auravide auravide

Sofrimento

por Elisabeth Cavalcante
Publicado dia 23/10/2008 13:08:05 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

O sofrimento é inerente à vida, mas não é a única realidade que precisamos enfrentar em nossa jornada neste planeta. Quando ele é muito profundo, nosso maior anseio é escapar, não se entregar a ele e, por isso, fazemos de tudo para negá-lo, arrancá-lo de nós como a erva daninha que retiramos de nosso jardim.

Entretanto, não existe saída para o estado de sofrimento senão reconhecê-lo, olhar para ele de frente, com a coragem de admitir nossa fragilidade, visto que o sofrimento não diminui de intensidade quando o tornamos inconsciente.

Ao contrário, quando o negamos, tudo o que fazemos ou pensamos fica contaminado por esta energia. Passamos, então, a irradiá-la e ela se desprende de nós e é captada pelos que estão ao nosso redor.
As pessoas mais sensíveis percebem claramente quando entram em contato com alguém que está tomado pela dor emocional, mesmo que ela nada manifeste.

Aquele que carrega o sofrimento inconsciente, ao entrar em contato com outros que se encontram no mesmo grau de inconsciência, pode ser vitima de uma projeção e ser machucado de alguma forma, ou, ao contrário, pode machucá-los, numa projeção inconsciente de seu sofrimento. Afinal, atraímos e transmitimos aquilo que corresponde ao nosso estado interior.

Então, a saída é não fugir do sofrimento, mas senti-lo plenamente. Falar dele um pouco, se necessário, mas apenas como uma forma de deixá-lo partir, sair de nós e seguir seu caminho.

O importante é ficarmos atentos para que a mente não utilize o sofrimento para nos manter presos ao papel de vítimas, seja do destino, ou de alguém em particular. Sentir pena de si mesma e querer obter atenção contando sua história a todo mundo, só fará com que a pessoa permaneça paralisada no sofrimento.

A chama da consciência é a única defesa que temos para passar pelo sofrimento, pois ela nos ajudará a atravessar este túnel escuro e encontrar a luz que sempre esteve ali, à espera de nosso olhar.

“Causa da infelicidade
Felicidade ou infelicidade não são dependentes de circunstâncias externas. Não há nem felicidade nem infelicidade nas coisas externas; seu estado de alegria ou de tristeza depende de sua reação a essas coisas externas.

Na verdade, as coisas não importam; o que importa é a sua visão das coisas; tudo depende de como olhamos as coisas. Assim, em suma, a importância é do indivíduo, e não do objeto: a importância está em você e não no objeto que você possui.
Daí que podemos dizer que a felicidade ou a infelicidade reside dentro de nós. Epictectus disse: ‘Se você está infeliz, saiba com certeza que você é a causa disso’. Eu diria a mesma coisa. Nós somos a causa de nossa miséria, porque seja de que forma estejamos, nós mesmos criamos essa condição.

Por favor, tenha esta verdade em sua mente, porque você não pode transformar a sua vida sem ela: se você se sente infeliz, saiba que alguma coisa está errada em seu ponto de vista. Uma vida miserável é resultado de uma maneira errada de olhar para as coisas; e uma vida feliz é o resultado de uma abordagem correta em relação à vida.
Por favor, sempre que você se sentir miserável, tente buscar pela causa da sua infelicidade dentro de você, não do lado de fora. E então, gradualmente, você descobrirá as causas da sua infelicidade, escondidas em suas próprias reações. Então, uma nova vida começa para você”.


Osho, Lead Kindly Light.



estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
elisa
Elisabeth Cavalcante é Taróloga, Astróloga, Consultora de I Ching e Terapeuta Floral.
Atende em São Paulo e para agendar uma consulta, envie um email.
Conheça o I-Ching e Faça uma consulta online
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa