auravide auravide

Tristeza também faz parte


Facebook   E-mail   Whatsapp

Posso escrever sobre a tristeza partindo da minha vivência.

Tristeza existe. É real.

Socialmente, a tristeza não é vista com olhos compreensivos. É vista como um sinal de perigo, quase como uma doença contagiosa.

A maior parte das pessoas tem medo de entrar em contato com a tristeza. Talvez por medo de não suportá-la. Encontram uma maneira de ignorá-la de fazer de conta que não existe. Engolem a tristeza colocando-a em um canto qualquer de si mesmo com o famoso “deixa pra lá“.

A tristeza é quase proibida.

Tristeza é confundida com depressão e dá-lhe tarja preta para não sentir.

Estar triste faz parte dos sentimentos que habitam nosso ser, assim como estar com raiva, estar com medo, estar feliz.

Ninguém é feliz o tempo todo.

Estado de espírito não é uma linha contínua e permanente. Se alterna conforme as circunstâncias, acontecimentos, situações.

Ouço muitas e muitas vezes pessoas dizerem: não gosto de ficar perto de gente triste.

A tristeza também é confundida com pessimismo. Esta confusão de interpretação acontece quando se teme olhar para si mesmo.

Em redes sociais é PROIBIDO expressar tristeza. As fotos com seus filtros, truques e maquiagens, os vídeos editados e elaborados querem nos fazer acreditar que a felicidade é o único sentimento que pode ocupar espaço.

Quem está triste acaba por se isolar pois sabe que não será acolhido e compreendido. Não terá companhia, a não ser a própria tristeza.

É vergonhoso estar triste. O que os outros vão pensar?

Querer atender o tempo todo a expectativa dos outros, é triste. Muito triste.

Na felicidade, ainda que mentirosa, sempre há companhia e acolhimento.

Quem está triste é cobrado com relação ao tempo de sentir-se assim.

Não pode ficar triste por mais de uma hora. Não pode!

A cobrança em relação à duração de um sentimento é desigual.

Excessos em qualquer sentimento, pedem atenção.

Eu acolho minha tristeza.

Como qualquer outro sentimento, a tristeza tem algo para me dizer. Algo importante e profundo.

Elaine Carvalho

Texto Revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 14


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Conteúdo desenvolvido por: Elaine Leal Carvalho   
Formação em Constelações Familiares. Curso História do Brasil segundo visão sistêmico-fenomenológica. Formação Avançada em Constelações Familiares e Empresariais abordagem sistêmico-fenomenológica. Curso de Constelações Empresariais. Seminário Leis Básicas dos Relacionamentos Aplicadas aos negócios. Acesse o site: https://elainelealcarvalho.com.br
E-mail: lealbian@yahoo.com.br | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa