Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Conflitos

por Elisabeth Cavalcante
Conflitos
Publicado dia 28/05/2004 12:57:08 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

O conflito é visto, de modo geral, como algo negativo que devemos evitar a qualquer custo. De fato, resolver diferenças de forma equilibrada e pacífica é sempre preferível a fazê-lo através de brigas e discussões. Mas nem sempre o conflito significa necessariamente discórdia e agressividade.

Ao contrário, pode simplesmente indicar divergências de opiniões, pontos de vista e visões de mundo. Do mesmo modo que existem pessoas que estão sempre dispostas a brigar, também existem aquelas que fogem dos conflitos de qualquer maneira. A tendência para evitar confrontações, fugir a conflitos, é sem dúvida um forte indício de insuficiente confiança em si próprio.

“Engolir” situações que não nos agradam por medo da confrontação pode nos trazer mais problemas do que passar pela experiência de uma discussão.

A maioria dos que lidam mal com situações de conflito, têm em sua história de vida pais autoritários e repressores; foram tolhidos no desenvolvimento de sua auto-expressão.

Essa situação pode gerar dois tipos de indivíduos: aqueles que reagem com agressividade exagerada, auto-afirmando-se de modo enfático para compensar a repressão da infância,. e os que, ao contrário, fogem dos conflitos por terem introjetado o medo do castigo caso manifestem abertamente suas opiniões.

Os conflitos, longe de constituírem sempre um problema, apresentam se como um dos principais "motores", da vida individual e coletiva. O importante é conseguir "geri los" convenientemente, com iguais benefícios para todas as partes.

Para aqueles que lidam mal com situações de conflitos, uma saída é “exercitar” o comportamento através da imaginação criativa. Trata-se de visualizar mentalmente tal situação e treinar de forma imaginária um comportamento diferente daquele que exercita habitualmente.

O medroso deve treinar um discurso afirmativo e corajoso, onde coloque com firmeza sua opinião. O agressivo deve imaginar-se sem tensão, respondendo ao conflito de forma serena, com total controle da agressividade.
Quanto mais vezes se imaginar em tal circunstância, maior será a segurança adquirida para agir quando a situação surgir na vida real.

O medo torna qualquer situação pior do que é na realidade. Treinar mentalmente nosso comportamento numa situação que nos causa medo ou tensão é uma das técnicas mais eficazes para enfrentá-la de forma adequada, com tranqüilidade e auto-confiança. Desse modo, o conflito passará a ser não mais uma fonte de angústia, mas uma oportunidade valiosa para a reafirmação da própria individualidade.


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
elisa
Elisabeth Cavalcante é Taróloga, Astróloga, Consultora de I Ching e Terapeuta Floral.
Atende em São Paulo e para agendar uma consulta, envie um email.
Conheça o I-Ching e Faça uma consulta online
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz





horoscopo


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa