Home > Autoconhecimento

Você consegue perceber quando está sendo atacado(a)?
por Aurora Reis

Você consegue perceber quando está sendo atacado(a)?

Esse é um assunto que venho lidando há alguns anos e que ainda aprendo, tamanha é sua importância. Confesso que é difícil para mim, mesmo hoje em dia, reconhecer quando alguém está me atacando - mesmo com tantos anos de "experiência" neste assunto.

É difícil porque, na minha ingenuidade, eu demoro a acreditar que aquela pessoa "boa" a quem eu dei o mínimo de crédito e confiança possa me fazer mal de alguma forma (mesmo que inconscientemente, ou como já dizia o Chaves, naquele programa: "foi sem querer, querendo")...

Antes que alguém pense que sou uma Poliana - que vê o mundo cor-de-rosa, eu gostaria de esclarecer que acredito sim, que estamos em um plano de dualidade, onde existe o mal em mim, em ti, nos outros, enfim... Trabalho o lado sombra arduamente e, mesmo assim, neste quesito ainda fico muito a desejar...

Como pretendo aqui ensinar algo que nem eu sei? A ideia não é essa e, sim, aprofundar a reflexão a respeito, para se autoconhecer melhor.

Uma coisa que já percebo de avanço é que antes eu levava "séculos" para me dar conta que "opa, tem algo errado aí!".

Agora, percebo que essa percepção está se apurando - como um treinamento - e, às vezes, meu reflexo para defesa é quase imediato! Começa com uma sensação estranha no peito, um mal-estar, um sentimento de medo, de inadequação, preocupação, de ter feito algo errado (culpa), arrependimento, entre outros... Assim que me dou conta de que "peraí! Se isso fosse da luz eu não me sentiria assim"... já começo a virar o jogo e, então, finalmente me proteger (ufa!).

Proteger-se não é um revide. Virar o jogo quer dizer apenas: "por que você vai ficar sendo atacado passivamente que nem um "panaca"? E, no fim, ainda será manipulado a pedir desculpas"?

"Ah, mas Jesus ensinou a dar a outra face"... Acho que tem muita confusão e erro de interpretação aí no meio dessa história.

Em primeiro lugar, nossa consciência divina, Deus em nós, não quer que sejamos vítimas de nada (nem de nossos sentimentos negativos, nem do ataque dos outros).

A não-violência envolve o não revidar, sim, porém, Gandhi não foi um passivo, pelo contrário! Ele mobilizou um protesto bem ativo que culminou com a independência da Índia.

Ser livre é exatamente isso: saber se defender! De onde vem a culpa, o medo, o receio, a vergonha de se proteger e dizer: "Não!", "Sai daqui energia negativa! Xô pessoa horrível, vai amolar outro!"?

Será que temos que ser condescendentes com o mal? Acredito que não. Então, em cada oportunidade de defesa está uma pepita de ouro de sabedoria a nos ensinar, a nos ajudar a reafirmar nosso comprometimento com a luz. É nosso dever zelar pela nossa luz. Somos zeladores e guardiões dos nossos portões (órgãos dos sentidos), como ensinou Sathya Sai Baba nesta bela mensagem abaixo:

"Há muitas entradas para um templo. Elas servem para que os devotos possam entrar e adorar o Deus consagrado lá dentro. Da mesma forma, para o templo do corpo humano, há cinco portões - os cinco sentidos. Qual é o propósito destas portas? Se construimos uma casa e erguemos portas, são para o uso de nossos amigos e parentes. Se qualquer animal perdido tentar entrar, as portas estarão fechadas para eles. Da mesma forma, as portas neste corpo sagrado devem ser mantidas abertas apenas para os bons e divinos visitantes. Só então ele merece o nome Kshetra (santuário). Ele deixa de ser um templo se objetos profanos são autorizados a entrar".

Permita-se, portanto, proteger-se de todo mal, de tudo que não serve à luz e não condiz com sua consciência divina. Ame-se e trate-se, enfim, com o respeito, amor e dignidade que merece. Só assim, o outro irá lhe tratar da mesma forma. Om Sai Ram!

Aurora
www.espacopachamama.com


Texto Revisado



Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   Numerologia  
 
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp


Autor: Aurora Reis   
Idealizadora do Espaço Pachamama. Graduanda em Psicologia, pela UFCSPA. Terapeuta de Práticas Integrativas, Mestre em Seichim e Reiki (Diversos Sistemas). Cristaloterapeuta formada pela "The Crystal Academy of Advanced Healing Arts", da Katrina Raphaell. Escritora dos livros: "Xô, depressão!" e "A Sabedoria dos Cristais". 
E-mail: crystalbungalow@gmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Publicado em 05/05/2019

Veja também
A mensagem das Brumas
A vida pede isso: esqueça o passado!
Qual é o rumo da minha vida?
O sofrimento dos pleiadianos encarnados
Inteligência espiritual, o que é isso?
Amar a si mesmo!

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.



Energias para Hoje
quarta-feira, 22 de maio de 2019

energia
I-Ching: 42 – I – AUMENTO
Momento de crescimento, que significa melhora não só no aspecto material mas também no espiritual. Ele acontece quando as ações e, acima de tudo, os sacrifícios são feitos em favor dos outros.


energia
Runas: Eihwas
50% já está conquistado, o resto e com você. Aja!


22
Numerologia: Idealismo
Dia para dedicar-se a obras que beneficiem todos ao seu redor. As atitudes devem ser abrangentes enfocando grupos de pessoas. Mantenha os pés firmes no chão e aja de forma a melhorar as coisas para os outros.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes




+ Lidos da Semana anterior
1. Como diminuir a carência e a solidão
2. Como aumentar a conexão com quem você ama em apenas 2 minutos!
3. Como enfrentar os efeitos de Urano em Touro
4. Por que não me identifico com o meu signo solar?
5. Abandone a expectativa
6. 3 razões pelas quais você ainda não está vivendo o amor que deseja!
7. A mente e a realidade
8. 10 sintomas que mostram como está sua autoestima!

 
© Copyright 2000 - 2019 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa