auravide auravide

Como dirigir com economia


Mantenha o alinhamento das rodas e o balanceamento dos pneus

Para essa verificação é necessário equipamento profissional. Uma dianteira desalinhada ou um pneu desbalanceado pode comprometer a quilometragem. Se o carro está puxando para o lado é bem possível que precise de alinhamento. Vibrações a várias velocidades na estrada sugerem a necessidade de um balanceamento. Um pneu desbalanceado também consome gasolina em excesso, porque força o motor.

Plano regular de manutenção

Elementos pequenos como filtros de ar sujos, emissões excessivas de gases no escapamento e pneus abaixo da calibragem podem combinar-se para reduzir a economia de combustível em cerca de 25%.
A manutenção rotineira de um veículo é relativamente fácil. Com os sistemas eletrônicos e computadorizados atuais há menos ajustes para fazer e os intervalos entre as manutenções são surpreendentemente mais longos.

As velas, por exemplo, que precisavam ser trocadas a cada 16 mil quilômetros agora podem durar de 48 a 80 mil quilômetros antes da troca. As seguintes dicas podem ajudar seu carro a se tornar mais eficiente.

Carros com partida rápida, que rodam suavemente e estão em boas condições mecânicas conseguem a melhor quilometragem útil. Qualquer redução no desempenho interfere na economia. Manutenção programada também ajuda as peças a durarem mais e você economiza dinheiro de duas maneiras: hoje em economia, amanhã em custos reduzidos nos consertos.

A regulagem pode aumentar a economia de combustível em até 10%, declara a EPA (Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos). Em carros modernos com injeção de combustível equipados com sistemas de trem de força controlados por computador, há pouca "afinação" para fazer. Basicamente, essa afinação significa a troca das velas, embora seja também importante executar o tipo de manutenção preventiva descrita mais adiante nesta seção.

Siga o programa

O manual do proprietário provavelmente irá indicar dois programas de manutenção: um para a direção "normal"; outro para a direção em condições mais "severas" ou "pesadas". Cada um possui seu próprio programa de manutenção, relaciona os sistemas a serem conferidos e o serviço a ser executado, tanto na quilometragem quanto no tempo decorrido entre as manutenções.

Mesmo que você não reboque um trailer ou dirija em condições de poeira, a direção em condição "normal" cai na categoria "pesada" se você vive em uma região sujeita a temperaturas muito quentes ou muito frias. Até viagens curtas freqüentes contam como direção em condições difíceis.

Quando estiver em dúvida, peque pelo excesso: opte pelo programa de manutenção mais rigoroso. Irá valer a pena em termos de economia semanal de combustível e confiabilidade do veículo a longo prazo.

Emissão de gases e economia de combustível

As emissões do escapamento deveriam ser verificadas pelo menos uma vez por ano em veículos mais velhos. Quanto menor a emissão de gases, mais eficientemente o motor estará operando.
Reduzir a emissão de gases para os limites especificados pode melhorar a quilometragem útil da gasolina em 15%, e o motor também durará mais. O sensor de oxigênio é uma peça importante e algumas estimativas sugerem que um sensor com defeito pode reduzir a economia de combustível em 40%.

Sob lei federal, a maioria dos controladores de emissão é coberta por uma garantia de fábrica de 5 anos ou 80 mil quilômetros. Alguns consertos relacionados com a emissão de gases podem ser executados sem custo.

Fique sempre alerta

Esteja alerta para qualquer coisa estranha. Abra o capô e procure cabos e mangueiras soltas. Verifique regularmente os níveis de fluidos. Esteja consciente de qualquer queda na economia de combustível ou um cheiro diferente. Monitore o medidor de temperatura do arrefecimento, caso seu carro possua um. Observe qualquer batida de pino, ruído estranho, partida difícil ou perda de potência significativa.

Procure conhecer um pouco do funcionamento do motor

Por uma questão de economia, você deveria saber um pouco a respeito do que está acontecendo embaixo do capô. Embora complexos e computadorizados, os princípios de operação dos motores não mudaram muito com o passar dos anos como muitos imaginam. Ainda que você não execute o serviço, um pouco de conhecimento pode servir ao comunicar-se com o mecânico e certificar-se que a manutenção planejada está sendo feita.

Verifique e troque o óleo regularmente

Usar a viscosidade incorreta pode reduzir a economia de combustível em até 2%.
A manutenção dos níveis corretos e a troca regular de óleo irão manter o motor saudável e operando com a máxima eficiência. Isto também resulta em economia de gasolina.

Verifique o filtro de ar

Alguns especialistas dizem para esperar um grande aumento na quilometragem útil do combustível mantendo sempre um filtro novo no motor; outros dizem que um filtro entupido pode reduzir a quilometragem em 10%.

Sistema de arrefecimento

Um motor que funciona muito quente ou muito frio pode desperdiçar de 10 a 15% do combustível que você coloca no tanque. A temperatura de operação do motor é regulada principalmente pelo fluido refrigerador e o pelo termostato.

O agente refrigerador é uma mistura de anticongelante e água que ajuda a manter o motor na temperatura apropriada, tanto em temperaturas frias como quentes. A mistura correta do refrigerador é de 50% de anticongelante e 50% de água. O nível deveria ser mantido como indicado no reservatório e o agente refrigerador deveria ser mantido limpo.

a mais no Site:
https://dinheiro.hsw.com.br/como-dirigir-com-economia1.htm

Publicado em:




Comentários



As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa