auravide auravide

Por que eu?


Esta é uma pergunta que a maioria de nós já se fez, quando a vida apresentou desafios que pareciam intransponíveis. A dor que o sofrimento nos impõe pode, por algum tempo, fazer-nos experimentar o sentimento de vítima.

Nessas ocasiões, nos questionamos sobre a razão de termos sido escolhidos entre tantos seres humanos para sermos punidos pelo divino. É claro que nestes momentos nos esquecemos completamente de que o sofrimento, em maior ou menor grau, é inerente à condição humana.

Preferimos olhar para aqueles que nos parecem absolutamente felizes e sem qualquer problema, e comparar nossas vidas às deles, para reforçar ainda mais nossa sensação de injustiçados.

É inegável que existem razões de ordem cármica que determinam os diferentes níveis de dificuldades que cada um de nós terá de enfrentar ao longo da vida.
Manter viva esta consciência, nos momentos mais dolorosos, pode nos ajudar a enxergar tais circunstâncias como oportunidades valiosas de transformação, ao invés de adotar para sempre a condição de vítima infeliz.

Transformar maldições em bênçãos é um desafio diário para todos nós. Podemos, sim, nos libertar da amargura, se mantivermos inabalável nossa vontade de viver e ser feliz, apesar dos sofrimentos que tivermos de enfrentar.

..."Desafios são bênçãos
As dificuldades sempre existem, são parte da vida. E é bom que existam, ou não haveria crescimento.
Dificuldades são desafios. Elas o incitam a trabalhar, a pensar, a descobrir meios de sobrepujá-las. O próprio esforço é essencial.
Assim, sempre tome as dificuldades como bênçãos. Sem dificuldades, não estaríamos em lugar nenhum.
Dificuldades maiores virão, e isso significa que a existência está cuidando de você, está lhe dando mais desafios.
E, quanto mais você os soluciona, maiores desafios estarão esperando por você.
As dificuldades desaparecem somente no último momento, mas esse último momento chega somente devido às dificuldades.
Assim, nunca tome negativamente qualquer dificuldade. Descubra algo positivo nela. A mesma rocha que bloqueia o caminho poderá funcionar como um degrau. Se não houvesse uma rocha no caminho, você nunca se elevaria. E o próprio processo de ir acima dela, tornando-a um degrau, dá-lhe uma nova altitude de ser.
Quando você pensa criativamente sobre a vida, tudo é útil e tudo é algo a lhe dar. Nada é sem sentido”.
Osho, A Rose Is a Rose Is a Rose.




estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


elisa
Elisabeth Cavalcante é Taróloga, Astróloga, Consultora de I Ching e Terapeuta Floral.
Atende em São Paulo e para agendar uma consulta, envie um email.
Conheça o I-Ching e Faça uma consulta online
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa