Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Mudando o Mundo

por Elisabeth Cavalcante
Mudando o Mundo
Publicado dia 05/08/2020 00:01:38 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Por mais difícil que seja para alguns acreditarem nisto, as mudanças necessárias para a construção de um novo mundo já estão em andamento. Quanto mais nos angustiamos com a realidade existente, mais energia reunimos para que a transformação aconteça.

Visto que o desejo por uma vida de abundância, paz e felicidade é predominante entre os seres humanos, certamente um número cada vez maior deles estará disposto a fazer o que for preciso para alcançar este estado permanente, não só para si, mas para todo o planeta.

O egoísmo e a individualidade exacerbada cede cada vez mais espaço à solidariedade e à compaixão para com aqueles que sofrem abusos, injustiças ou a consequência dos desastres naturais, cada dia mais presentes.

As grandes corporações, que antes dominavam absolutas, hoje já vêem suas manobras denunciadas por pessoas despertas, que utilizam de todos os meios possíveis para chamar à consciência aqueles que ainda permanecem adormecidos.

Este é um processo irreversível e os que insistirem em desejar o caos absoluto, encontrarão uma força de resistência que não se apóia na violência ou na mentira. Está alicerçada na consciência acerca de nossa responsabilidade como espécie e no desejo puro e simples de construir uma realidade diferente.

Precisamos fortalecer cada vez mais esta corrente, trabalhando nosso próprio despertar. Através da observação permanente de nossas atitudes, alcançaremos um estado de consciência que nos manterá em sintonia com o bem, a luz e a verdade, a cada instante de nossas vidas.

"O mundo vai acabar - o mundo como o conhecemos.

Nenhum governo tem o direito sobre os direitos do indivíduo. Todos os governos são apenas servos. Mas, estranhamente, por causa do poder em suas mãos, os funcionários tornam-se mestres, eles começam a se comportar como mestres. Como, se eles são servos? Mas isso não pode prosseguir para sempre.

Sim, todas as previsões dos videntes antigos, como Nostradamus, que o mundo vai acabar... são verdadeiras num sentido muito diferente do que tem sido entendido. O velho mundo vai acabar, e um mundo novo começará.
Essa é a minha interpretação de Nostradamus.
O Velho tem que desaparecer para dar lugar a novo homem, com valores frescos, com uma terra não dividida em nações, com uma humanidade não dividida por religiões - porque as religiões não precisam ser organizadas.

A religião é um caso de amor, um caso de amor com a existência. Não há necessidade de qualquer organização como o cristianismo, ou hinduísmo, ou Islamismo.

As mudanças têm acontecido. Eles virão para um pico... quando o momento da decisão final tiver que ser enfrentado pela humanidade, seja para transformar-se totalmente; a queda de tudo o que é velho... Não olhe para trás, comece a criação de novos valores, olhe para a frente -porque passado é passado, e visitar cemitério é muito perigoso. O cemitério é um lugar que se deve visitar apenas uma vez. E que também é um assunto só de ida... você simplesmente vai lá e nunca volta.

É o futuro que deve ser sua preocupação. É o futuro e estrelas distantes que se tornarão seus desafios. Você sempre ouviu falar sobre o passado dourado. Temos que esquecer tudo sobre ele; Temos que criar um futuro dourado.

O momento decisivo se aproxima -temos que decidir ou cometer suicídio- se nos apegarmos ao passado, então, essa é a única possibilidade.
Se largarmos o passado e os mortos, e começarmos de novo, do ABC, escrever o destino do homem, esses dias serão uma enorme revolução.

A revolução vai ser tão grande que pode ser que Nostradamus esteja certo ao dizer que o mundo terminará. O mundo tal como o conhecemos - e um mundo que nós nunca sequer sonhamos terá que começar...

Não podemos jogar a responsabilidade sobre algum Deus fictício, que ele vai acabar com o mundo. Estamos perfeitamente conscientes de que, se uma terceira guerra mundial acontecer, nós seremos os únicos responsáveis por ter destruído a nós mesmos.

Acho que mudanças acontecem somente em momentos tão perigosos e críticos. Se a vida continua suave e confortável, grandes mudanças não acontecem. Mas se a vida chega a um lugar onde você tem que escolher entre a morte ou um novo estilo de vida, estou absolutamente certo que você vai escolher o novo estilo de vida, em vez da morte antiga e bem familiar.

E eu confio no mais profundo anseio de todos: é pela vida, é pelo amor, é pela alegria, é pela música, é pelas flores, e é por danças...

O homem não pode escolher a morte global. É uma impossibilidade. Sim, o velho mundo chegará ao fim; Nostradamus não vai estar errado. Mas seus intérpretes estão todos errados. Minha interpretação é a seguinte: A morte do velho é o nascimento do novo.

Não há necessidade de qualquer discriminação de cor. Não há necessidade de haver fronteiras entre as nações, porque a terra não tem limites. Não há necessidade de ter rebanhos de pessoas se reunindo separadamente - os católicos, o protestantes, os hindus, os maometanos, cada um deve ser livre para ter o seu próprio contato imediato e pessoal com a existência, sua própria oração.
O Novo Homem está no horizonte.

Todos os preparativos para destruir o mundo só vão destruir o velho homem e o velho mundo. Eles vão criar a necessidade básica para o nascimento de um novo homem - Posso vê-lo no horizonte já. Ele chegou, vai apenas levar algum tempo para que as pessoas possam reconhecê-lo".

Osho, O Futuro Dourado.



estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
elisa
Elisabeth Cavalcante é Taróloga, Astróloga, Consultora de I Ching e Terapeuta Floral.
Atende em São Paulo e para agendar uma consulta, envie um email.
Conheça o I-Ching e Faça uma consulta online
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz





horoscopo


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa