auravide auravide

MEDITAÇÃO VENTRE SUAVE

Facebook   E-mail   Whatsapp

Deixe sua atenção vir para o seu corpo...
Deixe que a sua consciência venha para a sensação do seu corpo...
Sinta as sensações físicas de estar em um corpo...
Sinta a pressão do seu corpo na superfície onde você está sentado. Sinta a força da gravidade. Solte seu corpo das tensões...
Sinta a sensação do seu peito se movendo com a respiração...
A sensação do pescoço e do peso de sua cabeça...
Sinta este corpo no qual você está agora...
Devagar, deixe que a sua atenção vá para o seu ventre...
E comece a soltar, a suavizar o seu ventre...
Deixe espaço para que a respiração aconteça no ventre...
Inspirando, o ventre sobe. Expirando, o ventre desce...
Suavize para receber a respiração no seu ventre...
Permita que a respiração respire a si mesma no seu ventre suave...
Cada respiração suaviza, abre, libera...
Inspiração, o ventre sobe, se tornando suave...
Expiração, o ventre desce, liberando qualquer coisa presa...
Expandindo e contraindo o ventre...
O ventre suave...
A respiração respirando a si mesma na suavidade...
Abandonando-se no ventre, em níveis e níveis de suavidade...
Quantas mágoas presas no ventre, quanto medo e quantas armaduras...
Deixe-se flutuar no ventre suave...
Não o endureça para sofrer. Apenas deixe-o ser em compaixão. O ventre suave...
Note como até mesmo um simples pensamento pode tensionar o ventre, endurecendo-o para a separação, para a mágoa...
Deixando ir com cada inspiração, suavizando o ventre...
Deixando ir com cada expiração, abrindo espaço...
Cada expiração coloca para fora a dor, deixando-a ir...
No ventre suave, misericordioso ventre...
Níveis e níveis de suavidade...
Níveis e níveis de deixar ir, de abandonar...
Quanto espaço para liberação. Quanto espaço para estar no ventre suave...
Tenha compaixão de você...
Cada respiração suaviza mais e mais...
Suavizando o ventre para descobrir o coração...
Abandonando do ventre as velhas crenças que bloqueiam o coração...
Cada expiração deixa ir a dor. Expirando e jogando fora a dureza, a armadura. Abrindo espaço para viver no ventre suave...
Expectativas, julgamentos, dúvidas. Velhas mágoas presas no ventre. Suavizar permite que elas se dispersem, se dissolvam no ventre suave...
Dor, medos, dúvidas dissolvendo, dissolvendo na suavidade, no espaço do ventre suave...
Deixe-os flutuar no ventre suave. Tenha compaixão. Níveis e níveis de suavidade encontrando o aqui e agora.
Níveis e níveis em estar no ventre suave...
Inspirando e expirando no ventre suave...
Mesmo se a dureza é encontrada no meio da suavidade, apenas olhe para ela e deixe-a passar. Deixe que a dureza flutue na suavidade. Não existe nada para mudar. Não há nenhuma urgência no ventre suave. Deixe a urgência flutuar no ventre suave...

Há espaço até mesmo para a dor na compaixão do ventre suave...
Deixe os sons destas palavras passar bem na sua frente. Não segure nada. Confie no processo...
Permita que tudo que surja passe através do espaço do ventre suave...
E permita agora que seus olhos se abram gentilmente...
E, enquanto seus olhos se abrem, note em que ponto o seu ventre se contrai novamente. Em que ponto "alguém" reassume o comando e você sente a necessidade de se proteger? Em que ponto a "armadura" restabelece a sua longa presença?

Suavizando com os olhos bem abertos para o mundo...
Suavizando para a dor que todos nós compartilhamos e para a herança de cura que aparece quando aprofundamos a suavidade...

www.cca.org.br/


Facebook   E-mail   Whatsapp




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa