auravide auravide

QUEM EDUCA?

por Willes S. Geaquinto

Publicado dia 15/3/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Num texto recente no qual enfoquei a questão da escolha da escola para os filhos, falei também sobre a responsabilidade dos pais pela educação deles. Volto ao assunto para reforçar a idéia de que considero importante, na atualidade, dedicar maior atenção à educação dos filhos no âmbito da família, visto que por força dos afazeres fora do lar pais e mães têm se distanciado dessa responsabilidade e, por conseqüência, transferido para a escola essa incumbência.

Ora, por melhor que seja a escola, ela nunca estará preparada para suprir as necessidades afetivas, de valores e modelos que naturalmente cabe aos pais fazer. A boa escola pode, sim, ser parceira nessa tarefa, reforçando valores, estimulando a socialização e a disciplina, além, é claro, de proporcionar à criança, através do repasse de conhecimento, condições para o seu desenvolvimento integral, ou seja, um desenvolvimento que vá além das matérias do conhecimento formal estimulando, por exemplo, o pensar, a ética, o respeito, a honestidade, enfim, valores e práticas humanistas que o transformem num ser humano responsável e produtivo positivamente.

Educar filhos requer mais do que suprir suas necessidades básicas como alimento, moradia, atenção à saúde e higiene ou enchê-lo de presentes e outras bugigangas como celular, videogame e roupa de grife. Toda criança necessita de atenção, tempo de qualidade, diálogo, afeto, bons exemplos e modelos. Nada substitui isso, nada substitui a necessidade de sentir-se amada pelos pais, de sentir-se importante para eles. E esses sentimentos só podem ser supridos pela presença, pela dedicação, expressas na prática do dia-a-dia. Isso tudo pode até parecer difícil para alguns pais, já que sabemos que nossa cultura educacional é pobre principalmente em práticas afetivas qualificadas, mas essa é a tarefa daqueles que desejam aprimorar-se como pais: aprender a educar educando e educando-se.

Alguns pais quando chamados à escola por força de dificuldades de aprendizado, ato de rebeldia ou indisciplina de seu filho costumam argumentar que ele, o filho, em casa age diferente, é bem comportado, aplicado e blá, blá, blá. Nesse caso, podem estar ocorrer algumas situações:

1) O bom comportamento do filho em casa pode estar sendo obtido de maneira coercitiva, logo, quando longe do domínio dos pais, ele vai extravasar toda sua rebeldia e sua raiva, seja nos professores ou nos colegas;

2) Ele é educado de maneira protecionista, mimado e sem limites, os pais fazem tudo o que ele quer, chantageiam-no emocionalmente; então, na escola ele vai revoltar-se por força da disciplina, das regras existentes, etc.;

3) Em casa os pais são ausentes, o filho passa mais tempo jogando videogame, vendo televisão ou no computador do que na companhia deles; também nesse caso por não haver regras em casa e por não receber a devida atenção ele vai contrariar as regras da escola, às vezes, por pura rebeldia, outras para receber atenção mesmo que seja de modo negativo.

Outras situações poderiam ser descritas com teor assemelhado, mas o que interessa é chamar a atenção para a importância da educação afetiva, afirmativa e presencial dos pais na vida do filho. Educação de filhos à distância não existe, assim como pais perfeitos. Porém, há sempre muitos bons modos de educar...

Boa reflexão para você.

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 13

foto-autor
Sobre o Autor: Willes S. Geaquinto   
Willes S. Geaquinto - Psicoterapeuta, Consultor Motivacional. Com método próprio trabalha com a Terapia do Renascimento promovendo o resgate da autoestima, o equilíbrio emocional e solução de transtornos e fobias. Palestras e Cursos Motivacionais(relação de palestras no site). Contato: (35) 99917-6943 site: www.viverconsciente.com.br
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa