Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

O Verdadeiro Eu

por Elisabeth Cavalcante
O Verdadeiro Eu
Publicado dia 29/10/2004 18:30:32 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Uma das principais tarefas que temos a empreender ao longo da vida é descobrir o nosso verdadeiro eu. Para tanto, precisamos nos despojar gradualmente do eu que se formou a partir de nossa história de vida, nossas experiências, nossos condicionamentos e as verdades que nos foram impostas pelo mundo exterior.

Tal condicionamento é algo tão profundo e arraigado que nos sentimos perdidos diante da possibilidade de nos reconstruir, tendo agora a total responsabilidade sobre o novo ser que desejamos nos tornar. Não se trata, absolutamente, de renegar os valores que recebemos de nossa ancestralidade, mas sim de reavaliar o que realmente serve para nós nesse momento de nossa vida e o que podemos descartar, pois não encontra ressonância em nosso coração.

Devemos perguntar-nos permanentemente, porque seguimos em determinada direção, se o fazemos porque é o que nosso coração deseja, ou porque nos fizeram acreditar ser aquele o melhor caminho. Essa resposta será dada por nossos sentimentos.

Muitas pessoas confundem sentimento com emoção, e ao ouvir falar em seguir o coração, alegam que quando o fazem sempre acabam tomando atitudes erradas. Isso acontece porque elas agem movidas pelas emoções, que quando em desequilíbrio, trazem uma profunda ânsia de ver satisfeitos os seus desejos, não importa de que tipo eles sejam.

Nem sempre desejamos o que é melhor para nós, visto que estamos ainda na trilha da evolução, do aprendizado. Portanto, ao agir movido pelas emoções em desequilíbrio, acabamos tomando atitudes equivocadas, que nos trazem mais sofrimento. As emoções são um atributo do ego e, ao segui-las, alimentamos continuamente nosso eu inferior.

O sentimento é algo relacionado ao nosso eu superior, brota espontaneamente, e revela aquilo que necessitamos para alcançar paz e serenidade, não apenas a satisfação momentânea dos desejos. Saber efetuar essa distinção é a chave para que tomemos como guia nosso coração.

"A consciência do corpo é o 'Eu' errado. Desista desta consciência-corpo. Isto é feito através da busca da fonte do 'Eu'. O corpo não diz 'Eu sou'. É você quem diz 'Eu sou o corpo'. Descubra quem é este 'Eu'. Procurando a sua fonte, ele irá desaparecer. Seja o que você é. Não existe nada para ser manifestado. Tudo o que é necessário é a perda do ego. A verdade de si mesmo é a única que vale a pena ser buscada e conhecida. Realização não é nada a ser adquirido. Ela está sempre aí, mas obstruída por uma tela de pensamentos. Todos os seus esforços devem ser dirigidos para a superação desta tela, e então a realização é revelada. Realização é simplesmente a perda do ego. Destrua o ego pela procura da sua identidade. Uma vez que o ego não é nenhuma entidade, ele automaticamente desaparecerá, e a realidade irá brilhar por si mesma. Este é o método direto, enquanto todos os outros se concretizam somente através da retenção do ego" . (Ramana Maharshi (1879-1950) é considerado um dos maiores sábios da idade moderna. Nascido no sul da índia, aos 17 anos ele teve a experiência da iluminação e perdeu o interesse pelas coisas do mundo. A principal técnica meditativa de Ramana Maharshi consiste em perguntar "quem sou". Gradualmente, aquele que persevera na investigação dessa pergunta se liberta de tudo o que não é seu verdadeiro eu. Essa técnica de jnana ioga coincide com o diagrama de meditação ensinado por Helena Blavatsky a seus discípulos mais próximos. Nos dois casos, o praticante aprende a identificar-se com o espaço e o tempo infinitos.) Ramana Maharshi(*)



Se você mora em São Paulo e deseja combater as crenças negativas que comandam sua vida, venha participar do workshop “Vencendo as crenças negativas”, a ser realizado nos dias 27 e 28/11 das 09:00 às 17:00 horas. Para maiores informações, me escreva.


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 2 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
elisa
Elisabeth Cavalcante é Taróloga, Astróloga, Consultora de I Ching e Terapeuta Floral.
Atende em São Paulo e para agendar uma consulta, envie um email.
Conheça o I-Ching e Faça uma consulta online
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz





horoscopo


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa