auravide auravide

Astros e corridas


“Batizada sob o signo de Aries, a Ferrari 2002 de Shumacher terá muita sorte”

Assim começa o artigo da jornalista italiana Elisabetta Rosaspina, publicado neste domingo pelo jornal milanês CORRIERE DELLA SERA (um dos mais respeitados jornais italianos). Mas, o que tem a ver uma Ferrari com a Astrologia? Muito.

Explico.

Ao encontrar Elisabetta na sala de mídia do Grande Prêmio do Brasil de F 1, que aconteceu no domingo dia 31 em São Paulo, surgiu a idéia de fazer o Mapa astral dos dois carros que a Ferrari estava preparando para a corrida. Naturalmente, este mapa, para ter mais exatidão, precisaria ser analisado comparativamente também com os mapas dos pilotos que estavam dirigindo a `máquina`, pois existe uma interação entre o produto e o responsável pelo sucesso do produto. Neste caso, nem somente os pilotos, mas também os mecânicos, projetistas, etc. etc. Mas como isso demandaria muito tempo e seria complexo demais, resolvemos nos ater à analise do Mapa dos próprios carros.

A astrologia oferece uma análise que pode ser interessante, quando alguém pretende lançar um novo produto no mercado. Na Astrologia Empresarial, não somente podem ser analisados os mapas dos sócios ou dos dirigentes de uma empresa, mas o `nascimento` da própria sociedade, e também o momento ideal do lançamento do produto. Escolhendo o momento astral adequado ao produto, este terá seguramente mais chances de sucesso.

Assim, ao voltar no dia seguinte com as informações sobre os carros, apresentei a Elisabetta meu `diagnóstico`. Foram analisados dois tipos de Mapas. Para a Ferrari 2001, pilotada por Rubens Barrichello fizemos a análise do mapa de sua apresentação ao público, em 29 de janeiro de 2001, em Maranello, Itália, e do mapa de sua estreia em corrida, em Melbourne, Austrália, no dia 2 de março de 2001. Fizemos a mesma análise para a Ferrari 2002, apresentada ao público em 06 de fevereiro de 2002, sempre na Itália, e com estreia marcada para o domingo dia 31 de março em Interlagos, São Paulo.

Ambos os carros foram apresentados ao público sob o signo de Aquário, coincidentemente, este signo é tradicionalmente associado às invenções, ao progresso, às coisas arrojadas e de vanguarda. A Ferrari 2001 com o Sol em conjunção com Urano e Netuno e a Lua em Áries em conjunção com Vênus no signo de Peixes. A Ferrari 2002, com o Sol em conjunção com Urano e Vênus em sextil com a Lua conjunção Plutão. Assim, a segunda é mais bela e arrojada, e terá mais poder sobre o público que a primeira, que se envolveu em acidentes logo na saída e até mesmo em treinos (quadratura de Urano com Saturno e Júpiter de um lado e Marte do outro). A segunda, nasceu sob a proteção de Vênus.

Porém, a estreia das duas Ferrari na pista, aconteceu sob dois signos diferentes. A Ferrari 2001 estreou sob o signo de Peixes, e com Marte em conjunção a Plutão, daí a destruição do primeiro modelo. O signo de Peixes, não é seguramente adequado para a estreia de um carro, o seria porém para o lançamento de um barco ou navio. De fato, a Ferrari 2002, apresentou problemas no combustível ou no fluido dos freios, durante a corrida de domingo. Astrologicamente os fluidos são regidos por Netuno, regente de Peixes.

A Ferrari 2002 estreou sob um astral mais feliz: o signo de Áries é tradicionalmente ligado aos esportes e às competições, rege as vitórias e as conquistas, e o Sol encontra-se neste signo neste momento. A Lua, atualmente no signo de Balança, que é regido por Vênus, está em bom aspecto a Urano, e indica a possível paixão do público por este magnífico carro, tão belo e tão arrojado no design. A quadratura do Sol e de Júpiter, pode indicar gastos excessivos e entusiasmos exagerados no início e que poderão decepcionar em seguida. Mas, o aspecto mais intrigante do mapa desta Ferrari 2002 está relacionado à oposição de Saturno e Plutão. Em astrologia mundial, os maus aspectos de Saturno são ligados aos defeitos de produtos, causa de tantos recall recentes especialmente na indústria automobilística. E Plutão, - Ah, este Plutão! - significa destruição.... Plutão rege tradicionalmente os produtos do subsolo, como o petróleo e seus derivados.

Mas, apesar de tudo, parece que Vênus foi mais forte, pelo menos por enquanto. Quanto ao efeito Plutão: vejam o problema com os pneus que causou tanta polêmica neste Grande Prêmio: primeiro por causa do protesto dos concorrentes pelo fato da Ferrari ter trazido para Interlagos mais pneus do permitido, e depois, no primeiro dia de treinos, com a quantidade de pneus furados.....

Mas os problemas não irão acabar aí... A Ferrari 2002 terá problemas com combustível, e possíveis defeitos nas peças mecânicas.

E assim, com a visão da Ferrari 2002 enchendo meu coração de “vermelho paixão” (desde quando bem pequenininha ia para Monza com meu pai!) desejo muita, muita sorte para que ela conquiste sempre mais prêmios, poles positions e campeonatos. Para seus pilotos, o ambicioso capricorniano Shumacher, e o tão injustiçado taurino Rubens Barichello, desejo que consigam levar esta “macchina rossa” para muitas, muitas conquistas.


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


graz
Graziella Marraccini é astróloga, taróloga, cabalista e estudiosa de ciências ocultas e dirige a Sirius Astrology. Conheça meus serviços on-line
5 perguntas Frequentes, visite Canal do youtube e Facebook
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Astrologia clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa