auravide auravide

Semente


Faz alguns anos, fiquei surpreso com as revelações que encontrei enquanto estudava e buscava explicações sobre as desigualdades e o processo evolutivo do ser humano neste planeta.
Estava inquieto, insatisfeito com o que tinha à minha volta e queria entender o que efetivamente eu estava fazendo neste orbe.

O primeiro grande trunfo que entendi e assimilei é que somos de fato Causa e Efeito. Nada que acontece conosco é por um acaso. Tudo tem uma estreita relação entre o que colhemos e o que plantamos.
Porém, a maior surpresa que tive foi quando de modo efetivo descobri qual é a semente. No principio deduzi, equivocadamente, que a semente seria o meu pensamento e, consequentemente, os valores nos quais eu creio.

Como me referi acima, estava equivocado. Meus valores e meus pensamentos são, comparando-os com uma lavoura, o solo. O que creio e o que penso, em si, nada podem fazer se eu não colocar semente neste solo. Portanto, minha intuição, se não a utilizar a meu favor, de nada serve. Seguir a intuição é fator decisivo para um acerto em nossas buscas.

Porém, crer em alguma coisa é muito pouco para se considerar que isso irá gerar uma colheita futura. Pensar num determinado fato tampouco é motivo de retorno. É preciso atitude. Do contrário, quem muito lê e nada faz é um excelente exemplo de insucesso.
Obviamente, é necessário adubar de modo adequado o solo para que se produza uma excelente colheita. Portanto, ter bons valores e bons pensamentos é um fundamento excelente para que a nossa vida seja saudável, correta e profícua.
Porém, neste exato momento, estamos identificados com qual semente? Sem ela não há colheita. Sem semente nada vai germinar.

A semente é a nossa PALAVRA.
Ela funciona como a flecha no “Kyudo”. (Leia meu texto anterior com este título). Depois de disparada, ela vai atingir o alvo. Não importa qual o preparo que a nossa mente deu ao destino da flecha. O que realmente faz a diferença é que ela vai, sem que possa ser interrompida, até o alvo.
Quantas vezes em sua vida você falou de uma pessoa e em menos de 48 horas encontrou com ela? E você disse: Nossa! Que “coincidência”... Você aqui? Ontem mesmo falei de você.
Ora, é simples, depois que se sabe o que significa a palavra, convém esclarecer que na vida nada é uma coincidência. Tudo o que acontece à nossa volta é colheita.
Nós não falamos da pessoa... Nós chamamos a pessoa.
Este é um grande exemplo da força de nossa palavra, de nossa SEMENTE DE VIDA.

Sei que nos veremos.
Beijo na alma



estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


Leia Também

Kyudo


saul
Saul Brandalise Jr. é colaborador do Site, autor do livro: O Despertar da Consciência da editora Theus, onde mostra através das narrativas de suas experiências como extrair lições de vida e entusiasmo de cada obstáculo que se encontra ao longo de uma vida.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa