auravide auravide

Princípio do deixar sair


Final de ano deve ser entendido como o final de um ciclo: 365 dias, 12 meses, 56 semanas. Podemos dar o significado que quisermos, mas não podemos evitar que seja um momento para reflexão e balanço.
Inevitável nos perguntarmos sobre que avanços realizamos neste ano que se passou. Em que mudamos?

Tudo bem, concordo. 2005 passou rápido. Mas tivemos 365 dias, como todos os outros anos, para realizarmos mudanças, transformações, conquistas, crescimentos, renascimentos... Tivemos 365 dias, dia após dia, para buscarmos as melhores fontes de nutrição, os alimentos mais saudáveis e integrais, aqueles que chamo de “vivos”. Tivemos 12 meses para buscarmos a sintonia com os amigos verdadeiros, os melhores professores, cursos, livros, amores...
É inegável: final de ano é um excelente momento para sermos bem verdadeiros conosco mesmos. Um momento especial para finalizar este ciclo deixando morrer os pensamentos e hábitos destrutivos.
E RENASCER. Pois é, deixar-se morrer para poder renascer.
Então, vamos juntos fazer esta pequena (gigantesca) reflexão desintoxicante:

Você tem o hábito de juntar dinheiro, pois no futuro poderá fazer falta? Vai saber: uma emergência de saúde, uma perda, um acidente! Que magneto, não?
Você tem o hábito de juntar objetos inúteis (aqueles que você não usa faz um bom tempo), acreditando que um dia, não sabe quando, poderá precisar deles?
E como estão as coisas dentro de você? Você tem o hábito de guardar mágoas, tristezas, culpas, ressentimentos, raivas e medos?
Pode parar. Não faça isso. Porque neste caso estamos falando de autodestruição e antiprosperidade. Sinônimos que podemos dar para este tipo de “guardança”: tiro no pé, auto-sabotagem e “auto-inveja”.
É verdade! A parte saudável de você, aquela que quer ser feliz, serena, equilibrada, bonita, próspera, etc., está sendo invejada pelo seu lado SOMBRA.

Então, minha proposta é: vamos fazer um tsunami nessa SOMBRA invejosa? Vamos deixar sair todos estes venenos e toxinas? Vamos nos desapegar de tanto baixo-astral? De tantas memórias mal resolvidas?
Para que tal aconteça, no mínimo, é preciso criar um espaço de luz para poder iluminar e transformar esta SOMBRA. É preciso deixar sair toda essa “guardança” ANTIIIIIIGA, para que as coisas novas cheguem em sua vida. É preciso eliminar o que é destrutivo em você e inútil na sua vida, para que a prosperidade venha. Ela está do seu lado, mas precisa ser chamada. É algo como BUSCAR FAZER CONTATO com a prosperidade. Entendamos prosperidade como saúde, beleza (aquela que vem junto com o brilho dos olhos), amigos, amores, realização profissional e bancária.

É a força desse “Deixar Sair” que absorverá e atrairá tudo o que você almeja. Enquanto você estiver material ou emocionalmente carregado de coisas velhas e inúteis, não haverá espaço DECLARADAMENTE aberto para as novas oportunidades.
Assim, limpe as gavetas, os guarda-roupas, o quartinho lá do fundo, a garagem. Ah! Não esqueça da agenda, daquela papelada e das fotos. Dê o que você não usa mais. Venda, troque, movimente e não acumule. Jogue muitos papéis e fotos fora. Abra espaços na sua casa, deixe ventilar ar fresco, novo e vitalizante.

Em paralelo, faça o mesmo com o seu corpo. Inicie já a sua alimentação desintoxicante, tomando diariamente os seus sucos desintoxicantes pela manhã em jejum. Deixe sair tudo o que é tóxico e venenoso de dentro de você. Seja físico, emocional ou mental. Com o banho interno diário que os sucos desintoxicantes proporcionam, você terá a possibilidade de realizar um trabalho tipo: “água mole em pedra dura tanto bate até que fura”.
Entendeu? Por mais resistente que você seja para perdoar ou desapegar, o espaço para o novo será inevitavelmente criado. Os sucos desintoxicantes contêm esse selo. São como um chip/led que pulsa: desapegue-se, limpe-se, deixe-sair...
Pode demorar dias, semanas ou meses, mas você está “Deixando Sair”. Todo dia um pouquinho ou um poucão, tanto faz. O importante é a direção: a de estar se permitindo limpar daquela “bagunçada” danada de inconveniente porque deseja realmente crescer e transformar-se.

A atitude de guardar um monte de coisas inúteis amarra a nossa vida. Não são os objetos guardados que emperram, mas o significado da atitude de guardar, de apego. Desse jeito você está enviando duas mensagens para o seu cérebro e para a vida:
1. Você não confia no amanhã, portanto não deixa fluir. Não tem fé;
2. Você acredita que o novo e o melhor não são para você, já que se contenta em guardar coisas velhas e inúteis.
Portanto, vamos lá! Faxina BÁSICA! Mãos à obra!


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


trucom
Conceição Trucom é química, cientista e escritora sobre Alimentação Baseada em Plantas, considerada como Alimentação do Futuro: vitalizante e regenerativa.
Portal: www.docelimao.com.br
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Corpo e Mente clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa