auravide auravide

O Nascimento de Sathya Sai Baba

por Marcos Spagnuolo Souza

Publicado dia 13/8/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


O professor Kamaraju Anil Kumar da faculdade Christian de Andhra escutou, no seminário internacional sobre Cirurgia Cardiotoráxia, de um experiente cirurgião cardíaco de reputação, na Itália, que fazia uma palestra com as seguintes palavras: “Eu estava ajoelhado e rezando. Eram, aproximadamente, sete horas na noite. A nossa família é tradicionalmente católica. Tranquei a porta por dentro de modo que ninguém pudesse me perturbar. Senti como se alguém colocasse a mão sobre meu ombro. Lentamente abri meus olhos e olhei para trás. Observei Sri Sathya Sai Baba vestido em sua roupa laranja-avermelhado, olhando para mim amavelmente e com um sorriso em Seu rosto. Este é, com certeza, o segundo advento de Cristo. É o Cristo Cósmico nascido outra vez para cumprir sua promessa à humanidade. Afirmo que Sri Sathya Sai Baba e Cristo é um e o mesmo.”

Importante, no momento atual, é conhecermos sobre o nascimento de Sai Baba com o objetivo de nos oferecer uma visão de vida que ultrapasse nossa vivência presa aos sentidos objetivos, tendo por meta usufruir os instintos corporais.

Sai Baba nasceu no povoado denominado “Puttaparthi” na Índia que foi o berço de sábios e estudiosos, inclusive do sábio Venkavadhuta. O avô de Sathya Sai Baba chamava Sri Ratnakaram Kondama Raju e construiu o templo dedicado a Sathyabrama. Era vegetariano convicto e observava todos os votos sagrados do calendário hindu. Vivia em uma choupana, perto dos filhos e netos, e sua morada era um verdadeiro “ashran”, onde ecoavam os cantos do Ramayana. Ele se alegrava ao reunir os netos em torno de sua cama para lhes contar as histórias de deuses e semi-deuses. Viveu até a década de 1950 e fez sua passagem de modo pacífico, cantando em voz alta para si mesmo os versos que descrevem o consolo que o Senhor Rama deu a Vali, o Rei dos Vanaras, quando este estava morrendo. Era uma alma piedosa que viveu seus cento e dez anos de existência terrena na contemplação incessante a Deus. Sua esposa, Sri Lakshamma, o precedeu na morte em cerca de vinte anos. Era uma senhora muito piedosa, cuja vida era dedicada a seguir o calendário religioso, com sua sucessão de jejuns sagrados, promessas e vigílias.

Sri Kondama Raju e Sri Lakshamma tiveram dois filhos que receberam o nome de Pedda Venkapa Raju e Chinna Venkapa Raju. O filho mais velho Pedda Venkapa Raju casou com Eswaramma, filha de Subba Raju. O casal teve um filho e duas filhas: Seshama Raju, Venkamma e Parvathamma. Os anos passaram e Eswaramma desejou ter outro filho. Rezou aos deuses da aldeia e realizou rituais de adoração a Sathyanarayana (Espírito da Verdade), seguidos de promessas rigorosas e que necessitavam de vigília e abstenção de alimentos. Deus ouviu as orações daquela mãe e decidiu o lugar onde assumiria a forma humana. Ele veio.

Durante o período de gestação, na casa de Pedda Venkapa Raju e Eswaramma passou a ocorrer fatos misteriosos. A tambura (instrumento de cordas que possui um longo pescoço com duas ou três cordas) e a maddala (tambor) ficavam recostadas em uma parede. Esses dois instrumentos tocavam sozinhos e somente silenciavam quando os moradores da casa se retiravam para dormir à noite. Quando o nascimento do filho tornou-se iminente, a casa era despertada à meia-noite pela tambura soando automaticamente, com a maddala marcando o ritmo como se estivessem sendo tocadas por mãos de mestres. Os sábios que freqüentavam a residência diziam que era uma ocorrência auspiciosa significando a presença de uma Sharkti, um poder benéfico que conferiria harmonia, melodia, ordem, simetria, elevação espiritual e alegria.

No dia 23 de novembro de 1926, o filho nasceu. Era uma segunda-feira do mês sagrado de Karthika, dedicado ao ritual de adoração a Shiva. O bebê recebeu o nome de Sathyanarayana (Sathya significa verdade e Narayana significa a expansão de quatro braços do Supremo Senhor Krsna, ou seja, a manifestação verdadeira do senhor Krsna).

Referência: Resumo do livro "A vida de Bhagavan Sri Sathya Sai Baba", volume um. Escrito por N. Kasturi. Publicação da Fundação Sai.

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 14

Autor: Marcos Spagnuolo Souza   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa