auravide auravide

Lei da Atração III


Nos dois primeiros textos explicamos a importância de nossas emoções e recomendamos um exercício para ajudar no início da prática e no domínio da nossa mente.
Este exercício parece algo sem importância, como tudo que efetivamente funciona em nossa vida, mas você que está praticando sabe que ele produz bons frutos em nosso cotidiano. Muitas pessoas gostam mais daquilo que vem com invólucros sofisticados, palavras que precisam de um dicionário para serem entendidas e assim por diante. É bonito falar termos em Inglês, principalmente para quem não entende. Dá um “ar” de cultura. Eu acho pedante.

Nossa mente não tem critérios de separação do que é importante pensar a não ser que os criemos. A emoção, nestes casos, acaba prevalecendo. Faço este exercício de controle da mente há alguns anos e posso garantir que funciona.
Quando comecei também achei que era bobagem... Portanto não é exclusividade sua achar a mesma coisa.

No texto seguinte evidenciamos a necessidade da correta aplicação de nossa palavra e a força dela na Atração de bons ou maus resultados em nossa vida. Falou, plantou. Só pensar coisas negativas é ruim, mas falar é imensamente pior. Em energia não se soma, se multiplica sem coeficientes...
Ouvir mais do que falar.
Saber armazenar a informação em nosso cérebro é vital para a sua correta aplicação. Para tanto é preciso que a informação chegue isenta de emoção. Armazenar só com a razão. Aqui mora a chave da felicidade...
Finalmente, aplicar o que se sabe. Não resolve saber, é preciso viver conforme. Não resolve usar cabelo comprido, barba, tatuagem, sandália para se mostrar diferente. É preciso agir diferente.
O ponto desta semana é fazermos as coisas com Harmonia. Parece algo sem muita importância, mas friso novamente, o que é simples faz toda a diferença.

Só vive em Harmonia, e portanto é feliz, quem domina a sua mente, zela pela correta aplicação de seus pensamentos, fala o que deve, e aplica o que sabe.
Estar em estado de harmonia é fazer tudo isso consciente de que a vida terrena é aprendizado e que precisamos fazer para os outros exatamente aquilo que gostaríamos que fosse feito para nós. Aqui se vive em desigualdade para que possamos identificar o bom e o ruim, o doce e o salgado e assim aprendermos.
E quem vende um bem, um serviço ou um produto? Pode enganar?
Não. Basta valorizar o que se tem sem que haja necessidade de desvalorizar o dos outros. Seja bom com suas virtudes, pois sempre se vai achar um “chinelo velho para um pé cansado”. Sempre vai existir quem precise daquilo que você tem ou produz.
Assim é a vida, vamos achar uma tampa para a panela. Sempre iremos encontrar o que procuramos, é só uma questão de tempo, de merecimento.
Saber fazer, saber plantar é a ciência de tudo. Somos e nos comportamos como um verdadeiro ÍMÃ e de alguma forma atraímos os resultados que hoje colhemos. Normalmente o “cupim” de nossa estrutura é a OMISSÃO, o medo.
Não viemos nesta vida para sermos lutadores de sumô - empurrar as coisas com a barriga - somos pugilistas e precisamos “socar” nossos defeitos, nocauteando-os.

Sei que nos veremos, estou certo disso.
Beijo na alma



estamos online

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


Leia Também

Lei da Atração II

Lei da Atração IV




saul
Saul Brandalise Jr. é colaborador do Site, autor do livro: O Despertar da Consciência da editora Theus, onde mostra através das narrativas de suas experiências como extrair lições de vida e entusiasmo de cada obstáculo que se encontra ao longo de uma vida.
Visite o Site do Autor


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa