Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Ho´oponopono e o Dom

por Rubia A. Dantés
Ho´oponopono e o Dom
Publicado dia 07/05/2009 16:46:15 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Recentemente me vi assistindo a uma situação em que era muito clara a memória de não-merecimento em um grupo de pessoas. Parecia permitirem que as coisas dessem certo até um ponto, mas a partir dali, desistiam... como se não fossem merecedores. Avaliando aquele grupo, pude identificar claramente como o comportamento de vencedor era substituído por um de derrota, de forma tão nítida que nem pareciam aquelas mesmas pessoas.

Entendi que, se eu estava presenciando aquela cena e vendo tão claramente o efeito de memórias equivocadas atuando naquele grupo, eu também trazia essas memórias e à noite comecei a fazer o Ho’oponopono para limpá-las.
Assumi 100% de responsabilidade por guardar memórias que contribuíam para aquela situação e fiz o pedido da limpeza à Divindade.

Enquanto falava mentalmente as frases... veio à minha mente um fato que ocorreu faz alguns anos e do qual já havia me esquecido há muito tempo...
Tentei continuar com a prática mas... essa memória insistia tanto em ficar que resolvi dar atenção a ela.
Quando fazemos ho’oponopono, pedimos para limpar a causa geradora da situação que nos incomoda... Então, acontece de virem à tona outras situações relacionadas com a principal para também serem liberadas.

Essa memória era de um dia em que eu e mais duas amigas nos encontrávamos em um lugar e cada uma de nós perdeu uma coisa que era muito significativa e preciosa.
Na época, ficamos muito tristes com o ocorrido e relacionamos esse fato com o Dom... estávamos as três buscando estar no pleno exercício dos nossos Dons...
Eu pelos desenhos... a Janaina pela dança que é sagrada e a outra amiga querida pelo canto... com uma voz maravilhosa que toca a nossa Alma.
Poucos dias antes eu havia sonhado com um homem muito estranho ligado à França...
Um homem que de alguma forma controlava o Dom de um grupo de mulheres.
No sonho veio nome e sobrenome e, por muitas sincronicidades que aconteceram na época, cheguei até a cidade de Estrasburgo como a sendo a origem desse sonho. O que foi confirmado, entre muitas outras coisas, pelo fato de uma das mulheres desse encontro ter feito faculdade nessa cidade e ter tido um sonho que de alguma forma completava o meu.

Há alguns meses, eu e Janaina, conhecemos por acaso um homem que, não sei por que... identifiquei como aquele do sonho da França... mas nunca mais o vimos.

O tempo passou e acabamos esquecendo do acontecimento até essa noite em que ele voltou com força total... mostrando que ainda estava vivo dentro de mim.
Então, fiz o Ho’oponopono para limpar a causa da perda daquele objeto.
Fiz durante muito tempo e dormi...

Na noite do dia seguinte, enquanto me preparava para o primeira vivência do Dom nas montanhas, comecei a fazer o Ho’oponopono para o trabalho que seguiria... mas a voz da minha criança falou para fazer primeiro para a perda do objeto.

Só então fiz a ligação, percebendo que justamente agora... me preparando para a Vivência do Dom, de uma forma aparentemente indireta, veio essa memória para ser liberada, de algo que na época havíamos relacionado com o Dom.

Obedeci e assim fiz o Ho’oponopono até adormecer...
Sonhei que chegava a uma cidade onde descubro que há um homem que está de posse de um carro meu. Um carro do qual nem me lembrava mais.
No sonho eu possuía um carro vermelho e encontro esse outro carro, que é de cor bege e está sendo usado indevidamente por aquele homem.
Diante dessa situação, resolvo tomar posse do meu carro...
Peço ajuda a uma mulher -que é advogada-, e ela me responde:
- Não faz isso não, você não vai conseguir.

Acordo com essa frase:
"Não faz isso não, você não vai conseguir"... me mostrando claramente uma memória equivocada que, em algum ponto, continua a limitar minhas escolhas.
Muitas fichas foram caindo clareando e fazendo tanto sentido que me dediquei com muita determinação a limpar aquelas memórias que vieram no sonho... quando o telefone toca.

Era a Janaina, me contando que havia sonhado que eu e ela estávamos em um carro vermelho, dirigido por um homem que nos mantinha sob controle... estávamos indo por uma estrada e, de repente, um monte de madeira obstrui o caminho, o que faz com que ele desviasse o carro... Ela vê apavorada que o carro vai cair em uma ribanceira.
Nessa hora eu falo com ela:
- Entrega!
E ela me conta que eu relaxo completamente o corpo numa entrega total e com isso o carro volta novamente à estrada e ela acorda.

Quando ela me contou que o homem do sonho dela era o mesmo que eu havia identificado como o do sonho da França, não tive dúvidas quanto da ação preciosa do Ho’oponopono, limpando as memórias e trazendo à luz sinais que não deixam nenhuma dúvida quanto a essa ação.

Fiz muito Ho’oponopono até que senti que já estava bom...

Sei que muitos de nós, em algum ponto da vida, já experimentamos a sensação de não sermos merecedores, ou de acreditar que podemos ter isso... ou aquilo... como se não merecêssemos ter tudo que é nosso por Direito Divino... Abrimos mão do que nos faria felizes, por achar que não merecemos.
Especialmente quando buscamos nossos Dons, muitas memórias equivocadas podem limitar essa expressão plena.
Quantas vezes já fomos punidos e controlados por usar a intuição?

Mas entender que os obstáculos que nos impedem de estar no pleno exercício dos Dons... estão nessas memórias, coloca em nossas mãos o poder mágico de limpá-las com o Ho’oponopono e usufruir da bênção que é estar no Dom... acessando todas as possibilidades.




Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp

Sobre o autor
Rubia A. Dantés é Designer, cria mandalas e ilustrações em conexão...
Trabalhos individuais e em grupo, com o Sagrado Feminino, o Dom e o Perdão...
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Você tem realmente esse tal Livre Arbítrio?
artigo Contrato com a morte
artigo Estesia
artigo A mudança deve ser interna





horoscopo


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa