auravide auravide

O poder de cura do Limão - Parte 2


A RIQUEZA DA COMPOSIÇÃO DO LIMÃO
O limoeiro é um arbusto que pertence à família das rutáceas, com ramos cheios de espinhos, chegando a atingir de 4 a 5 metros de altura. Os frutos costumam conter farto suco com grande quantidade de ácido cítrico, vitamina C e sais minerais, além de pectina na entrecasca, e óleos monoterpênicos na casca.

Entre todos os frutos conhecidos e disponíveis na natureza, é o que apresenta o mais elevado índice de radioatividade natural e benéfica (85%), sendo seguido pela uva-moscatel-ácida e pelo ananás (74%).

Na verdade, todas as frutas podem ser consideradas como fantásticos reservatórios de energia solar, devido ao tempo que levam em exposição ao sol durante o seu amadurecimento; ou seja, a melhor fruta é aquela colhida no seu momento certo de maturação.

Existem, entre rústicos e híbridos, cerca de 70 variedades de limão. Todas portadoras de elevadas concentrações de ácido cítrico, vitamina C e outras substâncias importantes no trabalho de mobilizar o metabolismo interno humano de diversas formas.

Hoje em dia, fala-se e consome-se muitos complementos contendo sais e vitaminas, para suprir as deficiências alimentares. São fórmulas industrializadas, obtidas por misturas sintéticas de vários dos componentes importantes ao metabolismo humano, em proporções sugeridas por cientistas e profissionais da saúde.

Entretanto, existe enorme diferença de absorção e resultados entre o consumo do alimento fresco e natural e estes suplementos. É fato que um comprimido efervescente de 500 mg de vitamina C não substitui jamais o consumo de 2 limões diários, pois junto à vitamina C totalmente ativa (viva) do limão, existem os demais componentes (também ativos), que funcionam de forma integrada (em sinergia) no seu aproveitamento e benefícios.

A composição química e as propriedades do limão costumam ser abordadas pela literatura de forma bem simplificada. No entanto, no livro O poder de cura do limão (Conceição Trucom – Editora Alaúde), há uma apreciação mais profunda e informativa de cada um de seus principais componentes. Neste texto são apresentados alguns deles como o:

Ácido cítrico
Produzido normalmente pelo organismo humano, não necessita ser obtido do exterior. Entretanto, é ele o principal agente de alcalinização do metabolismo orgânico de homens e animais, cumprindo inclusive papel importante no sistema de formação e manutenção óssea. É um anti-séptico seguro e natural contra fermentações no estômago e intestinos, motivo pelo qual é recomendado pela milenar medicina Ayurvédica para tratar todo o sistema digestivo. Destrói microorganismos, criando um ambiente inconveniente aos germes. É antídoto natural nas intoxicações em geral, inclusive nas causadas por ingestão de soda e potassa cáustica.
Todas as frutas cítricas, como a própria designação indica, são ricas neste ácido; mas o limão é uma das únicas que consegue alcançar níveis de 6 a 7%, na forma de sais de potássio e de sódio.

Vitamina C
Um antioxidante poderoso que exerce papel inestimável nos fenômenos óxido-redutores, portanto, um protetor aos danos do envelhecimento (oxidação) de todas as células e tecidos, beneficiando o rejuvenescimento e o desempenho das glândulas endócrinas. A riqueza do limão em vitamina C lhe confere papel importante no metabolismo dos aminoácidos e aumento da fixação de cálcio e ferro pelos intestinos, em casos normais ou de deficiências; por isso é fundamental no tratamento e prevenção de problemas ósseos e de anemia. A vitamina C é necessária na formação dos tecidos fibrosos, dos dentes, dos ossos, das cartilagens, da pele e até dos cabelos.
O consumo diário do limão pelas crianças desde a amamentação até a adolescência, pelas gestantes e pelos adultos da terceira idade é particularmente importante. É eficaz contra o escorbuto, anemia, reconstituição de tecidos, fortalecimento do sistema imunológico e um grande auxiliar na cura de estomatites e piorréia.

Cada 100 gramas de limão contêm em média:

Pró-Vitamina A
Encontra-se, principalmente, na casca e na polpa fresca do limão. É derivada de um pigmento vegetal, o caroteno, que confere cor à abóbora e cenoura. O caroteno é uma pró-vitamina que se transforma no fígado em vitamina A. Ela ajuda a manter o bom funcionamento das células epiteliais da pele e das mucosas que revestem o sistema digestivo e respiratório.

Fósforo
O conteúdo de potássio do limão nutre o cérebro, tecido conjuntivo e as células nervosas. O potássio trabalha em dupla com o cálcio, ajudando a construir o esqueleto. Portanto, sua principal função é proteger contra a osteoporose.

Magnésio
É um bom agente laxante. O magnésio, juntamente com o cálcio, desempenha importante papel na formação da albumina do sangue. Seu grande trunfo é combater a osteoporose, porque sem o magnésio o cálcio não se fixa nos ossos.
O magnésio, por ser um tônico das articulações e músculos – inclusive do músculo cardíaco, protege de doenças cardiovasculares, pressão alta e arritmias. As mulheres podem ver nesse mineral um forte aliado contra a TPM.

Manganês
Mineral que faz a glicose do sangue ser melhor aproveitada, podendo ajudar no tratamento da diabetes. O manganês ajuda o organismo na absorção do cálcio, prevenindo a osteoporose. Faz parte de enzimas antioxidantes, sendo, portanto, um inimigo do envelhecimento precoce, dos tumores, do infarto e do derrame. Ele também colabora para o bom funcionamento do cérebro e sistema de reprodução.

D-Limoneno e os monoterpenos
Um dos grandes segredos das propriedades terapêuticas dos óleos cítricos, extraídos de suas cascas, está no alto teor de monoterpenos que estes possuem.
Monoterpenos são as menores moléculas que compõem os óleos cítricos; motivo pelo qual penetram com extrema facilidade em todos os tecidos e células do corpo humano, com uma poderosa ação solvente de lipídios (gorduras). O monoterpeno presente em maior teor nestes óleos é o d-limoneno. Várias pesquisas revelaram que estes monoterpenos possuem propriedades anticancerígenas, solvente de cálculos e de entupimentos nas artérias.
O óleo essencial (OE) de limão possui, dentre os cítricos, uma composição mais complexa de monoterpenos, que faz com que, em alguns tipos de tratamento, ele tenha uma ação ainda melhor que os OEs de laranja ou grapefruit. Pesquisas japonesas revelaram uma ação antioxidante capaz de inibir a oxidação do LDL (mau colesterol), impedindo assim que este acabe causando a arteriosclerose ou levando a pessoa a um infarto.
O d-limoneno age também descongestionando o fígado, especialmente após a ingestão de grande quantidade de álcool e alimentos altamente gordurosos. A ação sinérgica destes vários terpenos do limão cria uma ação muito poderosa na desobstrução de vasos sanguíneos. Flavonas PMF
Pesquisadores dos EUA e Canadá descobriram que a casca das frutas cítricas contém uma “família” de substâncias que reduz o colesterol ruim, que são mais eficazes do que os remédios alopáticos convencionais.
Identificada como Flavonas PMF, são similares a outros pigmentos vegetais benéficos para a saúde, como na proteção contra o câncer, doenças cardíacas e inflamações.
O estudo, publicado no Journal of Agricultural and Food Chemistry, foi realizado por pesquisadores do Departamento de Agricultura dos EUA e a KGK Synergize, uma empresa farmacêutica do Canadá, e determinou que essa substância não tem efeitos colaterais, como as doenças hepáticas e a debilidade muscular.
Nosso estudo demonstrou que os PMF são mais potentes para reduzir o colesterol que qualquer outro tipo de flavonóide, diz no relatório Elzbieta Kurowska, principal pesquisador e vice-presidente de pesquisas da KGK Synergize, Canadá.

Este texto faz parte do livro O poder de cura do limão – Um guia de medicina caseira - Conceição Trucom - Editora Alaúde, onde você vai encontrar a descrição completa de todos os componentes do limão, como também as formas de prevenir e tratar a saúde com o uso diário do limão.
Reprodução permitida desde que citada a fonte.

Atenção: Não se auto medique. Este texto é para esclarecer. Entretanto, as dosagens, quantidades, horário, freqüência e demais explicações do correto uso do limão é que darão a possibilidade de sucesso nos tratamentos de prevenção e cura. Como qualquer medicamento, o poder de cura do limão não está num uso esporádico e inadequado, mas no seu uso correto e freqüente.


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 7


trucom
Conceição Trucom é química, cientista e escritora sobre Alimentação Baseada em Plantas, considerada como Alimentação do Futuro: vitalizante e regenerativa.
Portal: www.docelimao.com.br
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Corpo e Mente clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa