auravide auravide

Memórias de um ser em evolução - II


Facebook   E-mail   Whatsapp

Ana foi se tornando cada vez mais segura, providenciando tudo o que era necessário para a separação ocorrer. Durante esse tempo –no máximo dois meses-, eles continuaram morando juntos e conviveram de forma harmoniosa, com amizade, respeito e carinho mútuos, pelo reconhecimento do valor de ambos e pela aceitação que tomou conta da família. Apesar de estarem se preparando para a separação, houve um período de amorosidade e tranquilidade familiar e tudo estava caminhando muito bem, quando, em uma manhã, enquanto a família tomava seu café da manhã em harmonia, Cláudio sentiu-se mal e, de forma fulminante, sofreu um infarto. Caiu ali mesmo e veio a falecer.

Ana ficou perturbada, sentindo-se extremamente culpada. Expliquei-lhe que isso iria ocorrer de qualquer forma e, desta forma, com tudo o que ela havia buscado em termos de cura para ambos, proporcionou à Cláudio a oportunidade de trazer à tona seu lado sombrio para curar-se desse mal, tendo a chance de cumprir este propósito nesta vida, resolvendo essa questão. Se ele tivesse falecido enquanto a estava importunando e ameaçando, ele teria carregado consigo essa questão pendente. Com a ajuda de Ana que se propôs a se relacionar com um “estuprador em potencial oculto”, ele teve a oportunidade de “partir” tranquilo, tendo corrigido seu impulso, substituindo uma energia de ódio, desprezo e desrespeito à mulher (num geral, que direcionou à Ana) por uma energia de aceitação e respeito à sua mulher. Não cabe aqui falar tudo o que ocorreu à Ana após o falecimento de Cláudio, pois este texto foi solicitado por Cláudio, para contar a sua trajetória enquanto ser humano com seus desvios de comportamento e desrespeito à mulher, para deixar seu testemunho, pois hoje, já refeito espiritualmente, e compreendendo a dinâmica que ocorre entre muitos homens e mulheres, quer prestar um auxílio à humanidade, na tentativa de libertar homens e mulheres de seus jogos sadomasoquistas.

Após o que lhe ocorreu, Cláudio passou um tempo preso no astral inferior, indignado, confuso e revoltado. Por um tempo, após o desencarne, ele me assediou, com raiva, acreditando que eu era responsável por tudo, ele me dizia que havia morrido porque não suportou a indiferença de Ana e não conseguiu lidar com a dor da separação que estava para ocorrer. Nesta época, todas as vezes que ele me assediava, eu o interditava, vibrava em luz amorosa para beneficiá-lo e dizia a ele que eu não tinha nenhuma responsabilidade sobre o ocorrido, pois eu havia apenas seguido o fluxo natural dos eventos durante as consultas de Ana e que não tenho o poder de determinar os fatos, mas apenas de conduzir as condições energéticas enquanto elas se manifestam. E tudo o que fiz, como um “instrumento” de cura para ambos, foi ajudar a que se desfizessem de suas amarras e questões interiores que tanto os aprisionavam e destruíam. Disse também que ele passaria por essa morte de qualquer jeito e que tinha sido melhor que tivesse sido num momento em que ele finalmente teve um lapso de consciência e respeito à sua mulher e aos seus filhos, parando de assustá-la, dando a ela a liberdade de escolha.

Ele não compreendia e continuava a dizer que queria se vingar de mim, mas eu compreendia suas motivações e dizia a ele que um dia compreenderia tudo divina e espiritualmente. Ele se afastava, mas voltava sempre, até que um dia, a conversa aconteceu em outro nível, mais elevado, e percebi que ele já estava cansado de perseguir sua mulher e se revoltar contra os fatos. Por esse cansaço, ele não estava tão difícil de ser acessado, então pedi permissão para tentar ajudá-lo e expliquei que eu não faria nada se ele não concordasse e que eu só vibraria em luz e em amor, e que ele, pelo menos, se desse a chance de experimentar as sensações provenientes dessa vibração e que, depois da experiência, decidisse o que fazer de sua existência: ficar preso no astral inferior ou se libertar, aceitando a ajuda divina que estava à sua disposição, esperando que ele se desapegasse do plano físico e de suas perseguições à Ana, para então passar pelo portal de luz que o conduziria ao refazimento de suas energias, à cura e, principalmente, à compreensão de toda a realidade de tudo o que havia lhe ocorrido nesta e nas outras vidas que tinham relação com as questões desta vida.

Cansado e sem forças para lutar, começou a confiar em mim e aceitou, pois deixei claro que nem eu, nem os Mentores tínhamos o poder de decidir por ele e que ele era livre para experimentar essas novas energias e tomar sua decisão. Assim, vibrando amor em sua direção e sustentando a energia, ele começou a vibrar em frequências mais elevadas e isso fez com que começasse a perceber a grande manifestação de Seres de Luz que estavam à sua volta, prontos para ajudá-lo a se resgatar e se curar. Sua vibração foi se intensificando e todo o cansaço pela luta dos últimos tempos foi fazendo com que caísse em prantos, chorando intensamente. Eu o vi caindo de joelhos, sendo amparado por Mentores e Anjos e se deixando envolver por toda essa energia de amor e luz, soltando suas resistências e se entregando, pedindo então que o ajudassem e o libertassem das dores e apegos. Foi então que vi um facho de luz intensa “vindo do alto”, enquanto assisti os seres de luz conduzindo-o ao alto. A emoção tomou conta de mim e chorei de felicidade e amor. Foi um “presente divino” que recebi.

Desde então, nunca mais soube de Cláudio. Porém, há alguns meses atrás, comecei novamente a sentir sua presença. A princípio, pela experiência anterior, me fechei, pois não sabia se ele tinha aceitado tudo o que lhe havia sido oferecido no plano superior e não sabia se estava vindo novamente com os velhos propósitos. Mas senti que sua energia estava diferente e isso fez com que eu fosse, com reservas, começando a conversar com ele. Enfim, depois de algum tempo nesse impasse, finalmente me abri e permiti que ele se manifestasse. Foi então, para minha surpresa, que ele me disse que vinha para me agradecer e me disse: lhe serei grato por toda a eternidade! A vibração que emanou quando me disse isso, foi tão pura e amorosa, que fui levada “às alturas em intensa vibração”, todo o meu ser vibrou em amor e emoção. Não havia em mim nesse momento, o prazer pelo reconhecimento, mas uma profunda força em meu coração que me motivou a prosseguir em minha trajetória, acreditando ainda mais naquilo que faço e que carrego em mim. Ele finalmente tinha compreendido tudo, não somente o que havia lhe ocorrido na situação com Ana, mas muito aquém e além de tudo isso, entendeu que teve a oportunidade de ser interditado em seus impulsos mais destrutivos e que isso foi crucial em sua cura e em seu despertar, pois a partir desse evento, todas as questões passadas foram se processando e aflorando, mesmo depois que desencarnou, levando-o a entrar em contato com questões e condições muito destrutivas e sombrias em seu inconsciente, principalmente relacionados ao ódio oculto que tinha das mulheres. Disse que compreendeu os motivos pelos quais ele havia passado por tudo nas vidas passadas e nesta última vida.

Parte I
Parte III
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 9


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Teresa Cristina Pascotto   
Atuo a partir de meus dons naturais, sou sensitiva, possuo uma capacidade de percepção extrassensorial em níveis transcendes. Desenvolvi a Terapia Transcendente, a qual objetiva conduzir à Cura Real e à libertação integral do ser. Sou uma pesquisadora do inconsciente profundo, para descobrir seus mistérios e as chaves para a libertação real.
E-mail: crispascotto@hotmail.com | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa