Home > Autoconhecimento
Adeus aos preconceitos!

Adeus aos preconceitos!

por Isha Judd

Geralmente, as coisas que mais julgamos no exterior são aspectos nossos que rejeitamos, que percebemos como errados. Então, tratamos de esmagá-los nos demais, para não ter que vê-los em nós mesmos. Quando nos sentimos muito separados da vida e de tudo, lutamos em defesa de ideias muito absolutas, fixas e rígidas.

Por exemplo, a discriminação. Toda discriminação vem do medo e também das crenças que cultivamos e que nos dizem que há algo errado. E quando, inconscientemente, não nos sentimos felizes nem completos com nós mesmos, julgamos o que vemos do lado de fora, como se desse modo estivéssemos procurando por algo que nos fizesse sentir superiores. Esses comportamentos estão apenas mascarando uma enorme insegurança interna.
Sempre que estamos mantendo uma posição determinada, estamos discriminando. É posível que tenhamos adotado o que consideramos uma crença mais evoluída, mas ainda é uma "crença". Se, para poder ter razão, precisamos provar que o outro está errado, estamos dando suporte a um preconceito.

E frequentemente é mais fácil ver a discriminação nos outros do que em nós mesmos. O preconceito se amplia no cenário mundial: guerras, racismo, extremismo religioso, desigualdade social. Podemos fazer campanha para mudar essas coisas, mas a maneira mais eficaz de transformar esses aspectos da humanidade é tomando consciência e realizando uma mudança interna.
Podemos começar a observar quando colocamos um grande NÃO em algo, sem parar nem por um momento para pensar, com respostas robóticas, reativas e como se um botão tivesse sido pressionado, às vezes com carga. Podemos começar a perceber se nossas respostas vêm do amor ou se são apenas uma programação que nos mantém isolados, com uma percepção limitada do mundo, uma percepção de escassez e medo.

Pode ser que você não seja racista, classista ou sexista, mas poderá encontrar lugares dentro de você nos quais discrimina: comparando seus resultados no trabalho com o outro, ou julgando o nível de inteligência de outras pessoas etc.. Ainda que seja muito mais sutil que a opressão aberta, continua sendo discriminação.
Quando começamos a sentir essa segurança interior, quando estamos nos amando, percebemos a perfeição em tudo, fora e dentro, e tudo o que está baseado no amor permanece, cresce, enche-lhe e o que está baseado no medo desaparece. Você começa a perceber as coisas de outra maneira e os preconceitos vão desaparecendo.
Comecemos a abrir nosso coração e vamos ver como nossas ideias baseadas em preconceitos começam a se diluir. Quando focamos no amor - nos aceitando, e não nos julgando - podemos ver o quão superficiais essas coisas são e começamos a deixar de lado a separação, ou o que pensamos estar errado.

Assuma responsabilidade e preste atenção aos pensamentos que você tem ao longo do dia, observando onde discrimina. Você pode soltá-los e abrir seu coração a tudo o que você tem deixado de fora?
O mais bonito é que, ao fazer a mudança em nós, nos enfocando interiormente, nos enfocando no amor, voltando a nós mesmos, podemos transformar o mundo!


Próximos eventos com Isha em 2020:
Janeiro 7-14 e 23-30 eFevereiro 3-10 e 17-24

Texto Revisado

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   Numerologia  
 
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp


Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Avaliação: 5 | Votos: 9 Atualizado em 11/12/2019

Autor: Isha Judd   
Isha é mestra espiritual reconhecida internacionalmente como embaixadora da paz. Criou um Sistema para a expansão da consciência que permite a auto-cura do corpo, da mente e das emoções. Site oficial www.isha.com. 
E-mail: brasil@isha.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
Sempre é tempo de amar
A água transformada em energia cura doenças
Sempre podemos nos reinventar
É possível `apagar´ lembranças ruins?
Dores da alma
Colocando as cadeiras na calçada

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.



Energias para Hoje
quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

energia
I-Ching: 49 – KO - REVOLUÇÃO
Uma grande agitação traz como resultados mudanças radicais. É preciso mudar, mas aja sem egoísmo e não prejudique os outros.


energia
Runas: Ehwas
Discernimento, movimentar assuntos complicados.


5
Numerologia: Mudanças
A energia é nervosa e irrequieta Dia de muita excitação e impaciência. A mudança e a aventura estarão em pauta. Momento para sair de situações estagnadas e de investigar novas oportunidades. Seja flexível a adaptável.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes





 
© Copyright 2000 - 2019 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa