auravide auravide

Receptividade

por Elisabeth Cavalcante
Publicado dia 11/09/2008 17:51:37 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Ser receptivo é uma das qualidades mais importantes da vida, pois ela nos torna preparados para usufruir de tudo o que acontece, com uma nova postura.
Quando não somos receptivos podemos desenvolver uma atitude de revolta contra os acontecimentos de nossa vida, sempre acreditando que merecíamos algo melhor ou que não recebemos o suficiente.

Se a receptividade está presente, aceitamos com gratidão o que quer que a vida nos reserve, e mantemos a consciência de que, não importa o que estejamos experimentando, era isto exatamente do que precisávamos para nosso crescimento interior.

Saber ouvir também é um dos atributos da receptividade, pois muitos se queixam de não receber atenção, mas se mostram incapazes de escutar o outro.

Esta prática exige uma abertura total do coração e deixar-se tomar completamente pela energia do amor, sem o qual jamais conseguiremos nos sentir parte indissociável do Todo e, consequentemente, experimentar a bem-aventurança.

Todas as vezes que nos sentimos preenchidos pela energia amorosa, nos tornamos abertos e disponíveis para compartilhar este sentimento com o restante do mundo, sem qualquer resistência ou apreensão.

Para receber, é preciso que estejamos totalmente disponíveis, de modo a permitir que uma semente chegue até nós, para só então ser germinada por nossa chama interior e frutificar, alcançando o restante do mundo.

O que é dar e o que é receber

...”Quase todo mundo pensa que sabe o que é receber... mas, a menos que você dê amor, você não sabe o que é dar, o mesmo é verdadeiro sobre receber: a menos que você seja capaz de receber amor, você não sabe o que é receber. Você quer ser amado, mas você não pensou sobre isso: você é capaz de receber amor? Há tantas barreiras que não lhe permitem recebê-lo!

A primeira é esta: você não se respeita; daí, quando o amor chega a você, você não se sente bastante adequado para recebê-lo. Mas você fica em tal atribulação, que não pode nem mesmo ver um fato simples: devido a você nunca ter se aceito como você é, você jamais ter se amado... como você pode conseguir receber o amor de alguém?

Você sabe que você não é digno dele, mas você não quer aceitar e reconhecer essa idéia tão estúpida que o alimentou, de que você não é digno de amor. Assim, o que fazer? Você simplesmente recusa o amor. E, para recusar o amor, você tem de encontrar desculpas.

A primeira e a mais importante desculpa é que “isso não é amor – eis por que não o aceito”. Você não acredita que alguém o ame. Quando você mesmo não se ama, quando você não se viu – sua beleza, sua graça, sua grandiosidade –, como você pode acreditar nisso quando alguém lhe diz: “Você é belo. Vejo em seus olhos uma profundidade insondável de tremenda graça. Vejo um ritmo em seu coração, em sintonia com o universo”.

Você não pode acreditar em tudo isso – é demais. Você está acostumado a ser condenado, você está acostumado a ser punido, você está acostumado a ser rejeitado, você está acostumado a não ser aceito como você é – essas coisas você recebe muito facilmente.

O amor terá um tremendo impacto em você, porque você terá de passar através de uma grande transformação antes de recebê-lo... Para evitar a rejeição, é melhor rejeitar o amor. Eis por que as pessoas não aceitam o amor.

Elas desejam, elas anseiam por ele. Mas, quando chega o momento e alguém está pronto para derramar seu amor em você, você se retrai. Seu retraimento tem uma psicologia profunda. Você tem medo: isto é lindo, mas quanto vai durar? Mas cedo ou mais tarde, minha realidade será revelada. É melhor estar alerta desde o começo.

Amor quer dizer intimidade, amor quer dizer duas pessoas chegando cada vez mais perto, o amor quer dizer dois corpos, mas uma única alma. Você tem medo... É o medo da rejeição que não lhe permite receber amor”.

OSHO, Satyam Shivam Sunderam.


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
elisa
Elisabeth Cavalcante é Taróloga, Astróloga, Consultora de I Ching e Terapeuta Floral.
Atende em São Paulo e para agendar uma consulta, envie um email.
Conheça o I-Ching e Faça uma consulta online
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa