Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 

Abra os olhos

Abra os olhos
Publicado dia 26/02/2009 15:35:25 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp   chat aura

“Esta vida está repleta de coisas e fatos belos, sublimes e comovedores.
Se você deseja ter uma vida digna de ser vivida, comece já a “caça ao tesouro”. Basta procurar para que você encontre quantas belezas quiser – a virtude das pessoas, a bela Natureza, um sublime gesto de bondade, etc., espalhadas como pequeninas jóias.” Seicho Taniguchi.


O texto acima era a mensagem relacionada ao dia 25 de fevereiro, no Calendário da SEICHO-NO-IE, uma filosofia espiritual que teve origem no Japão e é bastante difundida no Brasil.

Nessa data, comemorei mais um aniversário ou, simbolicamente, um renascimento, e esse texto me fez refletir sobre a oportunidade que a vida nos dá, a cada momento, de refazermos nossa rota, revermos nossas posturas e encararmos os desafios e dificuldades com uma visão diferente.

Lembrei-me do quanto, na infância, nossos canais de percepção estavam vivos, despertos e intensamente calibrados. A cada pequena descoberta nos maravilhávamos como se tivéssemos acabado de encontrar um valioso tesouro.

Esse texto, em sua simplicidade, me fez repensar na importância de retomarmos essa capacidade, que vamos perdendo, na medida em que crescemos. Infelizmente, passamos a enxergar com mais clareza os problemas e as tristezas do que as pequenas jóias que fazem parte de nosso cotidiano.

A felicidade se resume, afinal, em sermos capazes de voltar a olhar para o mundo com olhos de descoberta, sempre prontos a garimpar os tesouros, por mais ocultos que eles estejam.

E, inacreditavelmente, na maioria das vezes eles estão bem ali, à nossa frente, mas deixamos escapá-los porque nosso olhar insiste em se manter preso ao passado, ou, ao contrário, vasculha ansiosamente o futuro na esperança de conquistar algo que acreditamos estar ainda muito longe de nosso alcance.

“Olha para trás, para toda a jornada:
os cumes, as montanhas, o longo
caminho sinuoso através das florestas,
através dos povoados, e vê à sua frente
um oceano tão vasto que entrar nele nada mais
é do que desaparecer para sempre.

Mas não há outra maneira.
O rio não pode voltar.
Ninguém pode voltar.
Voltar é impossível na existência.
Você pode apenas ir em frente.

O rio precisa se arriscar e entrar no oceano.
E somente quando ele entra no oceano é que
o medo desaparece, porque apenas então o rio saberá
que não se trata de desaparecer no oceano.
Mas tornar-se oceano.

Por um lado é desaparecimento e
por outro lado é renascimento.

Assim somos nós.
Voltar é impossível na existência.
Você pode ir em frente e se arriscar..
Coragem!

Torne-se OCEANO!”
OSHO



por Elisabeth Cavalcante

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo


Obrigado por votar
starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp   chat aura

Sobre o autor
elisa
Elisabeth Cavalcante é Taróloga, Astróloga, elisabnn Consultora de I Ching e Terapeuta Floral.
Atende em São Paulo e para agendar uma consulta, envie um email.
Conheça o I-Ching
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor





horoscopo


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa