auravide auravide

Medo - Parte 2


Achei oportuno escrever mais um pouco sobre o medo. Algumas pessoas me acionaram via e-mail e pude perceber que todas, invariavelmente, procuram vencer o medo com coragem.
Obviamente que ela, a coragem, é importante, mas a própria palavra mostra que você age com cor.
Cor + agir = coragem.
Quando você põe, adiciona a energia de uma cor que a sua atitude precisa ter, acaba potencializando a força que está adormecida dentro de você. Esta ação mostra que há uma combinação, uma somatória entre força e cor na exata freqüência que o momento exige.
O “torpedo” é disparado.
Mas, nesta situação de auto-superação, sempre aparece a dúvida: será que vou conseguir?
E ela vem, porque não buscamos entender a causa do nosso medo; portanto, só coragem não basta. Precisamos identificar quando e como o medo foi colocado em nossa mente, em nossos valores desta encarnação.

O medo nunca vem do acaso. Ele foi instalado na nossa vida como se faz com a licença (placa) de um carro. Alguém coloca. O carro é incapaz desta tarefa. Alguém tem que executar por ele. Assim foi com o nosso medo. Ele pode ter sido agregado em nós pela “tarefa” de uma babá, dos pais, dos tios, dos professores, dos amigos. Enfim, houve um vetor na sua instalação.
Conviver com o medo só o aduba. Torna-o mais forte a cada dia que passa e, inexplicavelmente, o aceitamos como parte integrante de nossas deficiências estruturais.
O processo de extirpar o medo de nossa vida terrena começa pelo nosso centramento através da meditação. Deixar a mente limpa é o inicio de uma nova vida.
Nossas verdades aparecem com intensidade e descobrimos verdadeiramente o que não queremos mais para nós.
No bojo desta descoberta, certamente incluímos o medo. Onde há paz e amor não existe espaço para sentimentos negativos.

Meditar reforça as nossas verdades internas. Tranqüiliza e fortalece o nosso eixo nesta existência. Meditar significa aprender a viver.
Não é em nossos familiares e nem no meio em que vivemos que iremos encontrar os nossos valores. Eles são individuais, únicos e moram em nosso interior. Só nós sabemos o que é bom para a nossa vida.
Isso não é egoísmo. Damos a esta verdade o nome de AUTO-ESTIMA. E, onde ela mora, não há espaço para o medo. O nosso sim e o nosso não são reais e verdadeiros.

É preciso, sim, coragem para se mudar a vida; deixarmos de ser conduzidos por falsos dogmas e nos centrarmos. Não precisamos de coragem para vencermos os nossos medos, mas de coragem para vencermos a nós mesmos. Acabarmos com as “verdades” que foram colocadas em nossas mentes e que de nada servem para a nossa evolução.
O medo é apenas uma desculpa... lembre-se do texto anterior sobre o mesmo tema: tenham dó de mim...
Me + dó = Medo.
A verdadeira felicidade não se pega. Ela é encontrada em nosso vazio interior e com ele surge a nossa força interna. Na nossa força interna reside a nossa capacidade de amar. Na nossa capacidade de amar está a ausência do medo.

Sei que nos veremos.
Beijo na alma


estamos online

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


Leia Também

O Medo




saul
Saul Brandalise Jr. é colaborador do Site, autor do livro: O Despertar da Consciência da editora Theus, onde mostra através das narrativas de suas experiências como extrair lições de vida e entusiasmo de cada obstáculo que se encontra ao longo de uma vida.
Visite o Site do Autor


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa