auravide auravide

Agosto

por Saul Brandalise Jr.
Agosto
Publicado dia 15/08/2008 12:04:56 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Quando eu era criança o mês de agosto se tornava um período ruim em minha vida. Nestes trinta dias, após as férias de julho, retornávamos à escola e cada cachorro não conhecido que se aproximasse, era um problema.

Agosto, mês de cachorro louco. Mês em que precisamos tomar cuidado com nossas atitudes porque o diabo anda aprontando e arregimentando “adeptos” às coisas do mal.

Sem me dar conta, acabei tendo que conviver com um período do ano em que eu precisava policiar o meu meio-ambiente, afinal, o capeta estava solto... Assimilei que agosto é ruim. O tempo foi meu aliado e faz somente alguns anos que aprendi o contrário.

Estudando comportamento humano e pesquisando mais sobre a vida descobri que agosto precisava passar por esta rotulagem de mês inadequado, porque os místicos sabiam que ele é exatamente o contrário. As religiões abominam os místicos. Os consideram seus concorrentes, embora neguem.

Agosto é o período em que DEVEMOS fazer as coisas acontecerem ao nosso gosto. Sim, ao seu gosto, por isso Agosto. Conforme nossa vontade. É o mês adequado para o plantio de nossos pensamentos mais desejados. Em outras palavras: precisamos ter a sabedoria para plantar corretamente pensamentos e atitudes em agosto. A vida se resume em plantar e colher.
Ora, o número oito é o símbolo do infinito na vertical, portanto será que tudo o que plantamos neste agosto de 2008 vai tender ao infinito? Sim, vai.

Mas, e o capeta? Bem. Para mim ele é apenas retórica religiosa para impingir medo e insegurança no fiel, para que ele sempre recorra ao “salvador” do capeta. Um “salva e o outro pune”. Nesta incerteza fico dependente de orientação e preciso “obedecer”.

Todos nós conhecemos a estória de que dentro de nós dormem um cordeiro e um lobo. Vai sobreviver aquele que mais alimentarmos. Aquele personagem ao qual entregarmos as nossas verdades, pensamentos e atitudes. Podemos também chamar o lobo de mau, de capeta ou até mesmo de lobisomem.

Na realidade, esta estória tem desdobramentos e alguns acreditam que precisamos alimentar os dois. Os cordeiros quando a vida exigir e os lobos quando os inimigos abusarem. Escolha o que quiser apoiar, mas pense que plantio resulta em retorno...

Portanto, somos verdadeiramente os heróis ou bandidos de nossas colheitas. Não é correto responsabilizarmos terceiros por isso. Existe uma corrente de energias disponível no Universo e somos nós que decidimos cultivar esta ou aquela. Isso se chama Livre-Arbítrio.

Assim, este é o mês para fazermos TUDO ao nosso gosto, da maneira como preferimos que a vida se nos apresente agora e no futuro. Só precisamos cuidar onde colocaremos o nosso nariz, caso contrário a vida pode se tornar uma verdadeira droga.
Sei que nos veremos.
Beijo na alma


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
saul
Saul Brandalise Jr. é colaborador do Site, autor do livro: O Despertar da Consciência da editora Theus, onde mostra através das narrativas de suas experiências como extrair lições de vida e entusiasmo de cada obstáculo que se encontra ao longo de uma vida.
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Qual é a sua ambição?
artigo Porque estamos novamente falando da Era de Aquário?
artigo O Universo num Corpo Humano
artigo A noite escura, de são joão da cruz


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa