Quando culpamos os outros pelo que nos faz mal, potencializamos a sensação negativa em nós

Quando culpamos os outros pelo que nos faz mal, potencializamos a sensação negativa em nós Autor JOÃO LUIZ SPOSITO - [email protected]
Facebook   E-mail   Whatsapp


É como está afirmado no título, todas as vezes em que culpamos os outros pelo que nos faz mal, potencializamos a sensação negativa já atuante em nós mesmos.

E isso acontece porque quando culpamos os outros pelo que nos faz mal, nós estamos abrindo mão do nosso poder de resolver a situação positivamente, porque admitimos nossa escolha pela incapacidade, admitimos um estado de fraqueza e descontrole que escolhemos sentir e, então, a sensação negativa se potencializa até nos sufocar.

Em verdade, escolher a opção de culpar os outros pelo que nos faz mal é uma tentativa de fuga de nossas próprias responsabilidades, sobre nossas próprias criações e essa forma de se comportar só irá gerar mais sensações de incapacidade, impotência, descontrole e mal estar em nossas vidas.

Só nós podemos ser responsáveis pelo que nos afeta, porque a paz começa em nós mesmos. Quando alguém está em paz a partir de seu coração, nada pode perturbar a sólida energia e certeza pacífica gerada e mantida em si próprio.
Culpar os outros é um sintoma que pode demonstrar um estado de descontrole, incapacidade e fuga de suas próprias responsabilidades.
Todos nós, sem exceção, somos responsáveis pelo que nos faz mal e também pelo que nos faz bem.

Nós somos responsáveis não só por nós mesmos, mas com o todo em que vivemos, porque nossos pensamentos, palavras, gestos, ações, sentimentos e emoções são de nossa única responsabilidade e influenciam nossa realidade, portanto, é preciso assumir que somos os criadores de nossas felicidades e também das infelicidades.

Acreditar que outra pessoa pode lhe fazer feliz ou infeliz é negar a sabedoria que temos dentro de nós, é uma ilusão deste mundo para criar dependência e embaçar a  visão da verdade.

A verdade é que só você mesmo é responsável por sua felicidade ou infelicidade, nenhuma outra pessoa neste mundo tem essa capacidade, a não ser que você mesmo conceda a outra, ou outras pessoas esse poder, portanto, se tivermos de culpar alguém, usar um espelho seria a melhor forma de nos conscientizarmos, olhando o culpado olho no olho.

Sejam felizes com a consciência de que vocês mesmos são os únicos responsáveis por suas vidas, suas escolhas e seus resultados.

João Luiz Spósito - Brasília DF

Maio 2018


Texto Revisado

 


Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstar Avaliação: 2 | Votos: 232

Compartilhe Facebook   E-mail   Whatsapp

Sobre o Autor: JOÃO LUIZ SPOSITO   
João Sposito, atende em Brasília-DF, Terapeuta em Bio energética(par magnético), Reikiano, cromoterapeuta, espiritualista desde 1998, realiza assessoria espiritual personalizada e aconselhamento. Agendamento de consultas: presencial e a distância, (61) 982247680 whatsapp.,
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Atualizado em 14/05/2018



© Copyright 2020 ClubeSTUM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso.