auravide auravide

A mão: Um carimbo de Deus


Graças à harmoniosa cooperação de 27 ossos, dúzias de músculos e milhões de nervos, a mão humana é uma obra divina em termos de design e funcionamento, que criou toda a nossa civilização e cultura. Com elas, pode-se realizar a mais delicada cirurgia cerebral, tocar instrumentos musicais emitindo sons de extrema beleza ou modelar granitos.

As mãos expressam o nosso amor, sensibilidade, necessidades e o desejo de aprender e experimentar a vida.

Os antigos rishis (sábios) da Índia, no decorrer de milhares de anos de observação empírica, descreveram que todos os aspectos da vida humana - físico, psicológico, emocional e espiritual - se refletem nas linhas e sinais das mãos. Entretanto, ao contrário da cor dos olhos ou da pele, os traços das mãos não são determinados somente pela genética. As mãos podem nos alertar acerca dos nossos dons positivos, dos nossos desafios e pontos fracos, aqueles que sempre irão colocar em "cheque mate" as nossas possibilidades de vitória.

"As linhas não estão escritas nas mãos humanas sem razão; elas provêm de influências celestes e da própria individualidade do homem" - De coelo et mundi causa – (Sobre a origem do Céu e da Terra de Aristóteles)

A Bíblia oferece muitas referências à mão humana e seu significado:
- Jô 37:7 - "Um selo Ele coloca na mão de cada homem, para que reconheça cada um a Sua obra".
- Provérbios 3:16 - "Em sua mão direita, uma dilatada vida; e em sua mão esquerda, riqueza e glórias".
- Êxodo 7:5 - Fala da mão como significando a presença e o poder de Deus.
- Esdras 7:9 - Como sinal de sua benevolência.
- Isaías 8:11 - Retrata a mão como veículo dos pensamentos e desejos de Deus: "Pois o Senhor me falou assim, com sua pesada mão, prevenindo-me a não seguir o caminho deste povo..."

As mãos de Cristo foram freqüentemente retratadas com luz purificante e curativa irradiando delas: os famosos milagres realizados através da imposição das mãos. E, verdadeiramente, existem pessoas que apresentam um sinal na(s) mão(s) que lhe dá importante papel na arte de curar.
Entretanto, a maioria das pessoas não se detém para analisar suas mãos, que são vitais, em conjunção com o cérebro, para expressar quem somos.

A partir dos 12 meses, as mãos começam a expressar as nossas emoções mais profundas. Embora a maneira de caminhar, a expressão facial e a postura corporal expressem em certa medida o nosso íntimo, as mãos são muito mais expressivas, específicas, e podem refletir a essência de nossas vidas com maior profundidade e precisão do que qualquer outra parte do corpo.

Tal fato impressionou tanto o eminente psiquiatra Carl Jung, que ele decidiu empenhar-se no estudo da psico-quirologia. Na introdução que fez para o livro The Hands of Children (As Mãos das Crianças), de Julius Speer, Jung escreveu:

... As mãos, cuja forma e funcionamento estão ligados tão intimamente à psique, poderiam fornecer expressões reveladoras, e portanto interpretáveis, de peculiaridades psicológicas, ou seja, do caráter humano.

Como nosso instrumento básico de tato, a mão desempenha um papel preponderante no condicionamento do cérebro, emoções e corpo para desenvolver certas respostas ao mundo que nos cerca. Além disso, sendo um espelho da constituição genética inata, as mãos podem também revelar alterações de saúde, equilíbrio emocional, aptidões e talentos, que são determinados pelo modo como respondemos aos nossos desafios.

Felizmente, as linhas e outras características das mãos mudam, nos fornecendo uma oportunidade especial para monitorar o caminho, enxergando o passado e o presente com lentes de aumento, e criando possibilidades de interferirmos positivamente em nosso futuro.

A Quirologia é uma ciência empírica, que se baseia nas informações repetidas ao longo do estudo das mãos durante milênios, de milhões de indivíduos. Assim, como a humanidade está sempre em transformação e expansão, ela segue sendo, apesar de milenar, uma ciência jovem e em constante desenvolvimento que:

1. Ajuda as pessoas a desenvolverem o autoconhecimento num nível mais profundo. Indica as forças e fraquezas, aponta lições que precisam ser aprendidas, e revela importantes questões íntimas inadiáveis. Mostra que o conflito tem um propósito benigno ajudando a desenvolver a sabedoria, a coragem e a experiência.

2. Oferece uma perspectiva mais objetiva e real sobre a vida. Ela vai além dos limitados padrões e projeções do ego, fornecendo uma idéia de onde estamos e para onde estamos indo se continuarmos agindo da mesma forma.

3. Mostra como a natureza psicológica básica pode indicar o que é necessário para se conseguir um maior senso de harmonia e serenidade.

4. No momento em que a Quirologia confirma com freqüência nossos sentimentos mais íntimos, e nossas percepções intuitivas básicas, proporciona imediatamente maior autoconfiança e auto-suficiência. Tal fenômeno nos possibilita encarar a vida com mais otimismo e determinação.

5. Habilita a pessoa a determinar com mais assertividade, os tipos de atividades e relacionamentos que lhe proporcionarão maior prazer, interesse e realização pessoal.

6. Revela como as nossas experiências se encaixam num padrão global de eventos que constituem a estrutura ou plano básico da vida. Ajuda a encarar a vida muito mais como uma aventura a ser vivenciada, do que uma série infindável de problemas, obstáculos e punições.

7. Habilita aqueles a quem aconselhamos a entrarem em contato com sua essência mais profunda, que vai muito além da consciência do ego. Assim, ela aproxima a pessoa de seu manancial de força e sabedoria interior, fortalecendo sua coragem para lidar com os momentos de maior dificuldade.

8. Para aqueles que estão seriamente dispostos a desenvolver seus conhecimentos com a Quirologia, direcionando-os para ajudar pessoas, ela servirá para estabelecer um contato mais profundo com seu próprio ser, potencializando a sua intuição, sabedoria e compaixão na realização de seu trabalho.Estudo de Caso:

Léo é um rapaz de 21 anos cuja família e amigos, de alguma forma, cobravam dele uma definição quanto à sua carreira profissional. Afinal, aos 21 anos, costuma ser comum que adolescentes da classe média já estejam freqüentando algum curso de nível superior.

Mas Léo chegou ao atendimento buscando direcionamentos para a sua vida profissional. Não sabia que carreira escolher. Não se sentia tranqüilo para decidir.

Entretanto ao carimbar suas mãos, imediatamente percebi seus dedos naturalmente nodosos (mesmo que isentos de artrite), dedos mais para longos e com a falanginha (a falange média) de todos os seus dedos, maior que a média.

Com estas características, e algumas outras que confirmavam, veja como funciona o universo interno de Léo:

- Busca as raízes e origens de tudo. Nenhum aprendizado se lhe dá em nível superficial. Se dedica em tudo de forma perfeccionista, visando a ordem, qualidade e limpeza.
- Seu estado natural: muito reflexivo, analítico, observador, profundo e espiritualizado.
- Apresenta dons para estudar a humanidade, os mistérios, as religiões, a filosofia e a literatura.
- Necessita constantemente de espaço próprio, onde o silêncio e a paz, fundamentais para a reflexão, devem estar de qualquer maneira presentes.
- Ama a sua própria companhia e por isso não teme ficar só. Tende para a vida solitária e usa seus momentos para a contemplação e reflexão.
- Não se deixa seduzir pelas aparências, ama a justiça e a verdade, sendo equânime em seus julgamentos.
- Busca independência e perfeição e profissionalmente tem todas as qualidades para se destacar como: cientista, pesquisador, terapeuta, monge, asceta ou filósofo.

Assim, fica explicado o porque de mesmo sob pressão, tendo apenas 21 anos (idade muito influenciável pelos pais e grupos sociais), Léo não sucumbiu ao chamado das pressões porque não tinha claro dentro de si sobre que profissão seguir.
Mesmo sofrendo, optou por dar-se tempo para encontrar as respostas. Aliás, ele até se inscrevia em concursos, mas não conseguia passar. Por que? Porque não tinha a certeza no coração.

De qualquer forma, 15 dias após nosso atendimento, Léo conseguiu passar para uma Faculdade de Naturopatia direcionada para biomédica, carreira que certamente irá realizar com muita satisfação.
E, com o reconhecimento desta sua natureza, Léo irá selecionar com muito mais serenidade, confiança e consciência todas as pessoas mais adequados para relacionar-se ao longo de sua vida.

Saiba mais:
- Curso básico de Quirologia
- Palestra de Quirologia


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 5


trucom
Conceição Trucom é química, cientista e escritora sobre Alimentação Baseada em Plantas, considerada como Alimentação do Futuro: vitalizante e regenerativa.
Portal: www.docelimao.com.br
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Corpo e Mente clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa