exemplo, as pessoas atuam perante nossas ações e terminam ou por nos condenar, ou desconsiderar, ou perseguir... Mudamos de emprego, não demora muito, tudo de novo... Ou, então, nossa realidade afetiva nunca se equilibra. Acabam-se os relacionamentos e enxergamos que era impossível, antes, imaginar que aquele alguém fosse capaz de agir assim... E, então, tentamos um novo relacionamento! Felizes da vida! ”...Pôxa, agora vai ser diferente...” Mas, repentinamente, passado um certo tempo, tudo se repete! Os conflitos da família nunca se resolvem... Todos procuram acertar! Mas, a cada momento alguma coisa acontece pra complicar, mesmo com todas as tentativas para melhorar... Por que é assim? Fica difícil suportar! O desânimo, a angústia, a tristeza, sempre antecedem os momentos onde ansiosamente e com grande expectativa esperamos mudanças e, por vezes, até um milagre!

Isso acontece porque as gavetas contaminadas provocam perdas energéticas. Enquanto perdemos freqüências, nosso nutrimento, em todos os níveis mais sutis, vai se consumindo e nossa realidade, então, acaba por se consumar como um grande estímulo aos vícios, às fugas, aos deliciosos e apetitosos alimentos ou àquele chocolate maravilhoso... entre tantas outras opções.
Algumas vezes, nessas situações, nossos quilos vão aumentando sem controle. Outras vezes, num calado pedido de socorro, procurando nos defender, nem queremos mais nos alimentar, perdemos o sentido de prazer, nada mais nos atrai... As conseqüências, cada vez mais vão atingindo todos os níveis de nossa consciência, ou todas as prateleiras do nosso armário. E isso porque essas gavetas se inter-relacionam e se representam umas nas outras. Por essa razão, o armário fica, inevitavelmente, cada vez mais bagunçado e, mesmo que o conflito primeiro, aquele lá de trás, nada tenha nada a ver com a vida sexual ou com a expressão profissional, ou com qualquer outro aspecto da vida, de repente, observamos que tudo está muito confuso e nós acabamos nos perdendo de nós mesmos.

Aqui chegamos na parte mais interessante desse armário. Em meio a toda essa confusão, interna e externa, como defesa natural, começamos a buscar suprimentos que substituam essas perdas de energia e - é assim, nesse momento - que nossos sentidos se transformam em ferramentas de captação das freqüências perdidas. O fantástico é que nossa mente se encarrega de fazer tudo isso sozinha! Assim, até sem perceber, vamos preferir, vamos escolher, vamos gostar mais ou vamos necessitar profundamente do estímulo de uma certa cor, de um certo sabor, de certas tonalidades sonoras e musicais, enfim, vamos num reconhecimento incrível e sutilmente codificado buscar suprir nossas perdas freqüenciais.

O mais interessante é que isso acontece natural e incondicionalmente em todos nós. É um processo, uma defesa natural de nossas mentes! Um CÖDIGO FANTÄSTICO que explica a causa de todos os nossos padrões, conflitos, sofrimentos, desequilíbrios, dificuldades e problemas em todas as áreas de nossas vidas! E, o melhor é que esse mesmo Código possibilita e fornece meios de se utilizar ferramentas para uma renovação pessoal. Torna-se natural a melhoria da saúde e o alcance da abundância em bens e benefícios! Algumas técnicas promovem a limpeza e organização das gavetas. Exercícios práticos, efetivos e deliciosos permitem a retomada do equilíbrio nas relações afetivas e familiares. O indivíduo se prepara para o seu crescimento profissional. Torna-se natural sua evolução espiritual. Sente-se mais tranqüilo, pois amplia seu senso de segurança... Enfim, natural e ciclicamente, passa a garantir sua felicidade!

Por vezes, sei que me excedo ao escrever sobre ou ao falar desse assunto. Entretanto, sei que isso ocorre porque sou simplesmente apaixonada por essa metodologia e por seus maravilhosos resultados que, por tantas vezes, chegaram a me emocionar profundamente. Quando procuro interpretar o meu código pessoal, manter o hábito de exercitar-me ou quando nos cursos e atendimentos ensinamos os conceitos e as técnicas que fundamentam esse aprendizado, o que mais me encanta é que, com uma surpreendentemente naturalidade, as coisas se esclarecem e tudo fica mais fácil, mais claro, mais preciso e prazerosamente lógico.

Após a tomada de consciência basta que se cumpram alguns passos e, em poucas seqüências e contínuas práticas... É incrível! É mágico! Delicioso! Emocionante! A evolução ocorre! Anos-luz, talvez! É um Divino Processo! E é para você, querido leitor, que estarei, nos próximos artigos, abordando esse processo, seus códigos e significados! Esse é o primeiro de alguns que, com muito carinho, vou escrever pra você. Te espero! Até lá...


por Isabel Romanello

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo


starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp

Sobre o autor
Isabel Romanello é Co-fundadora da Equilíbrio Essencial com
J. Ervolino Neto, que atuam como coordenadores de cursos, eventos
e como Terapeutas em atendimentos individuais e na área empresarial.
Descubra a cor de seu medo, clicando aqui.
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor






horoscopo


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa