auravide auravide

O autoconhecimento por meio do estudo das mãos


O objetivo da Quirologia (quiro=mãos + logia=estudo) é colaborar para a evolução do indivíduo, estabelecendo um equilíbrio em todas as áreas da vida mediante o aumento do autoconhecimento.

O processo de esclarecimento no trabalho da leitura das mãos pode ser comparado a um passeio por uma floresta. Podemos seguir em frente sem ter um objetivo definido e ir tomando as trilhas e caminhos que nos parecerem mais sedutores. Talvez seja a maior aventura de nossa vida, ou nos tornemos completamente perdidos. Entretanto, se tivermos um mapa, ele não nos impedirá de tomar o caminho que nos parecer mais interessante, mas sempre saberemos onde estamos e para onde estaremos indo.

A Quirologia é o mapa que consultamos em nosso passeio pela vida. O estudo das características das mãos, com suas linhas e sinais nos permite ver onde estamos sob os aspectos físico, emocional, espiritual e intelectual. Podemos também saber em que direção "tendemos" a caminhar. A leitura das mãos pode nos mostrar os possíveis obstáculos ao nosso progresso, que podemos evitar ou transformar, se previamente avisados e assim o desejarmos.

A maioria das pessoas, em maior ou menor grau, reage fisiologicamente às emoções. Existe um vínculo evidente entre a mente e o corpo. Às vezes funcionando de forma consciente, outras vezes nem tanto. E, esse vínculo é idealmente observável através do estudo das mãos.
Assim, no decorrer dos séculos a ciência da Quirologia cada vez mais transformou-se num instrumento de esclarecimento e autoconhecimento, pois à medida que uma pessoa caminha pela vida, as linhas, sinais, cor, conformação dos dedos e unhas e formas das mãos se modificam em resposta a mudanças positivas ou negativas em determinadas áreas da sua vida.

Observamos também que a Quirologia está estreitamente ligada à Astrologia, quando considera e estuda os efeitos dos corpos celestes nas mãos. Neste caso, como todos os astros apresentam aspectos positivos e negativos, este esclarecimento nos ajuda a usar desta sabedoria para interferir positivamente na reconstrução de nossos pensamentos e atitudes.

OS 3 NÍVEIS DE CONSCIÊNCIA

O corpo físico já nasce neste mundo equipado com os 5 sentidos, e é por causa desses sentidos que o corpo é considerado denso. Ou seja, os cinco sentidos dependem da matéria para se manifestarem.

Consideremos o fato de que, enquanto indivíduos, em geral não exercemos controle sobre os nossos sentidos e os diversos impulsos, desejos e apegos a eles associados. Por isso, embora sejam essenciais para a vida humana e para a evolução da consciência, o corpo pode se transformar num tremendo perigo, que dificulta a realização do equilíbrio emocional que nós nascemos para atingir.

Para desenvolver este equilíbrio é absolutamente necessário que você busque desenvolver a sua conexão com suas verdades e valores internos, que trazem a paz, a ponderação, o discernimento, a serenidade e o amor incondicional.
Isso depende de você aprender a confiar na sua intuição (sexto sentido, que é sutil e não físico) e no seu espírito - ou superconsciência - dentro do qual existe uma poderosa força de luz e sabedoria. E somente dentro desta consciência se torna possível fazer uso dos 5 sentidos, sem contudo se tornar escravo deles.

A mente, na posição singular de intermediária entre o espírito e o corpo, podem unificá-los ou mantê-los isolados. O verdadeiro poder da mente reside em sua capacidade de se tornar o instrumento perfeito pelo qual a luz do espírito poderá iluminar, integrar e sutilizar o corpo físico.

No Bhagavad Gita, Krishna diz a Arjuna: "A mente pode se tornar o nosso melhor amigo ou o nosso pior inimigo". Em última análise, é a mente mesma que decide se ela vai nos integrar por dentro ou se vai nos manter ocupados com o mundo da dualidade, com os seus ciclos intermináveis de prazer e dor.
Quando você aprende a integrar nos pensamentos, o espírito e as atitudes do corpo físico (ou níveis de consciência), você se torna íntegro, equilibrado e cheio de harmonia.

Na palma da mão você pode ver a interação desses 3 níveis de consciência:
1. Os montes - aquelas várias "almofadinhas" - representam fragmentos individualizados do superconsciente (o Espírito).
2. As linhas maiores (do Coração, da Cabeça e a da Vida) correspondem ao seu nível subconsciente.
3. As linhas menores ou secundárias (do Destino, do Sol, de Mercúrio, etc.) representam a capacidade consciente de extrair toda a riqueza das energias subconscientes e superconscientes que se escondem dentro de você.

Se a mão for concebida como um mapa da mente, as colinas e vales dos montes serão o terreno - o solo vivo da superconsciência. Em qualquer pessoa, algumas dessas zonas podem ser férteis e bem formadas, outras podem estar exauridas e outras ainda podem ser até malignas e traiçoeiras. Algumas podem ser muito áridas, outras muito úmidas. Algumas podem estar mudando de uma condição a outra; outras podem ter permanecido no mesmo estado desde há muitas eras.

As linhas maiores e menores das mãos são comparáveis a estradas - caminhos que a energia do pensamento pode percorrer. Cada linha atravessa uma determinada parte da palma começando e terminando em montes específicos. A qualidade da linha, sua eficácia e a regularidade da viagem que se faz sobre ela são influenciadas pela natureza do terreno sobre o qual ela foi construída. Uma linha que passa por montes bem desenvolvidos dará resultados melhores do que uma linha que cruze montes desenvolvidos sob aspectos negativos.
Para ser capaz de interpretar as linhas - e os efeitos delas sobre os seus relacionamentos - é essencial que você compreenda os montes que estão debaixo delas.UM BATE PAPO IMPORTANTE

O estudo das mãos é um assunto que sempre atrai curiosidade. Muitos livros foram escritos para capacitar o homem na leitura das mãos, ou melhor dizendo, na arte de desvendar os mistérios humanos através da leitura das mãos. Mas, na grande maioria, o assunto é descrito de forma confusa, mesmo porque é extenso e tem muitas formas de abordagem, fazendo o leitor enlouquecer, ao se auto-exigir o decorar de tudo o que leu.
Mas, na minha opinião, uma apresentação com didática operacional, e o buscar de associações para a plena compreensão sempre irá trazer muitos benefícios. Uma sugestão que faço, é estudar e vivenciar por partes. Assim, a cada estudo fazer resumos, rescrever e principalmente vivenciar, olhando e escrevendo sobre as observações de muitas mãos, até fixar aqueles conceitos apresentados.

Sem dúvidas, para você se tornar um quirólogo é fundamental estudar muito e ter um ou mais mestres. São anos fazendo cursos, estudando em muitos livros, autores, mãos e casos. Portanto, não pense que você será um quirólogo através somente da leitura de artigos ou livros. Este tipo de pensamento te fará sofrer, sentir ansiedade e finalmente desistir.
Os Quirólogos, assim como a Astrólogos, são eternos estudantes porque estas são ciências infindas, e, da mesma forma apaixonantes, fascinantes.

Comece a estudar Quirologia com objetivos mais realistas, ou seja, buscando somente:
- A compreensão do poder que esta ciência e arte tem de desvendar mistérios do ser humano em todas as áreas da sua existência: físico (saúde), emocional (relacionamentos), mental (padrões e adversidades cármicas) e espiritual (expansão e evolução);
- Mais autoconhecimento e esclarecimento para sua vida, seus familiares e amigos;
- Ampliar os horizontes para qualquer ocupação profissional que você tenha, integrando e fortalecendo o seu trabalho;
- A vontade de seguir estudando esta área do autoconhecimento e esclarecimento humano que apresenta muitas ramificações.

Atender pessoas e passar as informações trazidas pela leitura das mãos é um trabalho de compaixão e sabedoria. Exige do Quirólogo muitos estudos na área humana e muito trabalho pessoal de meditação e autoconhecimento. Exige muito cuidado, diplomacia e tato.

E saiba desde já que não existe mão perfeita. Toda mão está correta dentro do nível de consciência que a pessoa tem ou se permite ter. Durante uma leitura de mãos é importante observar os aspectos fortes e positivos, para depois ir abrindo os desafios e pontos falhos para serem trabalhados pelo cliente.
Deve ficar claro que o atendimento do estudo e leitura das mãos é um ponto de partida para um caminho que "poderá" ser trilhado com mais consciência. O dono das mãos é quem terá que decidir.


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


trucom
Conceição Trucom é química, cientista e escritora sobre Alimentação Baseada em Plantas, considerada como Alimentação do Futuro: vitalizante e regenerativa.
Portal: www.docelimao.com.br
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Corpo e Mente clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa