auravide auravide

Em tempos de Plutão em Capricórnio

por Graziella Marraccini
Publicado dia 13/11/2008 16:22:10 em Astrologia

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Já havia escrito e publicado um artigo no nosso site sobre a mudança de signo desse que é considerado pelos astrônomos um ‘planeta anão’ mas que para a astrologia continua tendo o mesmo significado do arquétipo que ele representa, ou seja, o senhor das trevas, o grande transformador. (Leiam o Mundo em Branco e Preto).

Pouco sabemos dos efeitos reais que este planeta, Plutão, (que, apesar de ser considerado ‘anão’ pelos astrônomos, contém ainda todo seu potencial arquetípico) poderá causar em sua passagem pelo signo de Capricórnio. Podemos somente deduzi-lo já que, em sua revolução total, o planeta leva 247 anos para entrar num signo novamente e nem temos muitos registros dos acontecimentos de 247 anos atrás. Precisamos voltar na história para compreender seu efeito sobre nosso planeta, mas mesmo assim, como os outros planetas não se encontravam nos mesmos lugares em que se encontram hoje em dia, não estaríamos examinando o Todo da mesma forma. Então, o que eu posso deduzir é que, seja as qualidades que os defeitos relacionados com o signo de Capricórnio tenderão a se radicalizar, já que Plutão agirá como um ‘divisor de águas’, um radicalizador, mas também um transformador, um ‘ponto de mutação’.

Há algumas semanas o psicólogo e colaborador do STUM, Flavio Gikovate escreveu um belíssimo artigo em que dizia: “A corrida consumista acabará. Ser muito apegado aos bens materiais voltará a ser visto como coisa fútil e menor. É provável que uma visão mais clara das questões metafísicas e religiosas trará aos nossos espíritos um certo tipo de alívio e serenidade que desconhecemos”. Pois este é, a meu ver, um ‘efeito plutoniano’ no signo de Capricórnio.

O simbolismo de Escorpião, cujo regente atual é Plutão, tem relação com a energia em todos os seus aspectos, matriz energética, matéria escura, anti-matéria, portais energéticos, sexualidade e todas as manifestações de poder, derivados do uso da energia universal em todos os campos, materiais ou não. Portanto, durante a passagem de Plutão em Capricórnio assistiremos no mundo inteiro a debates sobre as relações de poder, das estruturas de poder estabelecidas sobre padrões anti-ecológicos que acabarão se modificando para poder sobreviver. Os novos poderosos serão aqueles empresários, investidores, políticos e líderes que estiverem em consonância com os novos padrões ecológicos. Por exemplo, qual seria o efeito da fabricação em escala industrial e preços acessíveis de carros movidos à água, a hidrogênio ou de bio-combustíveis, em relação às estruturas de poder montadas ao redor do petróleo?

Por outro lado, o signo de Capricórnio é astrologicamente ligado ao mundo da política, aos postos elevados nas firmas e organizações multinacionais, aos ministros de estado e altos funcionários, aos diplomatas e tem relação com as minas, as montanhas, as riquezas da terra, aos bens materiais e ao status social. Vejo na recente eleição de Barack Obama à presidência dos EUA também um sinal plutoniano. Transforma-se assim o líder da maior potência mundial que, no entanto, precisará ‘fazer mudanças’ para conseguir sobreviver ao tsunami econômico causado pela má administração bancária e imobiliária. O fato de Capricórnio ser regido por Saturno, cuja cor em Briah (ver os artigos sobre Cabala no meu site) é o negro, não é por mero acaso, mas sim por sincronicidade astral!

Há um elemento a mais a ser considerado aqui: em outubro de 2012 Saturno entrará em Escorpião, (signo regido por Plutão), enquanto que Plutão estará em Capricórnio, (signo regido por Saturno) e os dois planetas formarão entre si uma conjunção, ou seja, entrarão em estado de tensão. Essa situação - chamada de ‘regência mutua’ - cria um canal mais amplo de troca, onde a energia é transmitida com mais intensidade, quase como num profundo choque, possibilitando então essa mudança de paradigmas de que tanto precisamos, neste mundo em transformação. O modelo capricorniano de nossa estrutura social será inteiramente transformado: As pessoas não buscarão mais o status social e se voltarão para a pesquisa interior, o conhecimento interno, para superar medos e terrores que nossa sociedade moderna só fez agravar com seu consumismo exacerbado! Como disse Flavio Gikovate, precisaremos desenvolver uma visão mais profunda das questões metafísicas e até religiosas para sobreviver ao terror proveniente das mudanças em que a terra estará envolvida. Nosso planeta estará na linha de fogo entre Saturno e Plutão. Vamos nos preparando então para não sermos pegos de surpresa. Podemos começar desde já a desenvolver valores outros que os materiais!

Desde já, considerando que estamos agora atravessando o signo de Escorpião, podemos sentir essa ‘pressão’ exercida por essa mudança de clima que Plutão está provocando: Você não sente que não agüenta mais e que você precisa dar um tempo, escapar da situação para aliviar a tensão? Quando o Sol se encontra em Escorpião entramos numa panela de pressão e é normal que as explosões acabem fazendo algum estrago. Sem válvula de escape a panela explode, literalmente! Por essa razão, dar um tempo, tomar um ar, uma distância para esfriar a cabeça e avaliar o acontecimento com tranqüilidade será imprescindível para a nossa sobrevivência. Vá ao cabeleireiro, vá passear num shopping, espaireça no cinema ou no teatro, ou faça ginástica numa academia, não importa qual seja sua escolha, mas, principalmente, ‘dê um tempo’, caso contrário você poderá radicalizar as situações a ponto de não poder mais consertá-las! Não se sinta culpado por sentir vontade de largar tudo e ir passear: é uma reação natural ao estado de pressão excessivo.
Eu sonho com uma ilha deserta...

O lado positivo dessa situação é que ela nos oferece os meios para fazer modificações em nossa vida. Vamos modificar nossa maneira de consumir ou de consumir desenfreadamente, sem ao menos nos perguntar se realmente precisamos de tudo aquilo que compramos! Vamos modificar nossa maneira de agir com o próximo, lembrando que não devemos julgar para não sermos julgados. Podemos nos envolver mais com as causas ecológicas e sociais de maneira a contribuir para essa grande mudança de que o mundo tanto precisa. Lembre-se que estamos todos unidos num só destino e cabe a cada um de nós efetivar as modificações que desejamos venham a acontecer neste mundo!

Na próxima semana publicarei a analise do mapa astral de Barack Obama!
Uma boa semana a todos!


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
graz
Graziella Marraccini é astróloga, taróloga, cabalista e estudiosa de ciências ocultas e dirige a Sirius Astrology. grabnn Atende em seu consultório em SP com hora marcada no horário comercial.
5 perguntas Frequentes, visite Canal do youtube e Facebook
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa