Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

Comunicação: A importância da flexibilidade

Comunicação: A importância da flexibilidade Publicado dia 8/9/2000 10:31:47 AM em Corpo e Mente

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

A Programação Neurolingüística parte do princípio de que a responsabilidade da comunicação é de quem emite e não de quem recebe a mensagem. Isto quer dizer que não faz sentido falar: eu expliquei direito, ele é que não entendeu. Se você realmente deseja que a outra pessoa apreenda o que você expressa, é importante desenvolver o mais possível a sua capacidade de se comunicar.

Sabe aquela mãe que diz, desesperada: "eu já falei 500 vezes, ele não me obedece"? Provavelmente ela falou as 500 vezes do mesmo jeito. Se nas três primeiras já não deu certo, porque repetiu igualzinho mais 497?
A flexibilidade é um elemento fundamental para a pessoa que deseja ser um bom comunicador. É importante perceber o impacto que a mensagem provoca e mudar, se a gente não atingiu o resultado que queria.

Um rapaz, que queira agradar uma moça, faz um elogio sobre a roupa dela e percebe que ela fica irritada. Isso foi ou não um elogio? Não foi. O significado da nossa comunicação é a resposta que ela produz, independente da nossa intenção. Nesse caso, a comunicação foi uma ofensa. É importante que o rapaz tenha flexibilidade para buscar outras maneiras de elogiar que sejam percebidas como tal. Ele também aprendeu duas coisas: o que não fazer quando quiser elogiar e o que fazer quando quiser chatear.

Isto nos leva a outro pressuposto da PNL: em comunicação não existem erros, fracassos; existem resultados. Pode acontecer e muitas vezes acontecem deles serem diferentes do que queremos alcançar. Eles nos ensinam também, se pudermos encará-los desta forma. Nunca aconteceu de você, dirigindo, pegar ruas erradas, se perder e acabar aprendendo sem querer um itinerário novo que vai ser útil pouco tempo depois? Pois é, se você olhar para os "fracassos" dessa forma, muito aprendizado pode ser acumulado.

É aqui que a flexibilidade entra, para que a gente, ao perceber que não atingiu o objetivo que queria, fazer algo diferente do que vinha fazendo antes. Mesmos pensamentos, mesmas ações são igual a mesmo resultado. Não fique esperando a outra pessoa mudar (pode ser que ela nem queira). Se algo não está acontecendo do modo como você deseja, pense primeiro no que você pode fazer de diferente. (veja Dicas para aumentar Flexibilidade).

por Marilia Reis


Leia Também

Dicas para aumentar a Flexibilidade


Obrigado por votar

O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Consulte grátis

Mapa Astral   Tarot   Numerologia  


Sobre o autor
Marilia Reis é Psicóloga e trabalha com Programação Neurolinguística. Atende adolescentes e adultos em seu consultório em São Paulo. Conheça o interativo de PNL
Email: reis.marilia@terra.com.br
Visite o Site do Autor

Veja também
Como fazer alguém gostar de mim?
Faça as pazes com Você



Continue lendo
Faça as pazes com Você
Quem leva quem? II
O vazio que a ausência provoca
Avô um ser divino, delicioso

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa