auravide auravide

Receita de saúde e longevidade segundo a medicina chinesa - Parte 5


O Clássico de Medicina do Imperador Amarelo considera a acupuntura a forma mais freqüente de tratamento das doenças. Mas ele também cita outras prescrições como o vinho de arroz, bebida de raspas de ferro, moxabustão*, remédios à base de ervas, manipulação e massagem.

Segundo o Clássico, um médico competente deve dominar todos estes métodos de tratamento e aplicar a terapia mais adequada de acordo com o caso específico.
As características físicas do corpo, tais como a cor e a espessura da pele, a textura dos músculos, o tamanho e formato dos órgãos, etc., estão intimamente ligadas à sensibilidade de cada um à doença e são fatores importantes ao decidirem se são resistentes ou fracos.

Além disso, as alterações nas condições dos pulsos das pessoas são complexas. Por isto, o Clássico considera que um diagnóstico acurado tomando-se o pulso do paciente é de importância vital no tratamento das doenças.
Através do uso de quatro técnicas de diagnóstico, de observação, de escutar, fazer perguntas e apalpar, é possível averiguar com bastante precisão a condição do paciente.

Aqueles que não podem seguir corretamente os conselhos médicos devem, pelo menos, dar especial atenção à temperatura de sua comida e de suas roupas. Um meio termo entre quente e frio capacitará o qi** original a prevalecer no interior e no exterior do corpo e a protegê-lo da invasão do qi perverso.

Ao comer e se vestir, esteja certo de manter a temperatura correta. Se prefere estar frio, deve expor-se somente a um frio moderado e, de forma alguma, ficar congelado.
Se preferir ficar aquecido, deverá expor-se a um calor moderado e, de maneira nenhuma, ficar aquecido até transpirar. Este princípio deve ser seguido especialmente ao comer e beber. Comida quente não deve ser escaldante e as comidas frias não devem ser extremamente geladas.

Para a medicina chinesa, o princípio da moderação deve ser aplicado em todas as situações da vida. Comer e beber em demasia, praticar exercícios físicos em excesso, ter uma vida sedentária demais, manter uma atividade sexual excessiva, são atitudes que resultarão no desequilíbrio yin/yang*** do corpo.

O princípio fundamental da harmonia yin/yang é que o yang qi deve ser conservado forte e denso para que o yin qi possa permanecer tranqüilo e suave. Portanto, a manutenção da harmonia do yin e do yang é a melhor maneira de manter a boa saúde.
Quem sabe manter a boa saúde freqüentemente sente em si mesmo um superávit de energia. Alguém com superávit de energia tem ouvidos aguçados e boa visão, é ágil e goza de sólida saúde mesmo em idade avançada.
Portanto, os sábios não se exercitam ou pensam de forma selvagem. São sempre otimistas, joviais e tranqüilos e estão aptos a viver muito.

*Aplicação de calor, gerado pela queima de ervas medicinais, no local onde se encontra o desequilíbrio energético.

** energia vital

*** yin – feminino/passivo
yang – masculino/ativo


estamos online

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


Leia Também

Receita de saúde e longevidade segundo a medicina chinesa - Parte 1

Receita de saúde e longevidade segundo a medicina chinesa - Parte 2

Receita de saúde e longevidade segundo a medicina chinesa - Parte 3

Receita de saúde e longevidade segundo a medicina chinesa - Parte 4




elisa
Elisabeth Cavalcante é Taróloga, Astróloga, Consultora de I Ching e Terapeuta Floral.
Atende em São Paulo e para agendar uma consulta, envie um email.
Conheça o I-Ching e Faça uma consulta online
Visite o Site do Autor


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa