auravide auravide

Saiba algumas propriedades da cor verde e como utilizá-la.

por Carolina Staibano Alves

Publicado dia 31/5/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Na natureza, o verde é a cor típica das folhas em plena atividade e dos frutos ainda em desenvolvimento. Por esse motivo, podemos associar a cor verde ao crescimento, construção e absorção. A perda da cor verde anuncia a perda da capacidade de crescer. Vemos isso na natureza. Quando um fruto perde sua cor verde, ou seja, se torna maduro, ele está no estágio final de seu desenvolvimento e começa a se degenerar.

O verde é a cor central do espectro solar e por isso pode-se considerar a cor mais equilibrada de todas. Sabemos, em cromoterapia, que podemos lançar mão dessa cor para corrigir o excesso de todas as outras, ou então para trazermos um equilíbrio geral a todos os aspectos de nosso ser.

Esta cor favorece a regeneração dos tecidos. Quando estamos com alguma lesão cutânea, por exemplo, podemos aplicar alguns minutos a cor verde sobre o local a fim de estimularmos a cicatrização da pele. Além disso, a cor verde estimula a absorção e a utilização de nutrientes pelas células, podendo ser útil para atletas ou pessoas desnutridas.

Mulheres! A cor verde é considerada a cor da juventude, sendo utilizada até em algumas máscaras de estética. Isso se deve à já citada habilidade de regeneração da cor e sua atividade antioxidante. Por isso, sugiro o uso de uma lâmpada verde em um abajour na hora em que formos dormir. Essa atitude auxiliará nosso organismo a manter-se renovado e revigorado para o dia seguinte.

Para pessoas que sofrem de dores musculares o uso da cor verde pode ser muito interessante, já que auxilia no relaxamento muscular, alivia dores e é antiinflamatória.

A cor verde também possui função dilatadora, sendo indicada nos problemas circulatórios como hipertensão e cardiopatia, e no parto, por relaxar a região pélvica.

Por ser uma cor nem completamente quente, nem completamente fria, o verde nos apresenta um duplo efeito psicológico: ao mesmo tempo relaxa e tonifica. É útil nos casos de tensão por cansaço. Por isso, também pode ser utilizada nos hospitais onde os doentes estão ao mesmo tempo estressados e debilitados.

Os alimentos relacionados ao verde são as verduras e as frutas ácidas, por isso, em cromoterapia, acreditamos que o consumo desses alimentos podem trazer os mesmos benefícios da cor.

Os ambientes mais aconselháveis para utilizarmos a cor verde são os locais dedicados ao relaxamento, como uma sala de descanso ou o quarto. A cor verde escuro é um pouco monótona e cansativa, por isso devemos evita-la na decoração.

Uma forma de nos beneficiarmos das qualidades dessa cor é produzirmos uma água solarizada. Para isso, podemos pegar uma garrafa esterilizada de vidro transparente, envolvê-la com papel celofane verde e encher com água mineral. Deve-se deixar essa garrafa durante algumas horas sob sol forte e está pronta para consumir!

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 7

foto-autor
Autor: Carolina Staibano Alves   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa