Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

Emoções

Emoções Publicado dia 4/30/2009 3:25:45 PM em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

São elas, nossas emoções, as responsáveis pelas colheitas em nossas vidas. Obviamente que antes delas estão posicionados os nossos valores. Nossas crenças e tudo aquilo que entendemos ser importante para uma vida terrena. Crenças adequadas ou não... Não importa, são elas que nos guiam.
Nas empresas, é comum o conceito de que não se deve tomar uma decisão no corredor ou mesmo na ”porta do elevador”. Normalmente estas decisões são impensadas e desprovidas de conteúdo, a pressão do momento e a pressa ajudam a cometer erros.

Na vida de um ser humano as emoções são o grande vilão. Não importa como elas estão posicionadas no momento, se para o lado amoroso ou para o vetor da raiva, da decepção, da amargura ou até mesmo do ódio.
Perceberam que para o lado bom é só o amor e que no outro lado existem várias outras “famílias” de sentimentos e, consequentemente, de emoções? Pois é, se de um lado temos o amor, soberano, do outro temos uma cadeia enorme de possibilidades que nos arrastam para o lado negativo de nossas vidas. Não é o capeta que faz isso. São nossas atitudes incorretas... e depois colhemos os resultados.

Esta situação não se enquadra na dualidade explorada pelas religiões. Aqui temos um lado bom, positivo e correto, chamado de sentimento amoroso e do outro, no negativo, uma gama enorme de possibilidades.
Para o lado emocional ficar mais claro, é preciso que se aceite e entenda que nos acompanham, em uma encarnação, cinco corpos.

O Corpo Astral que é o que realmente somos. Seres divinos em processo de aprendizado e formação.
O Corpo Emocional que vem logo a seguir e que é responsável pela conduta de nossas emoções. Logo depois dele temos o Corpo Mental onde estão armazenadas as nossas condutas e verdades, desta e de vidas passadas. Este é o nosso arquivo. Certamente você já se deparou com situações em que sabia como fazer sem nunca ter executado, nesta vida, coisa semelhante. Isso é o seu arquivo de vidas passadas, sua memória adormecida.
Em seguida temos o Corpo Etérico, nosso “filtro” antes de chegarmos ao corpo que vemos, sentimos e tocamos. O nosso Corpo Físico.
Sem nos atermos muito a este tema, precisamos entender que existe uma cadeia de relacionamento que começa no Corpo Astral para se chegar ao Corpo Físico.
É vital, portanto, entendermos que o Corpo Emocional tem um desempenho fortíssimo em nossas atitudes.
É com ele que atingimos os demais estágios de nossa existência. É verdadeiro afirmar que dominar as emoções significa termos uma vida saudável, regrada e feliz.
Depois -e só depois de nossas emoções-, é que temos acesso aos nossos arquivos, que estão contidos no nosso corpo Mental. Obviamente, a conexão se dá em milésimos de segundos; portanto, é preciso cuidar do emocional para que as colheitas sejam profícuas e de acordo com o que se pretende realizar.

Se a emoção estiver alterada, é prudente não decidir. Com isso eliminamos a possibilidade de cometermos equívocos e até mesmo de errarmos.
Muitas doenças instaladas no corpo físico não são curadas porque os médicos se esquecem de analisar o emocional da pessoa. A medicina ainda não despertou 100% para esta verdade. Uma doença, antes de ser física, é ou foi emocional. É comum nos estados de depressão a pessoa ir ao médico, se submeter a uma enorme bateria de exames e nada ser encontrado.
Claro, a doença ainda não está instalada no corpo físico da pessoa.
Ser feliz, portanto, passa pelo correto cuidado de nossas emoções, de nosso centramento, de meditarmos (me+dita+ação).
Quem medita, faz yoga, dificilmente perde o controle emocional e, portanto, raramente toma decisões de maneira incorreta.
Quem medita, faz yoga e recita o Mantra: NAM-MYOHÓ-RENGUE-KYÓ tende rapidamente a se tornar uma pessoa centrada.
Não são as religiões que salvam. São nossas atitudes bem posicionadas frente às nossas emoções.

Sei que nos veremos
Beijo na alma

por Saul Brandalise Jr.


Obrigado por votar

O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Consulte grátis

Mapa Astral   Tarot   Numerologia  


Sobre o autor
Saul Brandalise Jr. é colaborador do Site, autor do livro: O Despertar da Consciência da editora Theus, onde mostra através das narrativas de suas experiências como extrair lições de vida e entusiasmo de cada obstáculo que se encontra ao longo de uma vida.
Email: sbj@bandsc.com.br
Visite o Site do Autor

Veja também
Como fazer alguém gostar de mim?
Faça as pazes com Você



Continue lendo
Quem leva quem? II
O vazio que a ausência provoca
Avô um ser divino, delicioso
Evoluo com amor

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa