auravide auravide

O Tempo, o Espaço e a Questão Dimensional

por Nicolette Lacerda Soares

Publicado dia 25/1/2008 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Por mais que eu tente, não posso voltar para ontem, e eu não posso ir para o amanhã. Estou aqui neste momento, e aqui, tudo é maravilhoso. Para mim, essa é a suprema sabedoria.
Prem Rawat


Será o tempo uma ilusão?
A professora e médica espiritual Chris Griscom diz que sim. Além disso, no Instituto da Luz (Light Institute), na pequena cidade de Galisteo (Califórnia), ela ensina aos seus clientes que somos seres multidimensionais.

Muito se tem falado e escrito nos últimos anos sobre o processo de Ascensão pelo qual a nossa Terra, nossos corpos e nossa consciência estariam passando, neste momento único de transição da 3ª para a 5ª dimensão, que estaria completa aproximadamente em 2013. Essa mudança para a 5ª dimensão foi referida como o momento do não-tempo pelos Maias.

Na realidade, estamos experienciando uma mudança de era, estamos no nascimento da era de Aquário e a Terra e a humanidade estão passando por uma mudança de transferência de uma freqüência vital da 3ª para a 5ª dimensão.

Atualmente, ainda no período de transição da 4ª dimensão, temos a ilusão de estarmos presos em uma trama do tempo, enquanto a Terra passa por uma mudança rápida no tempo e no espaço.

O mundo, como o conhecemos, está passando por transformações inimagináveis e estamos entrando num modo de ser e de pensar inteiramente novo. Até agora, a estrutura de nossa vida estava tão marcada pela constrição do tempo, que fechamos o limiar da nossa percepção sobre a nossa multidimensionalidade.

O conceito conhecido como Portal 11:11 refere-se a um período que foi de 1992 a 2011, durante o qual estaríamos saindo do modelo da dualidade e voltando para o modelo da Unidade.

A dualidade tem como características o sentimento de alienação e de separatividade, trazendo em si as polaridades, as classificações, os julgamentos e as divisões. À medida que a nossa consciência se dirige para o modelo da Unidade, vamos percebendo de maneira profunda uma nova forma de viver, totalmente sintonizada com a Realidade Maior, onde a separatividade, o medo, a dúvida e a solidão não são mais realidades aceitáveis.

Ao entrarmos em estado de sincronicidade, saímos do controle opressivo da Mente, do Tempo e do Espaço, longe dos modelos distorcidos de ilusão, manipulação e auto-anulação. O Modelo da Unidade vai nos fazendo compreender cada vez mais a natureza da interconexão de tudo e de todos.
Esse Salto Quântico, como é chamado, é um processo gradual em que largamos o modelo antigo para penetrar em mundos de harmonia, serviço à coletividade e maestria pessoal.

Mas do que trata essa questão do tempo?
Já conhecemos as três dimensões clássicas, comprimento, largura e altura ou profundidade. E foi dito que o tempo seria a 4ª dimensão.

Milenarmente, a linha do tempo era visualizada claramente por todos, como uma linha reta com três pontos estrategicamente colocados. Um ponto chamado Passado, outro ponto chamado Presente e um terceiro ponto chamado Futuro.

Do ponto de vista psicológico, costumavam-se deixar guardadas num lugar imaginário chamado Passado, as nossas queixas, decepções, sofrimentos, frustrações, humilhações, etc. e para alguns, lembranças idílicas que não voltariam mais.
O Presente era um momento extremamente fugidio. E o Futuro seria o lugar onde todas as redenções, o sucesso, o amor, enfim correspondido, a solução de todas as nossas frustrações, estariam à nossa espera. Tudo extremamente esquematizado.
Mas o pensamento científico dos homens começa a mudar...

Logo após a morte de Galileu Galilei, surgiu o gênio de Newton, respeitado como nenhum outro cientista e cuja obra marcou efetivamente uma revolução científica, derrubando de vez as idéias de Aristóteles que dominaram as mentes por 2000 anos. Seu trabalho mais importante foi em mecânica celeste, que culminou com a Teoria da Gravitação Universal.
A aparente simplicidade desses princípios é resultado de um enorme esforço intelectual empreendido por Newton e criou as bases da ciência moderna. Não apenas os movimentos dos planetas, mas também dos cometas e das marés, são examinados à luz de princípios matemáticos.

E se Newton falou, está falado e... não se fala mais nisso. Durante algum tempo...
Já em 1884, Edwin Abbott escreveu uma aventura matemática, The Flat Land, A Romance of Many Dimentions, passada num país plano, povoado por figuras de duas dimensões, em que uma delas, de repente se vê em contato com uma figura de três dimensões. Pode ser acessado e lido no Google: The Flat Land.
Timidamente, ainda surge a provocação sobre a possibilidade de um número maior de dimensões.
Mas que disse Einstein, a respeito do tempo?
Baseado puramente em experimentos mentais – realizados em sua cabeça, e não no laboratório -, ele decidiu descartar os conceitos de espaço e tempo absolutos de Newton. Isso se tornaria conhecido como teoria da Relatividade Restrita.

Vejamos as teorias propostas pelo físico Albert Einstein que revolucionaram a física no século XX. As duas teorias: da Relatividade Restrita e da Relatividade Geral - sustentam a noção de que não há movimentos absolutos no Universo, apenas relativos.

Surge com Einstein o conceito de Espaço-tempo curvo. Para ele, o Universo não é plano como na geometria, nem o tempo é absoluto, mas ambos se combinam em um espaço-tempo curvo. Enquanto para a geometria clássica a menor distância entre dois pontos é a reta, na teoria de Einstein é a linha curva. A gravidade, deduziu ele, era uma deformação do espaço e do tempo, e ele apresentou as equações que descrevem como a dinâmica dessa curvatura resulta da interação entre matéria, movimento e energia.
Segundo Einstein, em outros planetas, o tempo é diferente do nosso. O tempo e o espaço não são absolutos; diferem segundo os mundos.

No começo, ninguém entendeu nada e depois virou lugar-comum, como só acontece com as idéias novas. No começo são ridicularizadas, em seguida violentamente combatidas e, finalmente, aceitas por todos.

Parte 2

Texto revisado

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 59

foto-autor
Sobre o Autor: Nicolette Lacerda Soares   
Nicolette Lacerda, Física , Humanista e Astróloga, EFT Practitioner (Emotional Freedom Techniques). Especialista na utilização da “Palavra” como Instrumento de Transformação. Facilitadora de conciliação e de cura interior.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa