auravide auravide

O mistério da vida nas cartas do Tarô - Parte 4

por Elisabeth Cavalcante
O mistério da vida nas cartas do Tarô - Parte 4 Publicado dia 10/03/2003 11:41:32 em Tarot

A viagem dos Arcanos Maiores é, na realidade, a viagem do Louco, a primeira das vinte e duas cartas. Acompanhamos o Louco e, de alguma forma mais profunda, também o somos, na medida em que ele emerge da escuridão da caverna maternal e se lança no desconhecido.

Nas cartas, encontramos as experiências fundamentais da infância – os pais conhecidos e os pais interiores do espírito e da imaginação – nas cartas do Mago, da Imperatriz, do Imperador, da Sacerdotisa e do Hierofante. Podemos reconhecer os conflitos e as paixões do adolescente dentro de nós, nas cartas dos Enamorados e do Carro.

Seguindo, iremos nos encontrar com os tribunais da vida, com os julgamentos, com os grandes desafios e as tomadas de decisões, nas cartas da Justiça, da Temperança, da Força e do Eremita. Atravessamos crises, perdas e súbitas mudanças de vida, pelas cartas da Roda da Fortuna e sofremos o desalento e o desespero, nas cartas do Enforcado e da Morte. Acompanhamos o Louco em confronto consigo mesmo, na qualidade do arquiteto da própria vida, nas cartas do Diabo e da Torre. E das trevas profundas, nasce então a esperança através das cartas da Estrela, da Lua e do Sol, quando a luz vence a escuridão e nos reconciliamos com a vida, pelas cartas do Julgamento e do Mundo.

As imagens das cartas do tarô são símbolos antigos e evocam experiências de vida, pertencentes à condição humana e ao nosso próprio destino. Todas as cartas possuem um significado ambivalente, indicando tanto as dimensões positivas quanto as negativas da experiência. Dos Arcanos Maiores, nenhuma das vinte e duas cartas pode ser considerada totalmente boa ou absolutamente ruim. Na realidade, pode-se considerá-las mais fáceis ou mais difíceis, dependendo do tipo de experiência que estejam retratando no momento.

Todas as cartas dos Arcanos Maiores são ritos de passagem. São estágios e processos dinâmicos e não simplesmente resultados ou quadros estáticos que permanecem inalterados. Cada estágio da vida conduz a um outro e, embora nos esforcemos muitas vezes para tentar manter as coisas ou fazer parar o tempo para que possamos desfrutar ainda mais de uma situação confortável, jamais o conseguiremos, pois não dispomos do poder de reter em nossas mãos o tempo que mais nos agrada.

E, assim, ao final da grande jornada, o Louco começa novamente uma outra, pois a cada objetivo atingido, a cada meta alcançada, podemos sentir que mais adiante existe uma outra meta para ser seguida, e que sempre teremos que perseguir um novo ideal, ou batalhar por mais um sonho, de forma que cada finalização, cada fechamento de ciclo, torna-se na verdade a preparação para algo ainda maior, e um novo ciclo se inicia outra vez.



Você já fez um atendimento ao vivo com um especialista em Tarot? No link abaixo o Somos Todos UM pode te indicar uma ótima plataforma, segura e barata de atendimentos online: O Auravide
tarot


Leia Também

O mistério da vida nas cartas do Tarô - Parte 1

O mistério da vida nas cartas do Tarô - Parte 2

O mistério da vida nas cartas do Tarô - Parte 3


Sobre o autor
elisa
Elisabeth Cavalcante é Taróloga, Astróloga, Consultora de I Ching e Terapeuta Floral.
Atende em São Paulo e para agendar uma consulta, envie um email.
Conheça o I-Ching e Faça uma consulta online
Email: elisabeth.cavalcante@gmail.com

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa