auravide auravide

Estar alerta


O monge Zuigan costumava iniciar cada dia dizendo a si mesmo, em voz alta:
Mestre, você está ai?
E ele mesmo respondia:
Sim, senhor, estou.
Em seguida, dizia:
Fique atento e sóbrio. E respondia:
Sim, senhor, farei isso.
E depois dizia:
Fique alerta agora; não deixe que eles o enganem.
E ele respondia:
Oh, não, senhor, não deixarei, não deixarei.


Essa história, que à primeira vista parece coisa de maluco, é relatada por Osho no livro Raízes e Asas, e constitui, segundo ele, um dos ensinamentos mais importantes do Zen, pois mostra-nos como podemos exercitar permanentemente o estado de alerta.

Estar alerta é estar consciente, a cada momento, de quem você realmente é, sem se deixar levar pelos truques da mente e pelas crenças que ela sempre tenta lhe impôr.

Responder a si mesmo em voz alta, como responderia a um mestre, significa reconhecer em si a existência de um mestre interior, aquele que procura
trazê-lo sempre para o estado de alerta, e abandonar o adormecimento e a inconsciência em que vive a maior parte dos seres humanos.

Por exemplo, a mente sempre procura nos levar a dar mais valor à opinião que os outros têm sobre nós, do que à nossa própria percepção acerca de quem somos. Qualquer palavra ou julgamento negativo que alguém nos dirija, leva-nos imediatamente a uma reação de raiva, mágoa, ódio ou vingança, como se aquele julgamento fosse nossa única verdade.

É interessante observar que quanto mais nos sentimos atingidos pelo insulto ou a provocação de alguém, mais relacionado está aquele insulto com alguma ferida interior que carregamos.

Se conseguirmos perceber o motivo que se esconde por trás de nossa reação, poderemos aos poucos identificar as causas dessa ferida e, desse modo, encontrar formas de curá-la.

Quando o monge dizia a si mesmo, não deixe que eles o enganem, estava querendo dizer, não se deixe enganar pelo que os outros lhe dizem, ouça sempre a sua voz interior e acredite nela mais do que em qualquer pessoa, pois aí reside a verdade.

Na maioria das vezes, acreditamos que nossa voz interior é ilusão, fantasia, delirio, loucura. Damos incrível credibilidade à mente pois fomos ensinados a acreditar na racionalidade como a única conselheira confiável em qualquer situação da vida.

Mas, se observarmos atentamente o comportamento de nossa mente, perceberemos o quanto ela sempre nos arrasta para o medo, a raiva, a insegurança, a falta de fé. Ouvir nossa essência interior só é possível se estivermos plenamente relaxados e dispostos a deixar que ela se revele.

Chamar a si mesmo para o estado alerta, a cada manhã, é uma forma de iniciar o dia disposto a permanecer o mais consciente possível. Esta chamada pode ser repetida várias vezes durante o dia, sempre que você perceber que está se deixando enredar pelo desequilíbrio da mente.

Ao deitar-se à noite, repita o exercício para que você adormeça num novo patamar de consciência. Acordado ou dormindo a consciência está sempre presente em você e, segundo Buda, ainda que seu corpo adormeça, se sua consciência estiver disperta, ela permanecerá alerta mesmo durante o sono.

Os ensinamentos do Zen são preciosos, pois sempre se caracterizam por atitudes bastante simples e não por complexos discursos teóricos. Os mestres do Zen possuem uma incrível capacidade de transmitir a verdade através do humor, do riso e de atitudes que mais parecem brincadeira de criança. Deste modo, revelam que a sabedoria os fez retornar à inocência e a alegria tipicas de uma criança.

E este é nosso estado natural, aquele em que viemos ao mundo, mas que fomos deixando para trás devido aos condicionamentos e às regras impostas pelo exterior. Ele pode ser recuperado, se estivermos firmemente dispostos a empreender essa viagem. Ela é dificil e cheia de percalços, mas sem este desafio a vida se torna um mero caminhar para o túmulo.



estamos online

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1




elisa
Elisabeth Cavalcante é Taróloga, Astróloga, Consultora de I Ching e Terapeuta Floral.
Atende em São Paulo e para agendar uma consulta, envie um email.
Conheça o I-Ching e Faça uma consulta online
Visite o Site do Autor


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa