auravide auravide

Os Princípios Herméticos na Astrologia

por Ivan Maia Fernandes

Publicado dia 21/6/2008 em Almas Gêmeas

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Desde que o homem se entende por homem, ele observa as estrelas, o céu, os movimentos da Lua e do Sol e suas influências na vida humana, nas marés, nos ciclos da natureza e procura traçar analogias, simbologias e decifrar a sincronicidade que advém da incrível dança cósmica.

Há milhares de anos teria existido um personagem chamado Hermes Trimegistus, mais tarde adorado pela cultura grega como o deus Hermes e pela egípcia como o deus Thot, que teria dado origem a todos os conhecimentos ditos “herméticos”. A transmissão desses ensinamentos resultou nas inúmeras Escolas de Mistérios ou Escolas de Sabedoria, muitas religiões, no gnosticismo, na maçonaria, nos templários, nos alquimistas e em toda uma tradição que se expressou em linguagens cifradas, simbólicas e herméticas, pois não era para qualquer um. Seu grau de profundidade dependia do nível de iniciação, ou grau de quem os recebia.

Até hoje existe uma dúvida: teria sido Hermes um Mestre espiritual que encarnou na Terra, uma casta de sábios, um mito, um deus do conhecimento ou um mensageiro dos deuses? O que sabemos é que os ensinamentos foram primordialmente transmitidos oralmente, de boca a ouvidos, de hierofante a iniciado, de mestre a discípulo. Dentre esses ensinamentos estão os chamados Princípios Herméticos, registrados no livro “O Caibalion”, que estão presentes nos preceitos da Astrologia.

O Princípio da Correspondência, “(...) o que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima (...)”, contém a base da Astrologia, pois define a correspondência entre o macrocosmo (constelações, sistema solar, etc) com o microcosmo (o ser humano). Também a analogia entre signos, casas e regências planetárias, que se correspondem em significâncias cognitivas.

O Princípio da Polaridade, “tudo é duplo, tudo em pólos tem o seu oposto, seu par contrário, o igual e o diferente são a mesma coisa...”, expressa a polaridade existente entre os signos opostos - Áries-Libra, Touro-Escorpião, Gêmeos-Sagitário, Câncer-Capricórnio, Leão-Aquário, Virgem-Peixes. Podemos tecer inúmeras considerações entre esses assuntos, arquétipos, campos energéticos, demonstrando que são a mesma coisa se expressando em polaridades diferentes, como quente e frio são polaridades da energia calorífica expressa em temperatura.

O Princípio da Vibração, “nada está parado, tudo se move, tudo vibra”. Você já viu planeta parado, ou a Lua, ou o Sol? Nossas células, formadas de átomos, vibram e pulsam assim como todo o Universo. Na Astrologia esse princípio se expressa na chamada triplicidade dos signos, nos temperamentos e tipos de percepção: FOGO, Intuição, Áries, Leão e Sagitário; TERRA, Sensação, Touro, Virgem e Capricórnio; ÁGUA, Sentimento, Câncer, Escorpião e Peixes, e AR, Pensamento, Gêmeos, Libra e Aquário.

O Princípio da Causa e Efeito, “toda causa tem o seu efeito, todo efeito tem a sua causa. O Acaso é simplesmente um nome dado a uma lei não reconhecida...”. Também chamado de “Lei do Carma”. Se o Mapa Astral mostra as potencialidades e bloqueios, o caminho do propósito de vida, de como a pessoa reage a determinadas situações, ele aponta então o que a entidade está colhendo nesta vida, o seu carma. Nesse sentido, todo o mapa é cármico. O pré-destino não é um mero acaso. “Deus não joga dados”.

O Princípio do Ritmo, “tudo tem fluxo e refluxo, tudo sobe e desce, tudo tem suas marés...” Observa-se que cada planeta tem o seu ciclo de tempo para dar uma volta em torno do Sol. Também se expressa e na quadruplicidade dos signos, que dão os ”tipos de comportamento”: CARDEAL, voltado para o início de uma ação, Áries, Câncer, Libra e Capricórnio; FIXO, estabiliza o que foi iniciado, Touro, Leão, Escorpião e Aquário, e; MUTÁVEL, altera o que foi estabilizado, Gêmeos, Virgem, Sagitário e Peixes.

O Princípio do Gênero, “O gênero está em tudo; tudo tem os seus princípios masculino e feminino”. Signos MASCULINOS tomam atitude, exteriorizam-se, são objetivos - Áries, Gêmeos, Leão, Libra, Sagitário, Aquário. Signos FEMININOS são receptivos, atraem, interiorizam-se, são subjetivos - Touro, Câncer, Virgem, Escorpião, Capricórnio e Peixes.

O Princípio do Mentalismo, que engloba todos os outros: “O Todo é Mente; o Universo é mental.” A Astrologia é uma poderosa ferramenta de auto-conhecimento. No momento em que você se conhece e se alinha em pensamento e propósitos com o seu campo vibracional representado pelo seu mapa natal, todo o Universo conspira a seu favor. Existirá um conforto de alma.

Um beijo de luz em seu coração.

Texto revisado por Cris


Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 38

foto-autor
Sobre o Autor: Ivan Maia Fernandes   
Astrologia, Coaching, PNL, Astro Coaching, Mesa Radiônica, Instrumento Radiônico, Astro Radio Coaching, Tarot Alquímico, REIKI, EFT, Cura Reconectiva, Reconexão, Alquimia e Renascimento. Consultório em Curitiba-PR - tel.: (41) 99644-3111 - E-mail: [email protected]
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa