auravide auravide

Na dança da vida, esqueça que você está dançando e torne-se a própria dança



Prezados, este tema tem a intenção de trazer reflexão sobre o sentido da vida e apenas uma das muitas formas de se interpretar aquilo que chamarei aqui de “a dança da vida”.

Me refiro à dança para esta comparação porque esta é uma das mais ricas formas de vivenciar a arte em todo o seu alcance e esplendor, porque através da dança, unimos música, movimento, sentimentos, emoções e liberdade de expressão.

Recentemente, tive a feliz oportunidade de conhecer a *Biodanza, (*A biodança, também chamada de psicodança, é um sistema de integração afetiva e desenvolvimento humano baseado em "vivências" criadas através de movimentos de dança com músicas selecionadas que geram a catarse...)

Esta oportunidade me proporcionou a  inspiração necessária para trabalhar com este tema e me levou a refletir sobre as vidas humanas, tão criativas, tão ricas em suas formas e repletas de informações, se formos observar bem, assim como a dança nossas vidas são pura arte, arte de viver, de aprender, transcender e evoluir.

Um sábio observou que na vida, assim como na arte não existe defeito, mas efeito.

Um dos ensinamentos antigos da Índia fala da meditação Nataraj e diz assim: devemos esquecer o dançarino, o centro do ego e nos tornar a própria dança.
Dançar tão profundamente que nos esqueceremos completamente que estamos dançando e começaremos a sentir que somos a própria dança.

Não haverá divisão, assim nos tornaremos completos.
Como dançarinos, temos que seguir dançando, até que somente a dança permaneça e o dançarino desapareça, não seremos apenas mais um observador, mas participaremos com total e completa entrega.


Assim também na dança da vida, aquele que viver a sua plenitude eliminando a ilusão de separação de todos os seres e coisas do universo se tornará a própria essência da vida, deixará de ser apenas um dançarino repetindo movimentos coreografados, mas se tornando a própria dança de sua vida e irá criar sua própria realidade.

Não perca seu ritmo, nenhum ritmo, nenhuma dança será melhor ou mais adequada a você do que a sua própria dança, apenas dance profundamente.

A dança de nossas vidas é perfeita para todos nós, porque foi feita por nós e somente para nós mesmos...

É neste contexto que afirmo: cada um de vós pode comandar sua própria vida, é a sua dança, a dança da sua vida, assim como na Biodanza, dance do seu jeito, liberte-se, é a sua dança e de mais ninguém e ela é única e exclusiva, só você poderá dançá-la no seu ritmo, nos seus movimentos, na sua expressão.

Sejam felizes dançando e vivendo suas vidas e lembrem-se:

“Na dança da vida, esqueça que você está dançando e torne-se a sua própria dança”.

João Sposito - Brasília –DF

Novembro 2018
Texto Revisado

Publicado dia 21/11/2018
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1



foto-autor
Autor: JOÃO LUIZ SPOSITO   
João Sposito, atende em Brasília-DF, Terapeuta em Bio energética(par magnético), Reikiano, cromoterapeuta, espiritualista desde 1998, realiza assessoria espiritual personalizada e aconselhamento. Agendamento de consultas: presencial e a distância, (61) 982247680 whatsapp.,
E-mail: jlsposito@hotmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa