Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

Viajando no olhar de Jesus ll

Viajando no olhar de Jesus ll
Publicado dia 5/14/2001 6:52:43 PM em Espiritualidade

Compartilhe

   

Enquanto eu meditava, ele surgiu a minha frente daquela maneira silenciosa. Seus olhos cor de mel emanavam a serenidade do amor incondicional. Ele nada disse e eu me desnudei espiritualmente: coração aberto e a consciência na sintonia daquilo que ele inspirasse. Porém, os seus olhos somente me diziam: "Trabalhe com amor. Pense nas muitas moradas do Pai Celestial. Medite no amor que sustenta os orbes e estrelas na imensidão. Perceba a alegria de ser útil aos seus irmãos. O Pai habita em todos seres e sua música fecunda as dimensões da vida."

Fiquei quietinho e tímido diante do seu olhar amoroso. Era muito amor comunicado no silêncio. Ele absorve os sofrimentos dos homens e os transforma em pura paz. Ele pega a dor que mora no íntimo dos corações e devolve só amor. Ele nada julga, só oferece as suaves harmonias da serenidade. Ele sabe de tudo que se passa dentro de cada um e compreende.

Como descrever para as pessoas a sabedoria desse olhar silencioso? Como imprimir nessas linhas tanto amor? Como aguentar essas ondas serenas que viajam pelo meu coração e que fazem os meus olhos se transformarem em dois pequenos sóis?

Como falar-lhes dessas lágrimas mornas que vertem dos meus olhos lavando velhas dores e fechando as feridas da saudade do amor?
Rabi, amigo de todos os homens, transforma a todos nós em instrumentos de sua paz. Seja na luz forte do irmão sol ou nos brilhos plácidos da irmã lua, que todos nós possamos viver inspirados pelo amor incondicional. Que o seu olhar seja o nosso olhar!

Imerso nessa atmosfera de ternura, penso no Bem de todos os seres. Que aconteça o melhor para a evolução de cada um!
Percebo no ambiente a presença do espírito André Luiz, que eu não via há muito tempo. Ele sorri e pelas vias telepáticas, me diz o seguinte:
"O amor nada espera, por isso não cobra crescimento, só ama.
A dor invisível que molesta os corações é a falta de percepção desse amor. A agonia dos homens é a saudade desse amor, que eles pensam estar num Céu distante, mas que habita dentro deles mesmos. Procuram na imensidão o que está tão perto no coração.

Servir à LUZ não é tarefa fácil. Par a par com o serviço estará a incompreensão alheia e muitas vezes o preço será a solidão da responsabilidade da tarefa abraçada. Contudo, o espírito diligente perseverará, pois os olhos do amor acompanham sua lida e lhe proverá de suaves harmonias nos labores do esclarecimento nobilitante."
Percebo que o próprio André Luiz também está na sintonia do olhar amoroso. Vejo a sua expressão de contentamento e sei que há outros seres invisíveis em várias dimensões ligados a essa atmosfera. É magnífico ver a expressão lúcida desse amigo espiritual de tantas jornadas espirituais de anos atrás. Ele está em êxtase e fala com alguém que não percebo. Nem parece mais o médico espiritual sério que conheço desde antes de reencarnar aqui no Brasil. Parece mais um menino transbordando de alegria naquele olhar.

Volto a atenção novamente para os olhos cor de mel e o ambiente do quarto parece mais um pedaçinho dos níveis extrafísicos superiores. No silêncio, eles me dizem:
"O amor é a nutrição do Eterno em cada ser. É o guia de todos os trabalhos inspirados. É a florescência do infinito habitando as estrelas e homens na mesma harmonia. É o toque do Pai Celestial em cada filho. É o Seu presente, é a Sua alegria, é a Sua dádiva de vida e de imortalidade. É a Sua música tocando as estrelas e os homens.

Que todos os homens e estrelas sejam conscientes da serenidade do amor."
São 19:37 horas e preciso sair para realizar a palestra de todas as 6as feiras no IPPB. Tomara que eu consiga levar para lá a atmosfera desses olhos amorosos e dividí-la com as pessoas.

Rabi, amigo de todos os homens, que os seus olhos estejam nesses escritos e em nossos corações.

Muito obrigado por tudo, querido.
Paz e luz.
-Wagner D. Borges -
São Paulo, 11 de maio de 2001.


por Wagner Borges

Consulte agora
Mapa Astral   Tarot   Numerologia  


Leia Também

Viajando no olhar de Jesus


Obrigado por votar

O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe

         

Sobre o autor
Wagner Borges é pesquisador,
conferencista e instrutor de cursos de Projeciologia
e autor dos livros Viagem Espiritual 1, 2 e 3 entre outros.
Visite seu Site e confira a entrevista.
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor







Energia do Dia
Praticidade. Dia produtivo onde o impulso criativo pode ser controlado e dirigido. O quatro é a janela quadrada através da qual enxergamos o mundo, portanto são necessárias hoje a análise e a lógica.
Faça sua numerologia

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa