Home > Autoconhecimento

O complexo de vítima

por Elisabeth Cavalcante

O complexo de vítima

Uma das maiores armadilhas a que o ego nos expõe é a prática do vitimismo. Muitas pessoas buscam atenção contando seus problemas até mesmo para desconhecidos.

Pessoas inseguras têm dificuldades em obter reconhecimento por seus méritos e qualidades. A raiva que elas alimentam por se sentirem inferiores, pode ser o detonador do hábito do vitimismo. Ao invés do isolamento, elas querem exposição, pois só assim terão a oportunidade de serem ouvidas.

Fazer alarde sobre doenças reais ou imaginárias, opinar sobre questões alheias sem que isto lhe tenha sido solicitado, de modo a demonstrar que seus problemas são piores, são práticas comuns daqueles que necessitam chamar a atenção sobre si.

Tentar conquistar o afeto alheio se vangloriando de conquistas materiais, conhecimentos, aparência física, também são armadilhas em que o ego nos coloca para que nos sintamos importantes e, assim, tenhamos uma compensação para a nossa baixa auto-estima.

É essencial que nos mantenhamos alertas para perceber quando estamos sendo vítimas desse padrão inconsciente de comportamento.

Cultivar a confiança em nosso poder, e praticar a observação atenta de nossos pensamentos e sentimentos, é a única maneira de evitar que o vitimismo se torne nossa única maneira de atuar no mundo.

"As pessoas seguem falando a respeito de suas misérias, repetidamente. Elas até mesmo exageram, elas enfeitam, elas fazem com que as suas misérias pareçam ainda maiores... Por quê?... A miséria é tudo o que elas têm conhecido; isso tem sido a vida delas. Nada têm a perder, mas com tanto medo de perder...

...A pessoa simplesmente espera, e desperdiça sua própria vida.

...Se você puder ver o ponto, que você está miserável dentro de um certo padrão de vida, e que todas as velhas tradições dizem: você está errado. Eu gostaria de dizer... Você não está errado! É só o seu padrão, a maneira de viver que você aprendeu é que está errada.

As motivações que você aprendeu e aceitou como suas, não são suas. Elas não irão realizar o seu destino. Elas vão contra a sua essência, elas vão contra o que lhe é elementar. Lembre-se disso: ninguém mais pode decidir por você.
Osho





Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   Numerologia  
 
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp



Elisabeth Cavalcante é Taróloga, Astróloga,
Consultora de I Ching e Terapeuta Floral.
Atende em São Paulo e para agendar uma consulta, envie um email.
Conheça o I-Ching
Email: elisabeth.cavalcante@gmail.com
Visite o Site do Autor
Publicado em: 14/03/2019 07:46:19

Veja também
Seja paciente consigo, as mudanças requerem tempo para nossa adaptação
Por que Deus não me responde?
O Poder das Decisões
Lidando com as oscilações em nosso caminho
Diga não às vozes em sua cabeça
Por que é tão difícil mudar?


Deixe sua opinião sobre este artigo


© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


Energias para Hoje
quinta-feira, 18 de julho de 2019

energia
I-Ching: 13 – TUNG JEN – COMUNIDADE COM OS HOMENS
A união e a confraternização trazem sucesso. Unindo-se a outros, você poderá realizar coisas importantes.


energia
Runas: Isa
Espere o momento oportuno, planos em suspenso.


18
Numerologia: Compaixão
Diga uma palavra terna, faça uma boa ação, enriqueça a vida dos que estão à sua volta com um gesto de carinho. Compartilhe generosamente seu conhecimento, seja compreensivo e ofereça ajuda.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes





Siga-nos:   Facebook   Twitter   Instagram   Youtube
© Copyright 2000 - 2019 Somos Todos UM - Mapa do Site | Política de Privacidade
Site Parceiro do UOL Universa