Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

O Perdão

O Perdão Publicado dia 8/27/2004 6:07:34 PM em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Perdoar é uma das atitudes mais difíceis para a maioria dos seres humanos. Geralmente quando alguém nos impõe alguma ofensa, traição, decepção ou mágoa, tendemos a passar muito tempo remoendo estes sentimentos e revivendo o momento em que eles nos foram causados.

Isto ocorre por duas razões principais: a primeira delas é que vivemos o tempo todo sob o domínio do ego e é ele quem nos faz cultivar sentimentos como a rejeição, o amor-próprio ferido, a baixa auto-estima que, geralmente, trazem como resultado outras tantas emoções negativas como a raiva, o desejo de vingança, o orgulho.

A segunda razão que torna difícil o perdão é uma conseqüência da primeira. Ou seja, passamos a viver no passado, lembrando o tempo todo da atitude negativa do outro e culpando-o por nossos problemas e infelicidades.

Existem situações em que o exercer o perdão é de fato um grande desafio, pois a gravidade da ofensa e do sofrimento que nos impingiram é muito grande. Porém, uma atitude mental que facilita o exercício do perdão é pensarmos que os seres humanos são espíritos em evolução e que, portanto, aquele que nos magoou o fez por não ter ainda a consciência da responsabilidade espiritual de cada atitude que tomamos, e por estar sob o domínio total do eu inferior, o lado obscuro que habita em todos nós.

Perdoar é uma atitude altamente saudável e libertadora, acima de tudo para nós mesmos. Ao fazê-lo, sentimos uma enorme sensação de alívio, como se nos livrássemos de um grande peso. E, ao mesmo tempo, rompemos a amarra que nos mantém presos ao passado e àquele que nos magoou. Muitas pessoas acabam se curando de doenças físicas graças a esse processo já que algumas doenças físicas estão diretamente relacionadas com a raiva e o ressentimento.

Praticar o perdão é também um excelente exercício de humildade, pois para fazê-lo, é necessário transcender o ego, que todo o tempo tenta nos convencer de que perdoar é um ato de fraqueza, uma atitude de quem não possui amor-próprio.

Por mais estranho que pareça, é exatamente o contrário. Perdoar é um ato de grandeza, direcionado pelo que há de melhor em nós. É nossa sabedoria interior, a porção divina que habita em cada ser humano que nos ajuda a vencer a resistência ao perdão. Mas, para isso, é preciso que nos conectemos com essa energia e deixemos que ela seja o nosso guia.

Mesmo que seja difícil perdoar alguém pessoalmente podemos fazer um exercício de meditação, visualizando a pessoa e mantendo com ela um diálogo imaginário, onde expressamos nosso perdão.

Este exercício será muito benéfico para que limpemos nosso coração da mágoa acumulada e, ao mesmo tempo, libertemos a pessoa em questão, uma vez que ao cultivarmos a mágoa, a mantemos energeticamente presa a nós pela força do pensamento.

Ao realizar esse processo pela primeira vez, é natural que não experimentemos uma sensação de alívio nem de libertação, dependendo do grau de importância que a pessoa tem para nós. A princípio pode ser necessário extravasar nossa mágoa e nossa raiva através do choro ou até mesmo esmurrando um travesseiro ou almofada.

O importante é liberar as emoções negativas acumuladas, deixá-las partir e desligar-se de nós em definitivo. Outro ponto essencial é não forçar nada antes que o sentimento de aceitação do perdão seja realmente verdadeiro em nós. Podemos continuar repetindo o processo periodicamente até que o problema seja solucionado em definitivo e nossas mágoas sejam transmutadas em paz e felicidade.


Conheça o Exercicio Interativo do Perdão

por Elisabeth Cavalcante


Obrigado por votar

O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Consulte grátis

Mapa Astral   Tarot   Numerologia  


Sobre o autor
Elisabeth Cavalcante é Taróloga, Astróloga,
Consultora de I Ching e Terapeuta Floral.
Atende em São Paulo e para agendar uma consulta, envie um email.
Conheça o I-Ching
Email: elisabeth.cavalcante@gmail.com
Visite o Site do Autor

Veja também
Vencendo os problemas
Quando vai haver algo de realmente novo em você?



Continue lendo
Vencendo os problemas
Quando vai haver algo de realmente novo em você?
Como enfrentar e superar as adversidades que a vida nos propõe?
Quem leva quem?

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa