auravide auravide

O QUE FIZEMOS DE NÓS?

por Edite Spiess Psicoterapeuta Holística

Publicado dia 31/8/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


A mudança da vida diária tem sido radical e imensamente rápida. Os dias, meses e anos passam, hoje, numa rapidez com que não passavam na nossa infância. Tudo mudou e só estamos dando conta dessa velocidade agora. As pessoas não têm mais tempo para conversar, desabafar, não têm mais amigos dispostos a ouvirem ou trocarem seus problemas e o que é pior: instalou-se um vazio também em nossos lares. Filhos não precisam mais de nós e querem a sua independência a qualquer preço, tiram o melhor de nós e sequer dão um beijo, um abraço ou até logo quando partem para seus trabalhos, seus estudos ou suas diversões. Tornamo-nos, num curto espaço de tempo, apenas o caixa de banco mais próximo (mais uma máquina) de onde tira-se o necessário e bate-se a porta.

Onde foram parar todos os nossos ensinamentos de respeito para com os mais velhos, a gratidão, o amor, o amparo? Muitos pais estão em uma corrida louca em busca de um amor que era tão normal entre pais e filhos, de um respeito que fez parte de toda uma educação e que se perdeu nas ambições materiais, na ânsia de tudo viver, de tudo experimentar, como se o mundo fosse acabar amanhã.

Acho mesmo que o mundo está se acabando! Porém, o mundo somos nós, nossa família (desagregada e desestruturada), os amigos que prometem a fidelidade e nos viram as costas (muitas vezes) sem nem sabermos por quê? Os casais que casam e separam esquecendo que um dia se amaram.

Não há mais tempo para sentarmos à mesa e conversarmos, não há mais tempo para fazermos ou recebermos visitas, não há mais tempo de observar e agradecer por uma flor que nasce em nosso jardim. Perdemo-nos da beleza, da paz, da harmonia, do amor e principalmente da fé. Estamos como robôs, programados para um dia de excesso de obrigações, e não temos mais nada a dar ou receber.

Até quando? Temos que pensar que o que hoje pode até ser um estorvo em nossas vidas como pais, filhos, pessoas doentes - nunca teremos a certeza do dia final - devemos dar a eles tudo aquilo que um dia recebemos: amor, aconchego, segurança e compreensão, pois se não o fizermos em tempo, além de perdermos a evolução espiritual em nossos corpos atuais, poderemos amargar um remorso imenso quando chegarmos ¨tarde demais¨!

É preciso acordarmos mais humanos e menos materialistas: é preciso darmos mais do que esperamos receber, amarmos mais, dedicarmos mais atenção aos seres que nos cercam, aos animais, à natureza que grita em agonia pela destruição de nossas mãos.

Paremos e pensemos: de tudo o que tão desesperadamente buscamos ter, guardar, vencer, enriquecer... o que levaremos em nossa partida deste mundo? Deixaremos todo o material pelo qual tanto lutamos e não teremos, sequer, alguém para fechar os nossos olhos à nossa partida. O amor, a união e a fé foram os elos que se partiram, mas se quisermos, ainda temos tempo de uni-los.

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 7

foto-autor
Sobre o Autor: Edite Spiess Psicoterapeuta Holística   
Psicoterapia Holística Consultas com 1h de atendimento. Terapeuta em Florais de Bach,Magnetoterapia,Auriculo,Reflexologia,Cristalterapia e Cromoterapia, Numeróloga,Oráculos (on line) Cartas Ciganas, Tarô, Runas e Cromoterapia nominal, residencial e para sinastria. CURSOS ON LINE COM CERTIFICADO E RECONHECIMENTO DO SINDICATO DOS TERAPEUTAS.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa